:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Todos

Todos os posts do mês. Para selecionar uma seção, clique no menu ao lado.


.:: mês anterior :: :: :: :: September 2005 :: :: :: :: próximo mês ::.

30 Setembro

O Kevin deixou recado pra você ligar pra ele

francofilia
17:47:50 - Zeno - 9 comentários

Trilha sonora do plebiscito

A gente é a favor da proibição do comércio de armas (alguém aí é contra?), mas a tia Morrissey o foi sem querer, avant-la-lettre, como comprova a muzguinha aí abaixo.

É isso aí: bissinha que é bissinha não precisa de revólver. Revolve o coração da gente e mata só com a força do topete, só no carão...

Lido é lindo, mas ouvido é mais ainda. [Leia mais!]
14:44:27 - Pinto - 6 comentários

Húngaro em uma lição

Já que o estudo de línguas bizarras deu o ar da graça por aqui, segue trecho do prefácio do Guimarães Rosa para a Antologia do Conto Húngaro, traduzida e editada por Paulo Rónai em 1956, em que o autor do Grande Sertão comenta alguns aspectos do idioma húngaro:

"Das relações proposicionais mediante sufixos, por curiosidade vejamos a seguinte lista:

ház: casa.
házban: na casa.
házba: à casa (direção).
házra: sobre a casa (direção).
hazzal: com a casa.
háznak: à casa (dativo).
háztól: da casa (afastamento, proveniência).
háznál: perto da casa.
házhoz: para perto da casa.
házig: até a casa.
házé: da casa (genitivo em complemento predicativo).
házért: por causa da casa.
házzá: feito casa (reduzido a, tornado casa).
házul: como casa (à guisa de).
házként: como uma casa (comparação).
házon: sobre a casa (estático).
házról: da casa (idéia de afastamento de alto para baixo).
házam: minha casa.
házad: tua casa.
házamban: em minha casa.
házaimban: em minhas casas.
etc. etc. etc.

Com um adjetivo, agora. Seja a ser (de enged, deixa, megenged, admite, megengedhet, pode admitir):

megengedhetetlen: inadmissível.
megengedhetetlenebb: mais inadmissível.
legmegengedhetetlenebb: o mais inadmissível.
legeslegmegengedhetetlenebb: o mais inadmissível de todos.
legeslegmegengedhetetlenebbekkel: com os mais inadmissíveis de todos.

E, embora de légua-e-meia, esta última não é propriamente uma palavra composta. Donde bem, por essas e por outras, contam que Carlos V, que desde muito menino teve de estudar uma porção de idiomas, por quantas terras e povos em que reinar, costumava dizer que: o espanhol era para se falar com os reis, o italiano com a mulher amada, o francês com o amigo, o holandês com os serviçais, o alemão com os soldados, o latim com Deus, o húngaro... com o diabo."

(da série: posts longos por não sabermos, em húngaro, onde cortar)
07:51:00 - Zeno - 13 comentários

29 Setembro

É tempo de trocar o óleo

Deu no UOL: "Mulheres perdem o medo de comprar lubrificante".

Aposto que amanhã as ações da Petrobras disparam.
23:00:32 - Pinto - 5 comentários

shit-shit-banguebangue

ó, ocride siquizé, mas o argumento mais sensato sobre o fumegante assunto foi achado sem querer, que a anta aqui ñ tava nem aí.
gostei e já comprei meu colete p/ enfrentar as hordas decorrentes.
até pq., vejabem, devido a uma invencível precisão por diversas coisas, digamos, ñ liberadas, conheci pessoal/e alguns mandantes das consequencias.
creio ñ ser lugar p/ pessoas de bem: os inimigo 'tão sempre dôtro lado.
o que 'manda bala'.
17:23:41 - John Self - 4 comentários

Sem inspiração até prum título

Acabo de ver uma notícia aqui mas fiquei em tal estado de choque que não vou nem linkar. Dizia mais ou menos assim:

A senadora Heloísa Helena visitou o apresentador Clodovil, que convalesce de um câncer na próstata em Ubatuba, e o convidou para se candidatar a deputado federal por São Paulo pelo P-SOL. Clodovil disse que isso seria "uma consagração".
17:11:21 - Pinto - 3 comentários

É o maior!

A insuspeita Foreign Policy promove eleição para os 100 maiores intelectuais vivos. Sabe quem está lá, malandro? Fernando Henrique Cardoso, ex e futuro Imperador do Brasil.

Na nossa modesta opinião, o intelectual mais vivo de todos.
14:27:47 - Pinto - 1 comentário

Alemão em uma lição

Já que a língua de Goethe deu o ar da graça por aqui, requentemos um Lixo da Internet que circulou nos primeiros tempos da rede, circa 1995:

"A língua alemã é relativamente fácil. Todos aqueles que conhecem as línguas derivadas do latim e estão habituados a conjugar alguns verbos podem aprendê-la rapidamente. Isso dizem os professores de alemão logo na primeira lição. Para ilustrar como é simples, vamos estudar um exemplo em alemão.

Primeiro, pegamos um livro em alemão, neste caso, um magnífico volume, com capa dura, publicado em Dortmund, e que trata dos usos e costumes da tribo dos índios da África do Sul, os hotentotes (em alemão, "Hottentotten"). [Leia mais!]
07:42:00 - Zeno - 3 comentários

28 Setembro

Jabá bom é o que você mesmo come

cópia da boa

Neste sábado, na Galeria Olido, em SP, tudo que você queria saber sobre "O homem que copiava", inclusive o telefone pessoal da Luana Piovani, mas não tinha pra quem perguntar porque a máquina de xerox estava quebrada.
07:20:00 - Zeno - 6 comentários

Banca Imobiliária

— E aí, achou apartamento?
— Nada. Os bons são caríssimos e o que é barato é uma merda.
— Tem dois nomes, isso: capitalismo e ideologia.

