:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Filmes esquisitos

Nós gostamos mesmo é do escurinho.


.:: mês anterior :: :: :: :: October 2005 :: :: :: :: próximo mês ::.

31 Outubro

O Bom Alemão (2006?)

Já dissemos que amigos caridosos do blog reclamam do desperdício de espaço aqui, que nós deveríamos escrever sobre coisas mais sérias, etc. Pois bem, querem uma resenha de livro? O Bom Alemão, catatau de 530 páginas engolidas no fim de semana, de um tar Joseph Kanon. Faz tempo que não lemos um troço tão explicitamente escrito pra virar filme - tem até a inevitável perseguição de carro no final, com tiroteios espalhados a cada 80 e poucas páginas. Diverte, claro. Diverte mais quem conhece Berlim, onde se passa a trama. Mas, por conta do tamanho do livro, é como assistir a um filme de 20 horas de duração. Esperem a versão de duas horas, que vem aí.
18:10:00 - Zeno - 4 comentários

24 Outubro

La Notte Brava (1959)

Este é dos que fazem jus ao nome da seção de cinema aqui do blog: na quarta, dia 26, às 14:28, a TV5 (canal 30 da grade da NET) vai exibir um filme esquisitíssimo (entenda-se: raríssimo), um dos primeiros da longa carreira de Mauro Bolognini, diretor italiano da segunda safra neo-realista cujo filme mais conhecido talvez seja "O Belo Antônio", de 1960 (com o Mastroianni no papel do insano que broxa com – justo com quem, Marcello! – a Claudia Cardinale). O filme de quarta, dizíamos, é La Notte Brava (título nacional: "A Longa Noite de Loucuras"; em francês, "Les Garçons"), de 1959, com roteiro do Pasolini baseado num romance dele mesmo, "Ragazzi di Vita". O elenco é um bota-pra-quebrar do cinema europeu do final dos cinqüenta: a estupenda Rosanna Schiaffino, a mignon chuchu Elsa Martinelli, o ubíquo Laurent Terzieff e o nouvellevaguiano Jean-Claude Brialy. Como diria o Rubens Silvio Ewald Santos, "eu não vi, mas a Íris viu e recomenda".
20:29:56 - Zeno - 6 comentários

19 Outubro

Melhor que o quadro do Fantástico

Trecho do filme "O Homem que Copiava" (2003):

[Luana Piovani]: Pai pobre é destino. Marido pobre é burrice.
[Lázaro Ramos, em off]: Além de gostosa, é filósofa.
07:37:00 - Zeno - 5 comentários

18 Outubro

O jardineiro fiel (2005)

O final é traidor.
15:00:00 - Pinto - Comentar

05 Outubro

Finis Hominis, ou o fim da picada

Deve haver algo de muito estranho na sua vida quando você considera que a melhor coisa do dia foi ter assistido a um filme do Zé do Caixão.

Como minha passagem por este mundo sublunar é repleta desses exotismos, esquisitices e outras mumunhas, relato aqui minha última epifania estético-cinematográfica: o imperdível Finis Hominis, do gênio da raça José Mojica "praticamente" Marins. [Leia mais!]
08:53:03 - hunter - 1 comentário

03 Outubro

Vale tudo

Deu n'O Glóbulo: "Mel Gibson vai falar dialeto maia em seu próximo filme".

Já posso ver o babacão na telona, engrossando a voz: "Só não vale dançar homem com homem" etc. etc.
18:25:40 - Pinto - 5 comentários

.:: mês anterior :: :: :: :: October 2005 :: :: :: :: próximo mês ::.