:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Zenices

Pensamentos de Zeno acrescidos de pérolas de igual verve vindas de procedência vária.


.:: mês anterior :: :: :: :: May 2005 :: :: :: :: próximo mês ::.

31 Maio

a vida é m/o assim e assado

o bicho humano -e porcocentrado e chovenistocentrico etc.- é sem vergonha m/o.
clama de jetleg o q. é um mísero e, assim deveria o ser, honesto jethead.
mas bacana é bacana.
morre teso mas ñ perde a pose.
é o q. as encanta, a pt. de nos querer matar, há pelo menos uns 4 millones de años.
só ñ o realizaram ainda pq., havaianas q. somos, nunca encontram nada mais barato e tão necessútil.
01:13:48 - John Self -

30 Maio

Sexo bizarro com Sue Johanson

Com um título assim, desnecessário escrever o texto correspondente, não é mesmo?
10:00:40 - Zeno -

23 Maio

Frases chistosas a R$1,99

"Acompanho palmo a palmo a carreira de ... (complete com a atriz de sua preferência)"

(crdt: mestre miyagi self)
07:48:00 - Zeno -

20 Maio

Frases chistosas a R$1,99

"Não sei nada sobre vários assuntos".

Gostou? Saiba como comprá-la aqui.

(da série "Ué, mas este blog é confessional?")
10:54:07 - Zeno -

A atração de sempre

A Record, espécie de house-organ da Igreja Universal, anuncia para este sábado a exibição do filme "Hitler — A Trajetória do Demônio".

Pelo subtítulo, vale assistir e conferir se o Führer não aparece vestido de pai-de-santo —ou "pai-de-encosto", que é o termo prescrito no manual de redação da emissora.

Aliás, bom de ver também é o programa "Mistérios", apresentado por um pastor enfezado, em que as agruras que afligem a classe média —do atraso na mensalidade do consórcio à bebedeira do marido— são desvendadas, sempre, como subproduto de "trabalhos" feitos para "encostos" variegados.

Curioso notar que o programa ensina o passo-a-passo da preparação dos trabalhos, já que são supostamente 100% eficazes. Mas o melhor é ouvir o pastor entrevistar "ex-pais e ex-mães-de-encosto" conversos para confirmar a veracidade da coisa:

— É ou não é verdade, ex-pai? É ou não é, ex-mãe?
10:00:00 - hubbell -

17 Maio

Fábula de isopor

Todo esse auê em torno do dito "mercado do luxo" em São Paulo —a megaloja fascistóide erguida na fedentina do Pinheiros, as madames emplastradas gastando o dinheiro que não ganham em coisas que não precisam para dar satisfação a quem não devem, a Veja finalmente se assumindo como catálogo de compras— e eu me lembrei da seguinte historinha, que ilustra muito bem a desimportância das coisas relevantes e o conseqüente crédito que merecem os detalhes banais. [Leia mais!]
11:49:59 - Pinto -

11 Maio

Pequeno guia de uso de novas acepções do português

"Tu achou?"

Proferida com assertividade, expressão que sinaliza (ou pelo menos deveria) o fim de conversas inconvenientes e ajuda a interromper o raciocínio (?) daquele interlocutor sem noção, do tipo que esbarra em você e logo faz algum juízo assim: "Ihhh, roupinha de viado essa tua, hein?". Um "Tu achou?" dito olhando no olho serve não só para encerrar o papo como também devolver a bola ao pseudo-íntimo. Uma variação menos contundente é o sucinto "Né?": "Cabelinho de baitola esse teu aí, hein?". "Né?", e estamos conversados. Se o(a) sujeito(a) insistir, pode-se recorrer às similares "Te excita?" e "Te frustra?", que, aliadas a um certo desdém, resolveriam a parada. Ou então o melhor é calar mesmo.
14:00:00 - hubbell -

Posologia

One post a day keeps the doctor away.

(crdt meu terapeuta imaginário)
10:20:00 - hubbell -

E vice-versa

"Si tú me miras, yo me vuelvo hermosa".

