:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Filmes esquisitos

Nós gostamos mesmo é do escurinho.


.:: mês anterior :: :: :: :: March 2004 :: :: :: :: próximo mês ::.

29 Março

Precipícios d'alma (1952)

O filme, "Sudden Fear" no original, mereceria ser incluído em nossa seção Filmes Esquisitos só por causa do título maravilhoso em português. Mas há outras razões igualmente arbitrárias, como por exemplo o fato de um fotograma extraído dele servir de capa para o fundamental "Film Noir – An Encyclopedic Reference", a bíblia dos apreciadores do gênero. Mas queremos aqui reproduzir um diálogo entre a Joan Crawford e o maridão-que-quer-dar-o-golpe-do-baú, vivido pelo Jack Palance:

Ela: - Lembre-se do que Nietzsche dizia: "Viva perigosamente".
Ele: - Você sabe o que aconteceu com Nietzsche.
Ela: - O quê?
Ele: - Ele está morto.
12:46:46 - Zeno - 2 comentários

26 Março

A sétima arte e as cizânias conjugais

Vou passar os próximos dias sozinho, em casa e afastado do convívio familiar, já que o convívio, a família, as malas e demais apetrechos irão passar breve temporada em cidade interiorana nas franjas da Mantiqueira, ou coisa que o valha. Como todo marido sério em circunstância semelhante, fui ontem até a locadora mais próxima e me abasteci de uma pilha de filmes para o fim de semana. Comento com uma amiga sobre meus futuros dias solitários dedicados à sétima arte e escuto o seguinte comentário: "Ah, o truque da locadora, né? Lá em casa ele é bem conhecido: o canalhão entra balançando a sacolinha lotada, comenta, empolgado, sobre os filmes que irá ver, mostra cada um deles para a esposa, etc. Os mais profissas de tal arte desenvolveram variações sofisticadas, pegando por exemplo só filmes já vistos anteriormente, para o caso de a esposa querer saber, na volta da viagem, como eram os filmes, se eram bons, etc. Conheço bem a tática". Estupefato, tive de perguntar a ela: "Mas com que tipo de homem você tem se relacionado nos últimos anos?", ao que ela respondeu circularmente: "Com o tipo ordinário que vai a locadora em véspera de viagem da esposa". A inocência do coração casto, definitivamente, foi pro beleléu.
12:58:15 - Zeno - 4 comentários

A crise do cinema nacional

Mais um furo da equipe de reportagem do Hipopótamo Zeno: ontem à noite, no sempre simpático restaurante Pasquale, em Pinheiros, pôde-se ver o Homem, a Lenda, o Mito, Amado pelas Mulheres, Odiado pelos Homens, ele, o Espírito Que Anda do Cinema Brasileiro, Paulo César Pereio, pedir com sua voz nunca menos que tonitruante um guaraná com gelo, depois de mal bebericar uma pequeníssima taça de vinho. Para onde vamos? De onde viemos? Em que pé estamos?
10:14:16 - Zeno - Comentar

21 Março

A Paixão de Cristo (parte II)

Piada não tem dono. Ainda mais se for causada pelo assunto da semana, o que quer dizer que todo mundo estava cozinhando-a na cabeça por esses dias. Mas que dá gosto de ver uma criada aqui no curralzinho do Zeno alçar glória nacional na boca do colunista Zé Simão, da Folha de S. Paulo, ah, isso dá. Manchete da sua coluna de ontem: "Paixão de Cristo: o mocinho morre no final". Faça como nossos dois outros leitores (obrigado, Douglas! Abraço, Gustavo!): leia primeiro no Hipopótamo Zeno a piada que será contada dias depois pelo broadcast nacional. Com a vantagem adicional de dispor de algum tempo para entendê-la melhor.
08:37:30 - Zeno - 2 comentários

18 Março

A Paixão de Cristo (parte I)