(da série "Ridi Pagliacci")
07:15:00 - Zeno - 8 comentários

27 Setembro

Com o copo que entornas

Como a acusação, recebida na caixa de comentários, é séria e bem escrita, merece transcrição e resposta aqui na primeira página:

"O Blog de Vocês Não Presta (1):

Motivo: deturpam e sonegam informação. Explico: eu também encontrei a Estella [nota do editor: a cerveja belga Stella Artois] no Carrefour, linda, loura, gostosa, tipo "fortinha" como se falava antigamente. Fiquei imaginando a ascendência da moça, o melhor da casa Chimay, Breda, e do parentesco aristocrático com os holandeses e alemães. Qual não foi minha surpresa ao descobrir que a moça vem de Jaguariúna mesmo!?!? Nenhum bloggista vagaba pra dar a info!!!! Moreover,há acordo entre vocês (o Zeno) e o grande capital multinacional. Explico. Descobri que o blog tem acordo com a Interbrew, o nome do pai da moça de Jaguariúna. Em troca da Estella no Brasil, o Zeno vai enfiar o Van Damme (a família do moço tem 33% das ações) em umas produções Z brasileiras que ele fica decupando por aí. É um acordo espúrio, desonesto e...ainda pior. O CADE não foi sequer notificado!!!!! Isso é canalhice, gente, safadeza da grossa!!!! Trocando gata por celebridade!

Vocês não valem NADA!!! Ass. Tio Ethan."

Resposta: é verdade que eu havia prometido, no comentário ao post sobre o lançamento da belga, uns pitacos posteriores sobre o mundo das louras geladas. Não escrevi por pura falta de tempo, ainda que pese sobre o blog a acusação de ser escrito por um bando de desocupados. É pena, também, que o Tio Ethan não priva com meu círculo próximo de amizades, pois teria escutado embevecido (com trocadilho, claro) meu longo blábláblá antiJaguariúna feito no domingo à noite, entre um pedaço de pizza e outro. A promessa, reiterada, é a de que o assunto cerveja voltará num post próprio. Quanto às insinuações fílmicas, nas duas palavras mágicas recitadas recentemente por Dirceu Eisenstein: repilo, repilo. Obrigado pela paciência. Com o lúpulo que me atiras construo minha birra.
20:04:40 - Zeno - 2 comentários

Um filho de Jor-El

can you read my mind?

Deu no boletim Filme B desta semana: "O diretor da Warner no Brasil, José Carlos Oliveira, está tentando trazer 20 minutos do novo Superman para uma exibição exclusiva aos participantes do 4º Show Búzios, nos dias 24 e 25 de novembro". O filme, dirigido pelo mesmo Brian Synger dos dois bons X-Men, ainda está em produção e vai se chamar Superman Returns; trechos de making of podem ser acessados pela página do IMDB.
12:26:55 - Zeno - 2 comentários

Nesta data querida

lolita

Avril Lavigne completa hoje 21 aninhos e já pode figurar como iluminura sem prejuízo dos artigos 241 e 244 do ECA, e sem a gente precisar recorrer aos préstimos profissionais da dra. Julianne Moore.

Pê Esse Extemporâneo : não confundir Avril Lavigne com A Vil Lavigne (a da direita na foto, por favor!), que pertence a outra categoria.
12:00:00 - Pinto - 1 comentário

Meus heróis não morreram de overdose

Don Adams, Golias, Mussum, Zacarias, Costinha, Rony Cócegas. Jerry Lewis e Zé Bonitinho já estão com mais de 80 anos. Tirando o Mussum e o Zacarias, morreram ou vão morrer velhinhos. Concluo que fazer rir faz bem à saúde e o Didi faz mal. Dedé é prova viva. Ou quase (viva).
11:24:38 - Sorel - 2 comentários

Com as objeções que me fazes

Se você mantém um blog que não contribui em nada para a correta compreensão do mundo pós-Rodada de Doha, e que ainda por cima é tachado de elitista e desocupado por trabalhadores honestos do terceiro setor, uma boa sugestão é apelar ao bom e velho truque de acarinhar as massas com citações de auto-ajuda edificantes, desde uma "pensata" do Rubem Alves, um refrão inspirado do Oswaldo Montenegro ou mesmo trechos como o que segue abaixo, do Bruxo de Kaliningrado:

"Die subjective allgemeine Mittheilbarkeit der Vorstellungsart in einem Geschmacksurtheile, da sie, ohne einen bestimmten Begriff vorauszusetzen, Statt finden soll, kann nichts anders als der Gemüthszustand in dem freien Spiele der Einbildungskraft und des Verstandes (sofern sie unter einander, wie es zu einem Erkenntnisse überhaupt erforderlich ist, zusammen stimmen) sein, indem wir uns bewußt sind, daß dieses zum Erkenntniß überhaupt schickliche subjective Verhältniß eben so wohl für jedermann gelten und folglich allgemein mittheilbar sein müsse, als es eine jede bestimmte Erkenntniß ist, die doch immer auf jenem Verhältniß als subjectiver Bedingung beruht." (crdt: Kritik der Urteilskraft, Akademie Ausgabe, Band V, S. 217-8, #9)
11:05:00 - Zeno - 15 comentários

Você tem de me voltar dezessete e setecentos

O diálogo abaixo acontece após um tiroteio sangrento envolvendo dois escroques, o sócio deles (Pinóquio) e, do outro lado, vários tipos mal-encarados:

[Escroque 1] - Na confusão, acabamos matando Pinóquio sem querer.
[Escroque 2] - E quem te disse que foi sem querer?
[Escroque 1] - ?
[Escroque 2] - Cinco mil não dá pra dividir por três.
[Escroque 1] - Mas...
[Escroque 2] - Não sou muito bom em decimais.

