:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


A hora do DJ Mandacaru

Velharias musicais sempre fresquinhas.


.:: mês anterior :: :: :: :: May 2006 :: :: :: :: próximo mês ::.

30 Maio

Hoje vai ter festa lá no meu apê

E para animar a festa da reinauguração do HZ, o Companheiro Editor liberou verba, pequena porém suficiente para contratar Duke Ellington em quatro faixas.
Tonk (Pianistically Allied) e Drawing Room Blues foram gravadas em meados da década de 40 em duo de piano com o Billy Strayhorn. Warm Valley (conhecendo o priapismo do Duke, vocês podem imaginar em homenagem a quê foi feita a música) e Caravan, para mostrar que passamos, apesar dos latidos dos cães, dos miados dos gatos. Nas duas últimas, ajudando o rapaz ao piano, Charlie Mingus e Max Roach.

As aves que aqui gorjeiam

Deu na Bôia:

Dois meses após deixar secretaria, Chalita lança CD de músicas românticas

Cerca de dois meses depois de deixar o cargo de secretário estadual da Educação, após quatro anos na pasta, e de escrever 39 livros em 24 anos, Gabriel Chalita agora aposta na área fonográfica. Seu primeiro CD, "Gabriel Chalita Canta o Amor", foi lançado anteontem em Cachoeira Paulista (interior de SP) para 60 mil pessoas.
(...)
Com 13 canções -seis de sua autoria-, Chalita escolheu todo o repertório, que inclui "O caderno", de Toquinho, e "O que é, o que é?", de Gonzaguinha.
"Também compus algumas letras. Três delas fiz na mesma noite, durante um jantar no Spot [restaurante badalado de São Paulo]."
---------------------------------
O DJ Mandacaru se desobriga porque o Pinto já encomendou o seu.

.:: mês anterior :: :: :: :: May 2006 :: :: :: :: próximo mês ::.