Gabriela Mistral

(crdt wikipedia, verbete schönheit)
07:52:00 - Zeno -

10 Maio

Aftas ardem

"Escrever é um ócio muito trabalhoso."

— Goethe, patrono dessa birosquinha aqui, que coçava o saco em alemão.
15:00:00 - hubbell -

07 Maio

Por que "por quê?", se são tantos os porquês?

Pedro Doria é um cara que a gente lê, respeita e admira. É o melhor da raça da nova safra e, de certa maneira, padrinho do Hipopíntamo, Inc., empresa resultante da fusão do O&O com isso aqui, pois foi numa nota do seu Weblog que a gente se conheceu e acabou namorando pra casar.

Hoje, num artigo como sempre muito bem arrazoado, Pedro demonstra uma certa solidão e pergunta, meio mal-humorado, cadê os blogues informativos num universo em que imperam as "conversas de bar".

De nossa parte, ou pelo menos da minha, eu arriscaria as seguintes hipóteses:
1. Quem lê tanta notícia?
2. Produzir notícia, como bem sabe o Pedro, só regiamente pago, e o staff aqui é diletante e ainda espera o aporte inicial de anunciantes.
3. Implica dizer a verdade, e se formos contar tudo o que sabemos não arrumamos mais emprego em redação nenhuma no país. Nem fora delas; quiçá nem fora dele. Chega de sincericídios!
4. A rigor, não existe a menor diferença entre o que se diz numa redação e numa mesa de bar — dependendo, claro, da redação e do bar.
5. Achamos que todo mundo já é suficientemente bem informado lendo a Veja e admirando o Bonner trocar olhares com a Fátima na sala de estar.
6. As pessoas preferem sujar os dedos lendo o jornal, muito útil para forrar o banheiro do totó em seguida, mesmo que nem tenha sido lido.
7. "Notícia" é um conceito tão vasto quanto algo em via de extinção.
8. Ninguém faz isso voluntariamente, com juízo perfeito e em sã consciência.
9. De verdade? Não temos estômago nem saco pra mexer com isso.
10. Só dá você, Pedrinho.

Uma delas, ou todas, há de conter a resposta.
11:17:19 - Pinto -

04 Maio

Filhos da labuta

Maria Rita. João Marcelo Bôscoli. Pedro Camargo Mariano. Preta Gil. Claudio Lins. Wilson Simoninha. Max de Castro. Jair Oliveira. Luciana Mello. Mart'nália. Ed Motta. Davi Moraes. Bebel Gilberto. Tantos outros menos votados*.

Bem que papai e mamãe fazem gosto, mas, inapelavelmente, a segunda geração da MPB degenera aos seus. Exceção honrosamente feita, claro, a Sandy & Júnior.

Aliás, parêntese: sabe quanto tu tem que morrer se quiser ouvir a srta. cabecinha "dar uma guinada na carreira", "abrir sua fase adulta" e para tanto assassinar "Chovendo na Roseira", malandro? 150 pratas! Nasce ou não nasce um otário a cada segundo? Fecha parêntese.

* Moreno Veloso foi deliberadamente omitido porque ninguém é perfeito, muito menos quem redigiu esta tese.
16:15:00 - hubbell -

02 Maio

40 anos, duas constatações

1. A Globo encampou o plebiscito pelo desarmamento.

2. A Globo perdeu de vez os pruridos e passou a tratar o telejornalismo como os demais espetáculos que exibe, à maneira dos gringos, para quem tudo é show.
08:52:59 - hubbell -

01 Maio

Relojoaria

"Assim como, por hábito, olhamos para um relógio quebrado como se ele ainda funcionasse, do mesmo modo também olhamos o rosto de uma bela mulher como se ela ainda nos amasse".

Goethe, que sabia das coisas (entidades sutilmente metafísicas), nas Máximas e Reflexões.
16:51:49 - Zeno -

.:: mês anterior :: :: :: :: May 2005 :: :: :: :: próximo mês ::.