(crdt "torpedo", de bernet e abuli; pelo empréstimo, alexandre g.)
08:32:00 - Zeno - 3 comentários

26 Setembro

Vamos baixar o cone do um minuto de silêncio

Tchauzinho

Don Adams (19??-2005)
20:26:38 - Pinto - 8 comentários

1 filha de Francisco

Capa do UÓ, sempre uma notícia relevante:

Ex-mulher do sertanejo Luciano afirma que ele é homossexual
.

A mulher (no caso, a ex) afirma que "Goiânia toda sabia". É vero, Cynthia? É vera, Nelson? É vara, pessoal?
16:58:48 - Pinto - 12 comentários

Com as fotos que me mandas

Se você mantém um blog sem conteúdo e cuja relevância para a discussão das economias pós-fordistas é nula, uma boa dica pra buscar inspiração para novos textos é a caixa postal com os comentários dos visitantes punheteiros, sempre capazes de surpreender mesmo os veteranos aqui da redação. Segue a seqüência de quatro e-mails recebida na semana passada, enviada por um tal Junior e com a grafia original mantida:

"quero fotos de mulheres fazendo sexo."

"quero fotos do paris hilton."

"quero receber fotos de famosas e amadoras nuas."

"espero que mande, pois seu site é muito bom."
10:26:35 - Zeno - 5 comentários

Com as pedras que me atiras

"Esse blog de vocês é uma besteirada só. Não diz nada de interessante, não tem conteúdo, não tem análise, a gente lê e pensa 'Ah, tá, e daí?'. Parece escrito por quem não tem nada melhor pra fazer e lido por gente idem. É metido a engraçadinho, mas as piadas, cheias de referências cifradas, só vocês mesmos entendem. As pessoas que comentam também são sempre as mesmas, uma panelinha que imagino formada por desocupados como vocês. Em resumo, é chato, só chato. Ah, sim, e o mais importante: é presunçoso. Infinitamente presunçoso."

(crdt: o amigo de fé e crítico camarada jpcv, ontem à noite, em depoimento exclusivo à nossa equipe de reportagem)
10:10:12 - Zeno - 30 comentários

25 Setembro

a construção do subdesenvolvimento

um sousplat lindo feito em parnaíba, no litoral do piauí, custa lá r$4.
chega aqui, pelo circuito de comercio justo, por r$7,50, dentro dos custos p/ manter o pescoço do negóço fora do marde-merda.
chega na gôndola dos peãodeaçúcar dos bairro de bacana a $20, ainda dentro da sensatez mercadológica.
mas, vejabem, chega na mão duma dasluzanta a $ 200.
portanto, divida o q.i. duma nº 4 dessas por 50, e teremos a proporção de estupidez das escolhas matrimoniais dos rapazes daqueles 5% de nossa elite economica e, talvez -gulp-, universitária e c/ 'emmbiêi' 'mmerigáno.
20:07:36 - John Self - Comentar

Citação do dia

"Os políticos usam o termo 'normalidade deslizante' para se referir a essas lentas tendências ocultas por trás de flutuações confusas. Se a economia, a educação, o trânsito, ou qualquer outra coisa estiverem se deteriorando aos poucos, é difícil reconhecer que cada ano sucessivo está em média ligeiramente pior do que o anterior, de modo que o padrão básico daquilo que constitui a 'normalidade' muda gradual e imperceptivelmente. Pode demorar algumas décadas de leves mudanças anuais até que as pessoas se dêem conta, com surpresa, de que as condições constumavam ser muito melhores algumas década antes e que aquilo que se considera normal hoje em dia é uma deterioração daquilo que era normal anteriormente."

Lindo, né? A cara de SP, mas é também leitura fundamental para saber como este planetinha seguirá adiante. Em promoção aqui até outro dia desses.
14:33:00 - Pinto - 1 comentário

24 Setembro

como eu ando mais por fora que joanete de peão em havaiana...

a carta da dona chauí me cantou, p/ além dos seus alunos e seu ser público(a), uma dor danada. [Leia mais!]
03:24:33 - John Self - 5 comentários

23 Setembro

Sem comentários

experto

17:23:22 - Sorel - 6 comentários

Perdição

Evnageliiiiine, Evangeliiiiine...

Falando em Lost, Evangeline Lilly, senhoras e senhores, a bandida Kate. Li outro dia numa coluna especializada que virou musa da sapataria. Alguma semelhança com Xena, a Princesa Guerreira? Não né?
10:04:20 - Pinto - 9 comentários

22 Setembro

Rita na ilha

O tempo está fechado e chove desde ontem a noite. Melhor seria se estivesse em São Paulo. Droga.
17:37:55 - Sorel - 5 comentários

decadance avec élegance

maluf -entrando na cana da p.f., ouviu da galera 'ueba, carne nova', 'ñ guentava mais minha mão', 'prefiro carne branca', e quetais de boas vindas- agora sim tem q. responder, 'estupra mas ñ mata...'
15:51:17 - John Self - Comentar

Ora, pombas!

Estimulados por nossos amigos do Centro-Oeste, propomos um concurso para eleger o parlamentar mais, como diremos, legislativamente bem-dotado do Brasil.

