:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


...ou então miojo

Nossas impressões sobre as cozinhas do mundo - a contrapartida sólida da Busca do Graal.


.:: mês anterior :: :: :: :: July 2006 :: :: :: :: próximo mês ::.

24 Julho

Chi fu

"Aceita cartão?" "Rá rá rá!!"

Pela primeira vez aqui no blog um restaurante é resenhado pela segunda vez. A desculpa é que agora fomos à filial do Chi Fu, na Barão de Iguape, próximo da Editora Ática e de mais um punhado de outros restaurantes chineses parecidos e de uma lan house com um gorila de boate na porta, o que sempre dá asas à imaginação pra adivinhar que modalidade de Counter Strike se joga lá dentro. Com a presença de três membros do blog à mesa, façanha logística comparável à invasão japonesa da Manchúria, começou a disputa gastronômica: porções pantagruélicas (obs do revisor: adjetivo vetado em resenhas gastronômicas: trocar por "caralhais") de mariscos, siris, enguias e camarões vieram à mesa e foram liquidadas mais rapidamente que o tempo que se leva pra falar "Será que a Secretaria de Saúde Pública já visitou alguma vez este lugar?".

Os acompanhamentos do reino vegetal variavam da trivial ervilha torta (obs do revisor: boa aliteração), que envolve complicada operação sintagmática para ser pedida, ao misterioso feijãozinho preto, parente da soja, com três ou quatro grafias diferentes no cardápio e que tem gosto de figo seco, daqueles de festa de natal. Cogitou-se até uma cobertura completa de reinos, com uma possível porção de pedras fumegantes a serem devidamente chupadas, mas este papel foi preenchido pelos siris.

Quanto aos demais quesitos, basta um ah multiplicado: o atendimento, ah, o atendimento, que propicia o divertido jogo de salão "Qual será a garçonete menos mal-humorada?". O uísque, ah, o uísque, um legítimo Old Eight que serve também de desinfetante para a mesa de plástico. Os demais convivas, ah, os demais convivas, com a função acessória de display do cardápio ("Eu quero aquilo ali que eles tão comendo"). A conta, como se pode ver na foto acima, ah, a conta, de longe o que o restaurante tem de melhor. Mesmo que se queira duvidar de um ou outro lançamento (o de 25 reais, francamente, acho que não foi o que pedimos), pode-se sempre acreditar na justeza do ábaco chinês que transforma 102 reais em 129.

Cotação: baixou pra 8 miojos, mas me dá um ábaco desses que eu subo.
06:53:00 - Zeno -

.:: mês anterior :: :: :: :: July 2006 :: :: :: :: próximo mês ::.