:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Diálogos paulinsanos

Como diria Orson Welles, é tudo verdade.


.:: mês anterior :: :: :: :: July 2005 :: :: :: :: próximo mês ::.

15 Julho

Regressão aos bancos da 4ª série ginasial

— Eu quero pegar a 23 [NdoT: de Maio, belíssima avenida paulistana].

— Quer pegar a 23?

— Quero.

— Então pega aqui!

(Interceptação de uma conversa no trânsito entre um membro, ops!, deste blogue, vocês não conhecem não, e um comentarista esporádico, vocês não conhecem não.)
15:00:00 - Pinto -

Diálogos masculinos na noite paulistana

-Tu viu que o bar tá com promoção da Chandon?
-Cara, não vai pegar bem a gente dividir uma garrafa de champagne.
-É verdade. Vou pedir uma caipirinha, então.
-Boa.
-Garçom, me vê uma caipirinha de lichia com Absolut. Pouco açúcar.
11:32:15 - Zeno -

11 Julho

Febeapá XXXVII

Flagrante de conversa ocorrida na última reunião de pauta do blog, sábado à noite - mais uma das coisas do país que acabam em pizza e Abin:

-E essa história dos US$100 mil na cueca, hein?
-Tu viu o volume da dinheirama?
-Deve ser modelo samba-canção.
-Tá mais pra samba-enredo.
-Daqueles que começam no Descobrimento e chegam até a corrupção do JK.
-Mas não nessa ordem.
-Vai mais além, passando pelo FH e chegando ao Lula.
-E o compositor é o Beto Sem Dedo.
07:30:00 - Zeno -

01 Julho

Entreouvido numa 23 de Maio engarrafadérrima

— Você tem alguma bala aí?

— Se tivesse já tinha descarregado na cabeça desse sujeito aí da frente.
10:45:00 - hubbell -

.:: mês anterior :: :: :: :: July 2005 :: :: :: :: próximo mês ::.