A disputa segue pau-a-pau entre os candidatos Pauderney Avelino e Peniel Pacheco. No site do primeiro você pode filiar-se "à família PFL". No do segundo, opinar sobre a criação do Dia do Evangélico.

Votos, considerações e sugestões de outros membros para a enquete nos comentários, por favor.
12:24:34 - Pinto - 5 comentários

Aviso à praça

Centro de Curitiba sofre campanha racista

Ministério Público Federal apura autoria de adesivos e folhetos com os dizeres "Mistura racial? Não, obrigado"


Adesivos que pregam a separação racial apareceram colados em postes, placas de trânsito e fachadas de prédios públicos do centro histórico de Curitiba. A primeira panfletagem foi notada domingo, durante uma festa religiosa.

Em fundo amarelo e letras na cor preta, o adesivo traz impressos os dizeres "Mistura racial? Não, obrigado" e é assinado por um grupo que se autodenomina Orgulho Branco.

Em menor quantidade, pelo menos dois adesivos atacam os homossexuais. Em um está escrito que ""Homossexuais molestam crianças" e há o desenho de um lata de lixo recebendo a sigla GLS (gays, lésbicas e simpatizantes). Um segundo adesivo traz a inscrição "Homossexualismo é uma afronta às leis da natureza". Nos dois casos, quem assume a autoria é o grupo denominado Frente Anti-Caos.

Fonte : Folha de S.Paulo, hoje. Brevemente ilustrando um blogue maravilhoso perto de você.
12:02:31 - hubbell - 6 comentários

21 Setembro

De que lado você samba?

Bons são os momentos em que a chapa esquenta pra gente ver quem é o quê. Aos que desancaram (e desancam) a dona Marilena —com tanta personagem no panteão nacional mais adequada pra isso—, recomenda-se a leitura da carta que a professora escreveu aos seus alunos, republicada na Folha de hoje.

De minha parte, tudo considerado, se é pra falar mal ou fazer troça de alguém, continuo preferindo o Bornhausen, aquele gentleman empenhado em "acabar com a raça petista".

Pra quem não é assinante, a íntegra da carta "A mídia diz: somos onipotentes e fazemos seu silêncio falar" segue no linque. [Leia mais!]
10:48:00 - Pinto - 16 comentários

20 Setembro

Até tu, mercado?!

Tamanduá dando bandeira
(fonte : primeira página do Globo Online, que ainda paga salário pra redigirem essas coisas)
21:05:20 - Pinto - 2 comentários

Buscapé, Canapé e Escaldapé

- É, ele sabe muito, mas de vez em quando dá umas ratas bem gordas.

- Sei... uma espécie de Enciclopédia Farsa ?

- Larga de ser velho, estamos na era da internet. Uma espécie de Goofle.

(roubado dela, a purveyor do "melhor humor" da internet brasileira, segundo fontes idôneas)
09:04:25 - Zeno - 3 comentários

19 Setembro

biblioterra

p/ quem acha o google earth besteira:
luca mori, um blogueiro italiano, passeando nas redondezas de sorbolo, perto de parma, achou uma porção de coisas legais.
ps: só tem que dar vários "recarregar" na pág. do moço, que a internet é italiana...
23:56:52 - John Self - 27 comentários

Colarinho branco

Enfim uma antiga reivindicação deste blogue foi atendida. Agora tem Stella Artois a R$1,99 nas gôndolas ordinárias deste país. É verdade e dou fé: acabei de voltar da bodega do seu Diniz com um pacotinho.

Só não estava combinado chegar em casa e espatifar uma garrafinha no chão. E olhe que nem bebido tinha! Deve ter sido mandinga do pessoal da Baden Baden. Sinto muito, rapazes. A cerveja é excelente, mas a quase 10 paus a garrafa não dá.
22:31:11 - hubbell - 7 comentários

Jabá úmido

O amigo de fé e brother camarada Matthew S. manda o recado e a gente divulga:

tanto faz
18:01:36 - Zeno - 1 comentário

A pedidos

Miguel Falabella

Josh Holloway, a loura-má do seriado Lost. Meu sósia. Nas aparências e na canastrice.
12:55:30 - hubbell - 4 comentários

Declaração de princípios

Lê-se no BlueBus que 50% das pessoas que mantêm blogs o fazem por terapia (lá não está escrito em português direito porque publicitários e gramática ainda não foram apresentados; aliás, publicitário mesmo não conhece ninguém que não o próprio umbigo, mas isso é outra história...).

Pois bem, quanto a blogs e terapia, que ninguém se engane: de minha parte, sou reichiano e canibal. Tô aqui só pra comer gente.
11:06:54 - hubbell - 4 comentários

17 Setembro

pinheiros do alto

saindo do fidel da são gualter
que nos malhou um litro canalhas
uma lampada que era prá ilustrar
as árvores da praça defronte
sorvia quase sedenta
o balé das garoas das 3 da manhâ.

deus e o diabo queiram
que não as tirem-nas todas
dali, de nós e daqui.
02:57:15 - John Self - Comentar

16 Setembro

Alguém com o nosso perfil

cam on

(crdt foto : uma amêga nossa, vcs não conhecem, não)
23:08:34 - Pinto - 5 comentários

Procura-se XIII

Procuro um conto de tipo apocalíptico-redentor onde possa encaixar o seguinte trecho: "Depois que as trombetas anunciarem o final radioativo dos tempos, só sobrarão como testemunhas as baratas e as bordas de pizza recheadas com catupiry e gergelim por cima". Pago bem. Sigilo garantido. Cartas aqui pro blog.
07:12:00 - Zeno - 4 comentários

15 Setembro

Pasquale

Reaberto há um mês, na Amália de Noronha, ganhou mais espaço para acomodar uma clientela que —infelizmente para quem freqüenta e felizmente para o proprietário— não pára de crescer. Tradicionalista como sou, preferia o endereço antigo, muito mais charmoso, na Cônego Eugênio Leite, defronte a um sebo e não a uma horrenda loja de presentes, cafonérrima. Mas não tem tanta importância: os antepastos caseiros continuam imbatíveis, a essência do lugar foi mantida e o súbito aumento de popularidade não o converteu num poseur. Consta que os vinhos importados diretamente são da predileção do dono, oriundo da Puglia, realmente têm uma excelente relação custo-benefício e são servidos em taças de respeito.

