:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


...ou então miojo

Nossas impressões sobre as cozinhas do mundo - a contrapartida sólida da Busca do Graal.


.:: mês anterior :: :: :: :: July 2005 :: :: :: :: próximo mês ::.

11 Julho

Vecchio Torino

"É o lugar onde o Rogério Fasano vai, quando fora do expediente". "É um clássico". "É o restaurante, em SP, onde se faz a mais autêntica cozinha do norte da Itália". Etc.
É o lugar que cobra 150 reais o vinho mais barato do cardápio, um argentino merreca que nem o Abílio, El Diniz, tem coragem de pedir mais que 30 em sua mercearia (se o vinho for melhorzinho, o preço pula pra 250, 280 a garrafa). É o lugar, também, que confunde "tradicional" com "imutável", ou seja, bom para investigações paleo-gastronômicas que queiram descobrir o que se comia na década de setenta num determinado círculo de involução da espécie humana, com direito a pinturas e decoração de ambiente da mesma época. É o lugar, enfim, onde tu morre com 400 reais o casal pra comer um ossobuco bacana acompanhado de um risoto de açafrão sem gosto. Como dizia o vate, lasciate ogni soldo, voi ch'entrate.

Nota: 5 miojos.
07:00:00 - Zeno -

08 Julho

Bassi

Eis que num belo domingo o sujeito caminha pela 13 de Maio depois de ter se aventurado pelo mar de cacarecos da feirinha do Bixiga e é atraído pelo atávico aroma de bichos mortos sobre a fogueira. Vem uma lingüicinha, coisa e tal, uma cerveja surpreendentemente gelada e por fim o cardápio a$$u$tador, não propriamente pelas carnes, mas pelos acompanhamentos. Senão vejamos, quase vinte contos per capita por uma salada, indivisível por édito real, é no mínimo discriminação contra vegetarianos. Com uma dúzia dessas, mais os dez porcento, vai-se a Buenos Aires comer muito melhor por uma fração do preço.

Aí chega o Bombom, corte que o proprietário cujo sobrenome batiza o lugar alega ter inventado. A sensação foi de morder minhas havaianas: um bife duro como meus nervos após a primeira dentada e meu bolso após pagar a conta. Pelo menos o maître foi gentil, reconheceu o fiasco, disse que o tal Bombom "às vezes é um pouco assim mesmo" e o trocou sei lá por que, pouco importa, que nessa hora quem estava passando do ponto era meu saco.

Nota: 2,0 miojos, um pela carne dura, outro pela cara dura.
07:10:00 - Pinto -

.:: mês anterior :: :: :: :: July 2005 :: :: :: :: próximo mês ::.