:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Zenices

Pensamentos de Zeno acrescidos de pérolas de igual verve vindas de procedência vária.


.:: mês anterior :: :: :: :: September 2004 :: :: :: :: próximo mês ::.

27 Setembro

A televisão é o ópio do povo

"De cada 10 personas que miran television, cinco son la mitad."

(da série Frases Imortais dos Luthiers)

(quem são eles? Veja aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui)
20:00:10 - Zeno -

21 Setembro

Dr. Becker

Diálogo:

(Dr. Becker)- Por que vocês mulheres, quando conhecem um cara legal, começam imediatamente a tentar transformá-lo em outra coisa?

(Enfermeira)- "..."

(Dr. Becker) - E acho que é em uma mulher.

(Enfermeira)- "..."

(Dr. Becker) - Vocês devem ser todas lésbicas.

Ted Danson, aquele do "Cheers" e do "Cousins" do Schumacher, em "Becker", o melhor seriado sobre homens egocêntricos (e não me venham falar em pleonasmo).
10:38:33 - Sorel -

20 Setembro

Frase canalhas que nos inspiram

"Mulher minha só atende telefonema de homem se o sujeito tiver o mesmo sobrenome que o meu ou o dela".
Donde se conclui que a) é aconselhável evitar casamentos com mulheres cujos patronímicos sejam muito comuns, como silva, santos, brandão, siqueira, etc; e b) cunhado não é parente – olho nele.

(crdt ryk)
20:20:19 - Zeno -

10 Setembro

Bilhete único

"Just arrived on the 19:10.
Everywhere, everyone I see
Seems to wonder who I can be.
Guess I'll leave on the 24:02.
Is there nothing for me?
Will I always be a stranger in my own town?"

"Stranger in town", by Mel Tormé, sung by um monte de gente, mas preferimos o próprio autor, na versão espelunca do Crescendo Club, 1954.

(da série "Epígrafes memorialístico-geográficas")
07:57:00 - Zeno -

09 Setembro

Procura-se XI

Estou à procura de um conto de tipo briga-de-casal-com-pretensões-literárias onde possa encaixar o seguinte diálogo: "'–Você quer que eu seja o promotor da minha própria infelicidade?' '–É o mínimo que eu espero de você!'". Pago bem. Sigilo garantido. Cartas aqui pro blog.
07:13:00 - hubbell -

07 Setembro

Agora sim o Bush cai

"Gente, tá tudo errado, quem já assistiu Fahrenheit sabe do que eu tô falando. A sensação de impotência é tão grande, somos tão manipulados e parece impossível se fazer alguma coisa, somos todos escravos de uma grande trama onde estamos todos confusamente enroscados, mas como sou brasileira acredito que o simples fato de se enxergar já é o primeiro passo. Como ser humano capaz de tomar decisões temos que decidir se vamos ficar em cima do muro ou pular e descobrir o que existe do outro lado."

Uanêssa Camargo, em seu brógui (grifo nosso).
09:42:15 - hubbell -

.:: mês anterior :: :: :: :: September 2004 :: :: :: :: próximo mês ::.