O duro é não ceder à tentação das entradas avançar pratos adentro. Os pratos, massas sobretudo, são corretíssimos, embora não representem nada que não se consiga obter em casa, se você for capaz de executar um bom molho vermelho sem recorrer à Maggi, ou pior, à Arisco. Exceções feitas ao cordeiro ao forno ("sempre às quartas") e ao caldo de peixe ("às vezes tem"), esses sim fora da alçada culinária dos mortais comuns. "Um caso de persistência estomacal", me acusa o Zeno, que me apresentou ao restaurante e se arrepende, porque agora eu não quero ir a nenhum outro. Fazer o quê? Sou tradicionalista. Vou a ele, nesse, nesse e nesse e não quero mais nada da vida.

Nota: 9,5 miojos —perdeu meio ponto pela mudança, mas acaba recuperando com o costume.
12:11:09 - Pinto - 11 comentários

Jabá com foie gras

O amigo de fé e frère camarada Sylvain Barré, decididamente um sujeito que não está nesta vida a passeio, venceu o recente Festival do Minuto que teve por tema "Silêncio". Quem quiser conferir, clique aqui e selecione o vídeo "Barreira do Som" numa das janelinhas à esquerda da página. Diversão garantida ou seu minuto de volta.
07:24:00 - Zeno - 2 comentários

14 Setembro

Galeria HZ de Artes Plásticas Aplicadas

obra de arte na era da reprodutibilidade técnica


Objet trouvé ou caligrama apollinairiano? O espectador participante e interativo decide.

(crdt da imagem: blog fernando rodrigues)
16:32:36 - Zeno - 5 comentários

Esporte bretão

Diretor do Bayern reclama que há "amor demais" entre jogadores do clube

O novo espírito de harmonia nos vestiários do Bayern de Munique, dos brasileiros Zé Roberto e Lúcio, ambos da seleção brasileira, foi longe demais para o diretor do clube, Uli Hoeness, que está começando a sentir saudades dos tempos em que havia rivalidade entre os jogadores.

— Um bom espírito de equipe é ótimo e eu sou uma pessoa que gosta de uma atmosfera harmônica — disse Hoeness.

— Mas é um perigo se eles se abraçam a todo momento. No momento, há amor demais no grupo — justificou.

(via reuters)
15:09:46 - Pinto - 4 comentários

Memorabilia

Sabe trilha sonora de seriado setentão, tipo "Vegas"? Ou então aquelas instrumentais que o tio Sílvio punha pras misses desfilarem? Tem aqui.

Cafona? Sem dúvida. Delicioso? Idem. Eu não criei coragem pra po$$uir um ainda, mas vou acabar cometendo essa insanidade. Bobeando, na veneranda CD Point é mais barato... Esses caras, aliás, deviam dar um jabá pra gente.
12:07:39 - Pinto - 3 comentários

13 Setembro

Saussure no Kindergarten

Corujices incluídas, já faz muito tempo que meu filho de três anos conhece as letras do alfabeto, desde que começou a brincar com uns cubos de madeira com as letras escritas nas faces - é só perguntar que ele acerta 8 ou 9 em cada dez. No fim de semana, com um copo de água mineral em sua mão, perguntei pra ele:

-Que letra é essa?
-C.
-E essa?
-B.
-Não, essa é um R. E essa?
-Y. [obs paterna: é, ele conhece o ipsílon]
-E essa?
-S.
-E essa?
-T.
-E essa?
-A.
-E essa?
-L.
-Muito bem. Agora fala pro papai que palavra é essa, então.
-"Água".
15:29:33 - Zeno - 17 comentários

Para compreender a Daslu

Selassié ou não é?

"Será que o senhor faz idéia do significado do dinheiro num país miserável? Esse é um conceito bastante diferente em países ricos e países pobres. Num país rico, o dinheiro é algo valioso, que permite adquirir bens, e aquele que o possui é um mero comprador; mesmo um milionário não passa de um comprador. E num país pobre? Num país miserável, dinheiro é como uma maravilhosa cerca-viva, uma sebe espessa, estonteante e sempre florida que protege o senhor de tudo e de todos. Ela o impede de ver a miséria do outro lado, de sentir o fedor da pobreza, de ouvir o clamor proveniente da escória humana. Ao mesmo tempo, o senhor tem consciência de que tudo isso existe, e por isso mesmo sente-se orgulhoso de poder contar com essa sebe. Se o senhor tem dinheiro é como se tivesse asas —o senhor é como uma ave-do-paraíso que deixa a todos maravilhados."

Mais? A Etiópia é aqui.
12:00:00 - Pinto - 6 comentários

Recolocação profissional

Lembra daquele iraquiano lunático que arengava com os EUA antes da guerra?

