:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


A Busca do Graal

Incursões etílicas que não poupam esforços para determinar a exata localização do Bar Absoluto.


.:: mês anterior :: :: :: :: January 2004 :: :: :: :: próximo mês ::.

16 Janeiro

The world is my oyster no more

Finalmente fui apresentado a um drinque capaz de combater o nefasto martini branco com club soda descrito aqui no blog na semana passada. Pegue uma ostra. Se você não estiver à beira-mar ou num local próximo ao habitat delas, peça pro garçom. Se o garçom disser que não há ostras, mude de bar, porque esse que você freqüenta, francamente, é de quinta. Com a ostra em mãos, coloque-a num copo pequeno e alto, desses utilizados pra vodka, grappa e demais explosivos, com um pouco da água que a acompanha em seu berço marítmo. Peça um tabasco e pingue duas gotas. Se não tiver, vai Jimmi, mesmo. Jogue um splash diminuto de molho inglês. Esprema gentilmente um naco de limão, mas não muito. Complete o coquetel molotov com uma dose generosa de tequila, até encher o copo. A aparência é a de um vidro de laboratório de análises químico-infectológicas, com algum órgão deteriorado ou criatura natimorta dentro. Não ligue pra isso e vire o copo de uma vez. Sinta, na boca, os aromas e sabores dos seis ingredientes brigando pra valer no seu palato. Os mais corajosos (loucos? desavisados? bipolares terminais?) mastigam a ostra, só pra aumentar a liberação explosiva do sabor. Não é pra qualquer um. Aliás, não é pra quase ninguém que eu conheça. Não guardei o nome do drinque, mas o garçom, quando perguntado, respondeu "Gtygksj". "Como?", "Krwoegrs". "Desculpe, não entendi", "Ah, é um nome aí que o povo dá, sei direito não". Outra coisa: não peça um segundo drinque assim. Sério. Ou então peça, mas não diga que eu não avisei.
11:21:01 - Zeno -

13 Janeiro

Do Cais de Gaia para os Trópicos

A correspondente do blog em Lisboa, Encarnação dos Prazeres, nos manda farto material de divulgação, via posta restante, com as novidades do inverno luso. Destacamos a República da Cerveja, bar de louras, morenas e ruivas geladas que edita um simpático mini-jornal com os lançamentos cervejeiros e as explicações para os diferentes tipos da bebida. Fica a sugestão para que algum boteco ou cervejaria daqui tenha a mesma iniciativa de publicar material impresso com orientações, dicas e bibliografia para os pés-de-cana menos letrados. Como dizia o Cortázar, em versão adaptada, "entre escrever e beber nunca admiti uma clara diferença". Escrebeber, diríamos.
11:49:25 - hubbell -

08 Janeiro

Drinques e Coquetéis

Férias, praia, calor combinam com caipirinha e cerveja, certo? Por uma dessas circunstâncias do acaso litorâneo (que é o outro nome que se dá à distração desavisada), fui obrigado a ingerir neste fim de ano um drinque, hã, incomum, feito com doses generosas de Martini Bianco (sic) e club soda, em copos longos com muito gelo por cima. Engabelado por explicações casuísticas ("é refrescante", "combina com verão") e cosmopolitas ("a receita é de uns amigos franceses"), acabei aceitando com alguma relutância. Se descontarmos o cheiro de perfume vagaba da beberagem, algo assim como um Van-Ess versão 2004, a aparência até que prometia, âmbares e amarelos cintilando rútilos à luz do astro-rei. Além disso, não havia outra bebida gelada num raio de 27 quilômetros, ou seja, o esquema era pegar ou largar. Depois de uma jarrona de um litro e meio do troço, comecei a sentir uns comichões esquisitos, uma vontade de sair saltitando, banhado pelo sol, e colher flores imaginárias no relvado idem, conversar com animais e plantas e ajudar o próximo, mesmo que ele estivesse a longínquos 27 km. Tava na cara: o líquido havia me transformado num cruzamento de Julie Andrews, Doutor Doolittle e Amélie Poulain. O antídoto, uma garrafa de Teacher’s (sic) comprada às pressas num mercadinho praieiro de quinta, demorou algumas horas para surtir efeito. Para os incautos, fica o aviso: na dúvida, preservem seus fígados de combinações gaulesas suspeitas.
08:45:34 - Zeno -

.:: mês anterior :: :: :: :: January 2004 :: :: :: :: próximo mês ::.