Mais uma vez o Hipopótamo Zeno fura a concorrência e oferece as primeiras impressões sobre o filme de Mel Gibson que vimos ontem e que estréia amanhã nas boas salas paroquiais. Para que ninguém se decepcione, já avisamos: o mocinho morre no final. No entanto, na mesma linha das trilogias "Senhor dos Anéis" e "Matrix", a continuação já se encontra em fase de pré-produção e, segundo boatos da indústria, o mocinho foi ressuscitado para a seqüência.
12:47:47 - Zeno - Comentar

08 Março

A sétima arte vilipendiada outra vez

A dupla Sorel e Zeno aqui do blog, também conhecidos como os irmãos Coen da Vila Mariana, acabam de perpetrar mais uma parceria cinematográfica, novamente um curtíssima metragem, daqueles que se a audiência bocejar nas primeiras cenas, perde o final do filme. Para resumir a nova aventura em celulóide, apenas uma palavra: tecuidafernandomeirelles.
17:04:48 - hubbell - 4 comentários

04 Março

Rio Vermelho (1948)

Rio Vermelho pertence àquele nobre grupo não muito oscilante de 5 ou 10 melhores westerns de todos os tempos, um gênero, diga-se, cuja nobreza está estabelecida há pelo menos uns cinqüenta anos, desde que os jovens turcos do Cahiers du Cinéma mostraram que havia ali mais do que simplesmente homens brancos matando índios aos borbotões. Além disso, o diretor do filme, Howard Hawks, também figura em qualquer listagem honesta dos 3 (vá lá, 4) maiores cineastas da história do cinema. O fato de o filme ser um monumento em celulóide, com um conjunto fortíssimo de idéias, personagens e situações embrulhadas numa mise-en-scène ao mesmo tempo seca e exuberante, acabou ofuscando um pequeno tema paralelo que aparece em duas cenas do filme e que depois faria (má) história dentro do próprio gênero do western e do cinema americano posterior. [Leia mais!]
14:37:37 - Zeno - Comentar

03 Março

Piratas do Caribe

Descubro que o novo filme de Quentin Tarantino, Kill Bill, em cartaz nos EUA desde outubro e ainda inédito por aqui, está disponível para compra nas boas casas do ramo de DVD’s pirateiros por 5 reais. Concedo em que se condene a indústria da falcatrua e a cadeia (ops) de contravenções que ela estabelece, incluindo as bem pouco inocentes relativas ao financiamento do tráfico de drogas. Por outro lado, não tenho o menor pudor em lesar os Weinsteins, Katzenbergs e demais amigos da indústria hollywoodiana, independentes com aspas ou não. Mas esta não é a questão. O inacreditável nisso tudo são os tais 5 reais. 5 reais?? Um terço do que custa o ingresso do cinema? Parafraseando a piada do Dean Martin sobre o casamento Sinatra/Mia Farrow, a dose de uísque que eu bebo custa três ou quatro vezes o filme do Tarantino. Mesmo pruma contravenção, o negócio tá barato demais. Sugiro uma ida rápida às boas casas mencionadas para um rapa (ops) no estoque. Mais cedo ou mais tarde os Paloccis e Meirelles bucaneiros vão acabar com essa mamata.
12:40:38 - hubbell - 2 comentários

02 Março

Little Ze II

Faltou citar aqui no blog a melhor frase sobre as expectativas oscarianas do filme do Fernando Meirelles, purveyed pelo soez Ruy Goiaba: "Dizem que cidadededeus vai ganhar o Oscar de melhor combinação de revólver com chinelo Havaianas".
00:00:07 - Zeno - 1 comentário

01 Março

Little Ze

Será que só aconteceu conosco ou teve mais gente que gostou das declarações pré-oscarianas de Fernando Meirelles no tapete vermelho, na porta do Kodak Theater? Dois tostões de bom-senso e um twist de ironia bem distribuída. E olha que não fazemos parte dos cidadededeusetes. E nem dos esteticadafomenses. Em assuntos artísticos e derivados, somos sempre palmeirenses.
19:26:36 - Zeno - 6 comentários

.:: mês anterior :: :: :: :: March 2004 :: :: :: :: próximo mês ::.