:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Eu me envergonho

O lado B do Je me souviens.


.:: mês anterior :: :: :: :: December 2005 :: :: :: :: próximo mês ::.

27 Dezembro

Retrospectiva 2005

A sacoleira do ano (d'après Agamenon Mendes Pedreira)

Me chama que eu vou, ê-ô ê-ô!

Eliana Tranqueira, sócia da Daszoo, sofisticado megacriatório de peruas tipicamente paulistano.

A exemplo do global trader chinês Daslaw King Kong, conhecido Rei da Selva da 25 de Março, pagou o maior mico este ano.

Congregada mariana, pessoa da melhor estirpe, tradicionalmente ligada ao sobrenome, Eliana Trambichesi viajava pras Oropa, comprava muamba a 1,99 reau e revendia às madama dasqui por 1,99 mil.

"E a Receita, Eliana?", perguntei eu.

"A receita é essa aí mesmo", respondeu ela. "Dasfu!".

Quase finda o ano junto com Paulo Dasluf num xilindró da PF, apelidado de "Gaiola Daslôka", mas obteve um habeas dascorpus e acabou liberada.

Está confiante que seus negócios em 2006 vão dar aquela famosa "guinada de 360 graus": abrirá um shopping voltado à gentinha, batizado de Das Who?

É o daslumbre que daslucro, como escreveu Carlos Marques em "Das Kapital".

(Obs.: Não gostou do post? Então vá dascu!)
10:00:00 - Pinto -

13 Dezembro

Eu me envergonho de uns lances aí

Eu nunca soube onde pôr o acento na expressão "succès d'estime" – e só soube agora por conta do Oráculo de Googles, sempre prestativo e enigmático. Salvo engano (pra citar um articulista deste fim-de-semana nos jornais, que emprega a expressão mais gasta do vocabulário marxista robertoschwarziano, juntamente com "isso posto", sic, claro), deve ser por isso que eu nunca emplaquei sucesso algum, de público ou de crítica – com a honrosa exceção do nosso blog e de sua nanoaudiência. Nosso igualmente enigmático colaborador Hubbell resumiu a questão num post jemesouviens sucinto, tempos atrás, mas eu sempre senti que devia uma resposta/complemento ao seu texto. Aqui vai:

Eu me lembro de ter tentado ser, sucessivamente, descolado, namorador, inteligente, enturmado, simpático, palmeirense, divertido, estudioso, deslumbrado, empreendedor, caboclo, cultivado, vagabundo, bom moço, marginal, disciplinado, deprimido, flanêur, mal-humorado e cínico. Consegui ser palmeirense.

(do nosso memorioso enviado especial ao litoral, a 9600 kbps)
14:54:00 - Zeno -

06 Dezembro

Trívia

Ao passar ao lado de um acidente com vítima, você:

a. Finge que não vê, acelera e vai embora?
b. Buzina para que os curiosos desobstruam a via?
c. Liga para o 193?
d. Verifica se está tudo bem com o veículo?

Parece trote, mas é uma questão, quase literal, do exame de renovação de CNH, aliás "carta" de motorista aqui em SP. É todo modernoso, feito online, e custa R$28,00 —mais um tanto se o sujeito optar por um "curso" antes, aliás obrigatório em caso de insucesso na primeira tentativa.

Entendeu agora por que o trânsito do Brasil é o que é? O sujeito que, pressupondo-se de um alfabetizado, carece de tomar aulas pra responder a perguntas desse jaez, e ainda assim bomba, merece ou não se estatelar num poste?

O ruim é que nesse caso ele acaba levando a gente junto.
13:28:16 - Pinto -

.:: mês anterior :: :: :: :: December 2005 :: :: :: :: próximo mês ::.