:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Zenices

Pensamentos de Zeno acrescidos de pérolas de igual verve vindas de procedência vária.


.:: mês anterior :: :: :: :: January 2004 :: :: :: :: próximo mês ::.

27 Janeiro

Procura-se III

Estou à procura de um conto urbano de tipo impressionista onde possa encaixar o seguinte trecho: "Olhei pela janela. Só os aposentados e os pombos estavam acordados". Pago bem. Sigilo garantido. Cartas aqui pro blog.
19:43:25 - Zeno -

26 Janeiro

Regras para o bem escrever

“Se eu escrevo um alemão melhor que os escritores de minha geração, devo isso em grande parte à observância de vinte anos de uma única e pequena regra. Ela reza: jamais utilizar a palavra ‘eu’, a não ser em cartas. Contam-se nos dedos as exceções que permiti a esse preceito”.

Walter Benjamin, em “Berliner Chronik”, texto preparatório ao Infância em Berlim por volta de 1900.
18:59:43 - Zeno -

25 Janeiro

uma questão filoporquética

amá-la
ou
a mala
? [Leia mais!]
07:46:00 - John Self -

existe o estado e existe a água

"A partir do nosso quintal é que a gente se torna universal."

do sábio local nei lopes, bom de samba e quetais.

(da série "epígrafes básicas-fundamentais-elementares", título que desafia os maiores tradutores alemães, since 1888)
07:44:00 - John Self -

24 Janeiro

Momento poético

"Senti um pouco de frustralívio"

(Cristóvam Buarque, comentando sua demissão por telefone)

(patrocinado pelos sabonetes Nínive - "um sopro de Mesopotâmia em sua vida")
10:30:58 - Zeno -

21 Janeiro

Momento poético

“Guardo minhas lembranças num saco plástico”.

(patrocinado pelos sabonetes Nínive - “um sopro de Mesopotâmia em sua vida”)
13:45:33 - hubbell -

Procura-se II

Estou à procura de um conto policial de tipo metalinguístico onde possa encaixar a seguinte frase: “Havia um cadáver na biblioteca que cumpria o papel de recurso estilístico”. Pago bem. Sigilo garantido. Cartas aqui pro blog.
13:26:53 - Zeno -

09 Janeiro

Copo meio vazio, meio cheio

Meu lado derrotista sempre vence.

(Provérbio chinês)
08:45:00 - Zeno -

02 Janeiro

Abaixo assinado

(o relato a seguir é verídico, mas o entrecho teve final feliz; resolvemos requentar esta marmita para que outras pessoas possam lançar mão em caso de necessidade)

Além de garantir um reforço de caixa maior ou menor para as assim chamadas grandes corporações, a Internet apresenta, desde seus primeiros pixels mal-arranhados, um lado antiestablishment que serve também a causas nobres e humanitárias, como se pôde ver nas correntes de e-mails que condenavam a guerra do Iraque e nos protestos contra o plantio de alimentos transgênicos.

Agora, uma nova frente de participação e solidariedade se abre: a história, já conhecida de alguns, diz respeito a um amigo próximo, cuja identidade somos obrigados a declinar, que deseja colocar o nome de WESLEY em seu futuro rebento, previsto para chegar a este mundo nos próximos meses. A mãe, num átimo de bom senso, rejeitou vigorosamente o nome, alegando incompatibilidade aduaneira. Eis o dilema: o pai bate o pé (figurativamente) em Wesley, não havendo possibilidade de negociação; a mãe, sem saber como redargüir, emudece desperada.
[Leia mais!]
07:05:00 - Zeno -

.:: mês anterior :: :: :: :: January 2004 :: :: :: :: próximo mês ::.