Ele dá expediente hoje como editor da Hora do Povo. Só pode. Ou então puseram um selinho de LSD no bebedouro da redação, ou algo assim.
07:00:00 - Pinto - 3 comentários

12 Setembro

Não importa o tamanho, e sim o prazer proporcionado

Separe seus caraminguás (e nós nem temos comissão nisso, apesar do macmaníaco com quem divido sala):

o fino que satisfaz

19:43:00 - Zeno - 2 comentários

Mais piada pronta

Apesar da ressalva feita recentemente aqui no blog, segue o título de conferência a ser realizada no dia 14 de setembro, por ocasião do lançamento do número 7 de uma revista de filosofia (vagueza necessária):

"A filosofia entre nós".
10:24:35 - Zeno - Comentar

Quibe musical

No país da piada pronta, mais uma, subsetor gastronômico:

Curiatti entrega quibes a presos

"O vereador Agnaldo Timóteo (PP) e o deputado estadual Salim Curiatti (PP) chegaram ontem, à sede da Polícia Federal em SP para tentar fazer uma visita a Paulo Maluf. Agnaldo Timóteo conversou com os policiais, que informaram que as visitas ao ex-prefeito só serão permitidas a partir de segunda -feira. O deputado Curiatti trouxe uma cesta com quibes para Maluf, mas também não pode entrar. Um policial pegou os quibes na portaria e levou para dentro do prédio."

(crdt: Diário do Grande ABC)
10:07:24 - Zeno - Comentar

Vil vinil

Na era dos bolachões, eu me lembro de neguinho dizendo que tudo na vida tinha um lado um lado bom, menos o disco do Fagner. Tempos depois, ele lançou aquele sucesso "Deslizes" e o pessoal continuou implicando, por razões óbvias.
09:00:00 - Pinto - Comentar

11 Setembro

Memória ruim é foda

"Vem cá, eu te comi?"

— Gerald Thomas, nesta entrevista imperdível.
23:31:34 - Pinto - 3 comentários

10 Setembro

Picanha, maminha e, principalmente, chuleta

Prazeres da carne

(crdt foto : pinto)
21:30:48 - Pinto - 3 comentários

09 Setembro

Saca a Raimunda?

Notícia relevante que há dois dias é capa dos principais sites brasileiros:

"Suzana Alves não tem mais a cara de Tiazinha".

(Meu camarada Pedro Só não ia redigir um título como o deste post, mas aposto que ele pensou!)
18:32:14 - Pinto - Comentar

"A menina santa" (2005)

Uma das obras "de arte" mais insuportavelmente chatas jamais produzidas desde o "Bolero", de Ravel —incluindo-se o filme anterior da autora, "O Pântano" (2001), que parecia insuperável nesse quesito.

Lucrecia Martel, você não me engana de novo! Até nunca mais.
09:50:08 - hubbell - 18 comentários

08 Setembro

O cocô do Cacá e a caquinha da Aninha

Nem sexta, nem sábado, nem domingo. O Criador deveria descansar na quarta-feira*. Aí poderia ligar a TV sossegadão e espiar a quantas andam Suas criaturas. De repente até tomava umas providências. Ou ao menos Se punha a refletir sobre certas impropriedades Suas.

Ele poderia sintonizar no "Fora do Ar", por exemplo. Quem nunca assistiu, aliás, deveria: é um programa do SBT no qual trocam idéias (?) uma Hebe Camargo taxidermizada, uma Adriane Galisteu empoleirada (na poltrona), um Jorge Kajuru para o qual sempre me faltam descritivos e um alinhado Cacá Rosset, dândi até sair sangue.

Dia desses, Cacá teorizava horrores sobre o clítoris, de quem se anunciava íntimo, para arrematar com a máxima ("Pesquisas recentes comprovaram" etc. etc.):

"O clítoris na mulher é análogo ao pênis masculino".

Cogitei escrever à produção protestando contra a discriminação dos clítoris masculinos, ou enviar fotos de pênis de mulheres como contraditório, mas apenas rezei para ver se o Criador não topa revogar aquele lance de "Crescei-vos e multiplicai-vos". Ou então reconsidera esse troço de hermafroditismo. Sempre dá muita confusão.

* Isso porque quarta na TV também é dia de debates no "Programa do Jô". Não bastasse o cabotinismo do apresentador, uma inacreditável Ana Maria Tahan debate-se na tela, provando por A + B que jornalismo é coisa que se faz menos com o cérebro que com os intestinos. Mas aí já é dose que nem o Criador agüenta.
10:00:00 - Pinto - 8 comentários

O spam e as belas-letras

Outra arte desprezada pelo grande público é a da redação de spams, em que o artista, mais anônimo que o arquiteto da catedral de Strasbourg, é obrigado a espremer, às vezes à socapa de seu empregador, pérolas de poesia em meio às informações comerciais de praxe (e com menos crases, diga-se). O trecho abaixo remata um desses spams tradicionais sobre mortgage rates:

"Doctors report that hot dog vendors vehemently hate the dental assistants. Japanese movie monsters abuse the clowns. Economists shall become the next children. Cows of today will be tomorrow's geniuses. Detectives are from outer space, say the T.V. doctors. Applications of large degree of a quantum defects in parallel homogeneous electric field and line absorption coefficients! District attorneys search Yahoo for sites on spiritualists. Worms ignore videogames."

P.S. estilístico: Gosto especialmente do ponto de exclamação na frase sobre os campos elétricos.

(do nosso correspondente em plagas praieiras e chuvosas do feriadão, a 9000 kbps)
07:55:00 - Zeno - Comentar

07 Setembro

Eu me lembro

Eu me lembro que o meu, o seu, o nosso Matthew Shirts tinha uma teoria sofisticadíssima pra mostrar que o segundo exemplar da série Rambo, do Stallone (aquele que, por mérito do tradutor brasileiro, espalhou a moda do "Qualquer Coisa 2 – A Missão"), é um filme nitidamente weberiano – isso mesmo, de Max Weber, o sisudo sociólogo alemão. Não me lembro da teoria, claro, mas a idéia é tão boa que pertence àquele grupo de palpites cuja simples enunciação já é suficiente.

