:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


A Busca do Graal

Incursões etílicas que não poupam esforços para determinar a exata localização do Bar Absoluto.


.:: mês anterior :: :: :: :: June 2004 :: :: :: :: próximo mês ::.

22 Junho

Na Mata Café

E ontem teve show da Amanda Acosta (leia aqui nosso primeiro post sobre ela) no Na Mata Café, com a escalação do escrete Zeno de reportagem composto pelo Sorel, pelo Mathieu, por este que vos fala, pelas respectivas e por algumas prospectivas também, que afinal as segundas-feiras sempre guardam um tostãozinho de promesse de bonheur. No caminho, sessão jemesouveio sobre o Clyde’s, que ocupava as dependências do atual café namatense: abatedouro falsamente chic para uns, bar "tipo" Nova Orleans para outros, alguém conta com veneno que o nome se devia à patroa do dono, umatalde Cleide, outro se lembra de uma bebedeira industrial ocorrida lá que soterrou as possibilidades xavequeiras junto a uma ex-futura-pretendente, etc.
De volta ao tempo presente e composé, as hostesses todas do lugar trabalham, estudam, cuidam dos pais e reforçam o orçamento como modelos em desfiles de roupas mais e menos íntimas, conforme a ocasião. A mais bela, segundo fontes isentas, atende pelo nome de Shéron, com E, o que suscita o incontornável comentário "Lôco, né?" de um dos presentes. No cardápio do bar, bizarrices bacanas como hambúrguer de javali, carpaccio de avestruz e bruschettas de Parma, brie, figo e mel, todas melhores no papel do que no prato, à sua frente. [Leia mais!]
13:24:02 - hubbell -

.:: mês anterior :: :: :: :: June 2004 :: :: :: :: próximo mês ::.