:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Zenices

Pensamentos de Zeno acrescidos de pérolas de igual verve vindas de procedência vária.


.:: mês anterior :: :: :: :: February 2004 :: :: :: :: próximo mês ::.

24 Fevereiro

Pau de arara

"Esse caso tem diversas nuances. Bicho não fala e o da jaula ao lado também não".

Delegado Clóvis Ferreira de Araújo, discorrendo sobre as dificuldades envolvidas na investigação das mortes de animais no Zoológico de São Paulo, em entrevista ao Estadão.
10:08:14 - Zeno -

23 Fevereiro

Malha Viária

"Os quatro anos desde que eu vira Lorna pela última vez haviam posto sessenta mil quilômetros em sua cara".

James Ellroy

(da série "Helena Rubinstein em férias na Califórnia")
16:36:54 - Zeno -

21 Fevereiro

Procura-se VI

Estou à procura de um conto de tipo confessional-arrependido onde possa empregar, num sentido não-espacial e não-político, a frase "Virei à esquerda quando era pra virar à direita". Pago extremamente bem, dadas as precondições. Sigilo garantido. Cartas aqui pro blog.
07:34:00 - Zeno -

13 Fevereiro

Conexão Zurique-Perus

"Parece a Suíça! Parece a Suíça!"

(Repórter do Programa do Datena, aos berros de entusiasmo ontem à tarde, em meio ao granizo e aos barracos de Parada de Taipas, bairro da zona norte de São Paulo. Os moradores, mais sábios que o repórter, aproveitavam o transtorno pra enfiar cocos embaixo do gelo).
11:44:41 - hubbell -

Procura-se V

Estou à procura de uma crítica a programas sociais onde possa encaixar o seguinte trecho retirado de Zola (de memória), "os burgueses gostam de jogar água no mar." Pago muito bem. Sigilo garantido. Cartas aqui pro blog.

11:31:35 - Mathieu -

12 Fevereiro

Das leis que regem o mundo

"Quem pode escamotear inteiramente à natureza seu segredo?"

(homenagem do blog aos duzentos anos – hoje – da morte daquele a quem só cabem as maiores reverências – o meio régio-montês, meio chinês Immanuel Kant)
09:58:25 - Zeno -

06 Fevereiro

Procura-se IV

Estou à procura de um conto sentimental de estilo elevado onde possa encaixar o seguinte verso de um soneto do Shakespeare, "Dos seres ímpares ansiamos prole", na bonita versão do Ivo Barroso. Pago bem. Sigilo garantido. Cartas aqui pro blog.
12:05:11 - hubbell -

04 Fevereiro

Ainda a ECA/USP

Recebemos mais um e-mail do remetente “Cursos USP”, sobre as escorregadelas lingüísticas cometidas no início da semana, desta vez fazendo uma, hã, “brincadeira” com as tais mancadas: “Não se pode errar. Pequenos erros nos fazem duvidar de grandes nomes. Mesmo que seja o nosso”. A curiosidade matou o gato, mas não nos impediu de tentar descobrir, afinal, que raio de assessoria de imprensa era aquela que tantos serviços estava prestando ao bom humor paulistano. Pois bem, a Agência Feeling, localizada em Santa Bárbara do Oeste (forte abraço ao prefeito Álvaro Alves Corrêa!), tem, em sua carteira de clientes, além da própria ECA/USP, a Câmara de Vereadores da pujante Santa Bárbara, uma das Secretarias da Prefeitura da mesma localidade, o Esporte Clube Barbarense (que promoveu recentemente seu emocionante campeonato de Bocha de Duplas, vencido pelos barbarenses Guion e Campagnol), e mais um punhado de empresas da região. Segue aqui uma pequena seleta de textos extraída da página da empresa. Preservamos a peculiar sintaxe, por razões óbvias:

Apresentação
“Muitas soluções estão nos próprios problemas. O gelo empilhado em blocos também aquece”.

Perfil
“Nunca é uma tarefa fácil falarmos de nós mesmos, mas como somos bem resolvidos, não precisaremos de terapia. (...) O que a Feeling oferece é mais que a relatividade do belo. Oferecemos sedução, persuasão. Uma comunicação eficiente. Feita sob a matéria mais importante do Ser Humano: as idéias”.

Publicidade e Propaganda
“Buscar um diferencial em meio a uma multidão de concorrentes diretos e indiretos. Vender o furo e não a furadeira. O bom sono, não a cama. Vender o sabor, não a comida”.

Atitude
"Filosofia não, atitude. (...) Usar de todos e quaisquer meios que possibilitem relações harmônicas e parcerias vão além de objetivos mercadológicos, consiste no resgate do prazer nas relações profissionais".

Lôco, né?
11:03:14 - hubbell -

03 Fevereiro

Curso de Marketing Político da ECA/USP

Quem recebeu, teve uma tarde mais divertida ontem. Para os que não foram agraciados, reproduzimos aqui trechos de dois e-mails enviados por uma “Assessoria de Imprensa da USP” sobre os novos cursos oferecidos pela ECA. Destacamos em negrito a saborosa grafia original:

No primeiro deles, “Conheça novos cursos da ECA-USP: Cursos de Extenção em Marketing Político e Propaganda Eleitoral USP. Formação mínima: Primeiro grau copleto. (...). Competências expressivas e comunicacionais do cadidato. (...).Este e-mail é enviado em complacência com a nova legislação de SPAM. Caso não deseje mais receber informativos de nossa assessoria, responda esse e-mail com o assunto: ‘retirar’”.

No segundo, “Subject: Retratação do e-mail Cursos USP. Gostariamos de nos retratratar pelos erros ortográficos contidos no corpo de texto do último e-mail de divulgação dos cursos da USP recebido pelos senhores. Por estarmos certos da compreenção pelo lamentável erro ocorrido, agradecemos e nos colocamos a disposição para explicações. Gratos. Área de divulgação”.
09:53:46 - hubbell -

01 Fevereiro

Breve Consideração à Margem do Ano Assassino de 1973

Em homenagem à Exposição Brasil Connects (humm) do Picasso na Oca, sem trocadilhos, por favor, aqui vai um poema de Vinícius de Moraes com um verso final batuta, extraído distraidamente de um revista semi-acadêmica perdida aqui em casa, "Livro de Cabeceira da Mulher", de 1975, uma tentativa da Editora Civilização Brasileira à época de engrossar o caldo ralo das discussões feministas numa outra panela que não a das revistas femininas de banca. Perdeu, claro. A Nota Editorial que antecede o poema é a seguinte: “Este poema – uma explosão de revolta sentimental – é um extrato de 'História Natural de Pablo Neruda (a elegia que vem de longe)', obra que Vinícius de Moraes compôs na Bahia em 1973, sob o impacto da notícia da morte do poeta chileno, seu grande e velho amigo”.

Que Ano mais sem critério
Esse de setenta e três...
Levou para o cemitério
Três Pablos de uma só vez.
Três Pablões, não três pablinhos
No tempo como no espaço
Pablos de muitos caminhos:
Neruda, Casals, Picasso.
[Leia mais!]
12:42:19 - Zeno -

.:: mês anterior :: :: :: :: February 2004 :: :: :: :: próximo mês ::.