(do nosso correspondente em plagas praieiras e chuvosas do feriadão, a 9000 kbps)
12:01:39 - Zeno - 2 comentários

Hermetismo nos fundos da Fidalga

meus caros e meus ácaros

O convite partiu do nosso arguto comentador Alê e se tornou extensivo: nesta terça, 13, não perca o sensacional lançamento da não menos sensacional Ácaro, que chega ao seu terceiro número.

Nas palavras do próprio, com grifo nosso: "Considerem-se convidados para a festa na Garagem Hermética da Vila Madalena (ao lado do Soteropolitano, com entrada pelo corredor do Santagula), Fidalga, 340, Fundos".

Com um convite assim, nem precisava a revista ser boa. A coisa promete!
08:00:00 - Pinto - 4 comentários

Grande versos do cancioneiro popular brasileiro revisitados

Roda Viva

"Tem dias que a gente se senta com quem partiu ou morreu."

(do nosso correspondente em plagas praieiras e chuvosas do feriadão, a 9000 kbps)
07:53:00 - Zeno - 1 comentário

06 Setembro

Cantinho do Ombudsmacho

Nossos leitores mais fiéis já perceberam (alguns enviaram e-mails, preocupados) que houve uma sensível melhora no nível do blog nas últimas semanas, mas o mérito, claro, não é nosso e sim da recente contratação da redação, um ombusdman, vejam só, que saiu pelo módico preço de 2 arquivos mp3's e ¼ de garrafa de Black&White do fornecedor coreano vizinho à fiRRma.

A fim de mostrar que o nosso Sérgio Signus (marca fantasia provisória) é melhor do que os outros e não apenas um rostinho bonito a enfeitar a redação, publicaremos ao longo das próximas semanas alguns textos de sua pena, postados num fórum de musicólogos malucos (redundou?) que trocam arquivos flibusteiros pela Internet. Eis o primeiro, coincidentemente sobre o mesmo trompetista Clifford Brown homenageado pelo nosso Hunter há alguns dias.

Cabra marcado pra morrer

Parecia que o cabra tava marcado pra morrer de desastre de carro. Aos 20 anos, sofreu o primeiro, que o deixou inutilizado por um ano. Mais um outro, dois anos depois, devia ter feito ele optar pelo patinete como meio de locomoção. Debalde (porra, há anos eu esperava uma oportunidade pra usar debalde), aos 25, o terceiro e último, que levou junto o pianista Richie Powell e esposa.
Quando morreu, em 1956, Clifford Brown formava, ao lado de Miles Davis e Dizzy Gillespie, a santíssima trindade dos trompetistas de jazz. Apesar da pouca idade, deixou uma discografia relativamente extensa, já lançada em CD. Do que permanecia inédito, a Elektra lançou em, 1982, diretamente do baú da viúva, um disco gravado ao vivo, em Nova York, com aquele que foi seu último grupo: Max Roach (bateria), Sonny Rollins (sax), Richard Powell (piano) e George Morrow (baixo).
É deste disco que segue a nossa recomendação de faixa, “What’s New”, a balada pungente (por que toda balada tem que ser pungente? Será que eu ando lendo muito a Veja?) de Johnny Burke e Bob Haggart.

(do nosso correspondente em plagas praieiras e chuvosas do feriadão, a 9000 kbps)
07:55:00 - Zeno - 5 comentários

Procura-se XII

Procuro um microconto de tipo beatnik-paulistano onde possa cometer pelo menos três erros de concordância, dois de regência e uma meia dúzia de porras e caralhos.

(do nosso correspondente em plagas praieiras e chuvosas do feriadão, a 9000 kbps)
07:50:00 - Zeno - 5 comentários

05 Setembro

De repente bateu uma saudade deste Roberto

redford ou não ford?

Tempos bons eram aqueles em que a gente fazia gosto em admirar todos os homens do presidente.
12:00:00 - Pinto - 2 comentários

A crise é severa

se vê rindo

Uma campanha de despoluição elemental do seu HZ*.

(*com um jpg tosco que nem o próprio, lamento, mas gráfico aqui é com o japonês da quitanda.)
11:00:00 - Pinto - Comentar

E com a palavra...

"Coisa de artista

FFHH tornou-se um primoroso imitador de Lula. Imita da rouquidão à sintaxe.

Seu desempenho só é superado pelas imitações que faz do professor Fernando Henrique Cardoso."

(crdt : sua santidade elio gaspari, na coluna de ontem.)
11:00:00 - Pinto - Comentar

No meio da sala havia uma geladeira, havia uma geladeira no meio da sala

É provável que existam coisas mais estranhas do que chegar ao escritório pela manhã e topar com uma geladeira embalada no meio da sala. Pessoalmente, não as conheço - mas é provável, repito, que existam. Algumas possibilidades que foram aventadas nestas horas matinais de segunda-feira para explicar a presença do monolito branco misteriosamente aparecido:

1-seu companheiro de sala arrumou uma amante e não pode entregar o troço no endereço oficial.
2-é uma nova tendência no mercado de frigobares, intitulada "geladeira completa com freezer e porta separada".
3-fica bem como objeto de decoração, além de proporcionar um som bacanudo quando percutida (por conta do plástico e do isopor).
4-é uma nova modalidade de prática esportiva, intitulada "carregue a geladeira pelos corredores do escritório 20 vezes, com pausas de 5 minutos entre uma série e outra".

Sem mencionar o prazer insuspeito de ter de responder às inquirições de quem entra na sala: "Mas o que é isso? Uma geladeira?", "Não, Pedro Bó, é um minifogão Bosch elétrico com layout português"; "Vocês perceberam que tem uma geladeira no meio da sala?", "Geladeira? Mas o entregador me garantiu que era um abajur escandinavo da Etna!"; "Não é meio grande essa geladeira pro escritório de vocês?", "Eu falei que a gente devia ter medido a parede antes"; etc, etc, etc.

(é preciso admitir que o post acima é requentado – refrigerado? –. Duas semanas depois de sua redação o monolito antikubrickiano foi retirado. Mas como a gozação permanece, achamos oportuna sua publicação, ainda mais que no fim de semana teve promoção das Casas Bahia. Tremei, babuínos ocupantes da Sala 07, que os primeiros acordes da nova valsa já começaram).

(do nosso correspondente em plagas praieiras e chuvosas do feriadão, a 9000 kbps)
07:46:00 - Zeno - 1 comentário

04 Setembro

A mãe da minha mulher

Deu no UOL: "Pai mata tio, seqüestra filho e deixa sogra ferida".

Deu no Zeno: "Incompetente".

(do nosso correspondente em plagas praieiras e chuvosas do feriadão, a 9000 kbps)
23:09:46 - Zeno - 2 comentários

03 Setembro

Procriou, tem que rezar

bigodinhobigodão
"Eu, gênio. Ele, não sei."

Deu na Fronha: o governador de SC, Luiz Henritler, louva a eugenia em artigo "científico".

S.Exa. espera que as pesquisas com o genoma humano possam evitar filhos que nasçam "feios, deformados, deficientes ou idiotas".

Infelizmente, os pais de S.Exa. não tiveram como usufruir das idéias do rebento.

(Para quem não assina o UOL, a íntegra do artigo da criatura está no linque ao lado.)
[Leia mais!]
15:26:24 - Pinto - 1 comentário

faca de 2 legumes

relatório da onus confirma: olho do furacão era dali mesmo donde 6 pensam

oio
14:30:57 - John Self - Comentar

Resenhas possíveis de filmes idem

2 filhos de Frankenstein (Brasil, 2005). Docudrama/Terror. A mórbida semelhança entre os gêmeos Hebe e Zeca Camargo, o Marciano, é acompanhada desde o anonimato de ambos, na zona rural, ao luxo, poder e glória, na zona portuária. O enredo óbvio é compensado pelo surpreendente (e assustador) figurino, que abusa do glitter, e pela atuação expressiva dos protagonistas, em nada prejudicada pelo botox e pelas plásticas —talvez até auxiliada por isso. Numa linha: uma gracinha de película fantástica.
12:04:06 - Pinto - 8 comentários

Segunda Chance (2004)

Nos áureos e saudosos tempos da bolha da Internet, quando fulanim comprou até apartamento com dinheiro especulativo escuso, é mister confessar que tive por mister redigir mais de duas mil sinopses de filmes prum site até respeitável, pra mó de ganhar uns caraminguás no fim de cada mês. Quem nunca tentou pode nem desconfiar, mas escrever sinopse é uma arte. Pouco reconhecida, é verdade, mas uma arte. É com admiração e inveja, portanto, que lemos uma assim, enviada pelo mailing list da Reserva Cultural, a nova sala de exibição de "filmes de arte" de São Paulo:

Segunda Chance: "Comédia em que uma mulher divorciada, ao entrevistar um jovem pintor para uma vaga na Universidade de Columbia, lembra-se de um antigo namorado".

No ginásio, quando adolescência, abstinência e misoginia eram praticamente sinônimos, a gente etiquetava fulanas assim com as mimosas iniciais LPD. Nos meus tempos de redator de blog, o apodo foi updeitado para "E aí, falo eu ou fala você?".

(do nosso correspondente em plagas praieiras do feriadão, a 9000 kbps)
10:12:56 - Zeno - 5 comentários

02 Setembro

Katrina and the Waves

Mas por que cintas caralhas d'água® o governo brasileiro deveria mobilizar uma força-tarefa para resgatar —logo onde!— patrícios que residiam no olho do furacão? É uma gente que ralava, decerto levando uma vida mais digna que no Brasil, ou jamais teria migrado. Souberam se virar muito bem até agora, sem precisar recorrer a um país que nada lhes deu. De mais a mais, há quem requeira a mesma ajuda aqui, esturricando no Nordeste, afogando-se no Sul.

Sem querer fazer troça com a tragédia alheia —que isso não se faz—, mas o que pretende essa gente que agora apela ao "bom presidente" Lula? O que se pode fazer nessas horas além do tour-de-force das representações diplomáticas? Porventura querem que ele envie um esquadrão expedicionário (do Bope ou do Core, talvez?) à Louisiana, lugar onde nem o Exército Americano tem ousado se aventurar? Quem sabe um daqueles discursos com metáforas futebolísticas não resolva?

Em tempo, uma ironia cruel da natureza: sob o impacto da tragédia, os EUA nunca se assemelharam tanto ao Haiti. Não por coincidência, os mais arrasados pelo furacão são justamente negros e pobres.
22:55:09 - Pinto - 4 comentários

01 Setembro

Santo do dia

Ah, sim, antes que alguém se esqueça: todo poder a Fernando Gabeira.
10:11:13 - Pinto - 2 comentários

.:: mês anterior :: :: :: :: September 2005 :: :: :: :: próximo mês ::.