:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Todos

Todos os posts do mês. Para selecionar uma seção, clique no menu ao lado.


.:: mês anterior :: :: :: :: December 2006 :: :: :: :: próximo mês ::.

30 Dezembro

Por último, apago a luz

Com um agradecimento especial, já de praxe, aos infatigáveis pupilos do hexaglota Patrick Dimon e do dileto e dietético dr. Atkins, que morreu do próprio mas segue vivo no coração de cada fã, a gerência comunica que fará uma breve pausa (será?) e deseja à distinta nanoaudiência um 2007 pleno de:
- superávits primários nas próprias carteiras;
- ofertas imperdíveis de poesia, vinho ou virtude, à vossa escolha;
- notáveis aumentos de pênis, de si ou de outrem, a gosto;
- falências múltiplas de ditaduras, facções criminosas (estatais ou não), cias. telefônicas, linhas aéreas e bancos —por redundante que isso possa parecer;
- retomada do viés de aumento dos "juros que te amo";
- boas lembranças, boa música, boa comida e boa companhia à vontade.

Saúde e Feliz Ano Novo!
00:00:00 - Pinto - 2 comentários

28 Dezembro

Para terminar o ano com a moral levantada

Como presente de fim de ano para os tiozinhos que freqüentam o blog, os oito minutos mais rápidos que vocês já viram. No próximo ano nosso Redator Chefe Pinto estará "disponibilizando" fotos de homem pelado (mas não as dele) para a nossa audiência feminina.

Boas festas, boas companhias, boas bebidas a todos.
11:53:42 - Zeno - Comentar

26 Dezembro

Operário Padrão

O ano chega ao fim e, como sói, é hora dos cânones. Nós aqui outorgaremos o Troféu Fagundes aos profissionais que se destacaram na sua área de atuação. Ajude-nos a escolher o vencedor dentre os seguintes finalistas:

- Sausto Filva, apresentador
Por lustrar como ninguém os egos dos artistas que vão defender um cachêzinho no seu programa e pela autoria da frase "Não existe empresa perfeita. Mas se tem uma quase perfeita para trabalhar é a Globo".

- Bedro Pial, jornalista
Autor da hagiografia do jornalista Moberto Rarinho e sucessor direto de Namaral Etto e Narmando Ogueira nas crônicas do Brasil Grande, concorre pelo conjunto da obra.

- Ainaldo Razevedo,
jornalista
Por enfatizar "a profissão de fé na democracia e na liberdade de imprensa" do cidadão que o emprega, Coberto Rivita.

- Troberto Roster, economista da Febraban
Por sustentar publicamente, dia após dia, que os juros estão pela hora da morte e quem mais perde com isso são os bancos.

- Paniel Disa, jornalista
Pelo "self-Google" diário com que brinda seus superiores para mostrar o quanto é pimpão, não sem antes expurgar os links que não lhe sejam lisonjeiros.
22:52:12 - hubbell - 3 comentários

Papa's Got a Brand-New Bodybag

So good, so good...

James Brown (1933-2006), father of soul, now the soul itself.
09:35:06 - Pinto - 2 comentários

Assim na terra como no céu

Se a gloriosa TAM dispensar aos seus empregados dos ares o mesmo tratamento que dá aos que ficam no chão, nós tamo fu.

Mais sobre a lambança da TAM nós já havíamos advertido (como dizem os editorialistas do Estadão) aqui.
09:30:52 - Pinto - Comentar

22 Dezembro

Filmes de 1,99

Faço minhas as palavras do Ricardo Calil, minha bússola cinematográfica.

De acordo, companheiro Zeno?
08:35:29 - Pinto - 1 comentário

21 Dezembro

A frase

"A imprensa escrita brasileira só não tem opinião no horóscopo. Até a seção de meteorologia é suspeita..."

— Paulo Henrique Amorzinho, ou Amorim, que anda com a conversa afiadíssima no seu (dele) blogue.
14:42:02 - Pinto - 2 comentários

20 Dezembro

Finalmente o mapa da(s) mina(s)

Assédio sexual no local de trabalho.

(crdt: o americanista mateus kinsey)
23:59:53 - Zeno - 1 comentário

Enquanto Bial e BBB 7 não vêm...

Nosso funcionário do mês é Reinaldo Azevedo.

Rodrigo Vianna só não levou porque não é mais funcionário.
21:23:16 - Pinto - 1 comentário

18 Dezembro

Há males que vêm para o bem

Deu no UOL: "Após facada, ACM Neto está 'lúcido e orientado', diz boletim médico".

Lôco, né?
19:25:02 - Zeno - 3 comentários

15 Dezembro

Sivuca (1930 - 2006)

Do jeito que vai, esse DJ corre o risco de ser transferido para a editoria de obituários.
Cinco do Sivuca prá vocês:

Da Cor do Pecado
Fita Amarela
Céu e Mar
Minha Saudade
Caravan

14 Dezembro

Manxetes do Grobo

Quem lê tanta nutiça?

...já português neguinho deixa para aprender quando vai fazer faculdade de jornalismo. Dá nisso.
23:46:18 - Pinto - 1 comentário

Laetitia Casta. Eu, nem tanto

O trocadalho do título é melhor que a foto.
15:16:34 - Pinto - 1 comentário

Jornalismo com descontos incríveis

"De acordo com a revista [Veja], 'Luiz Inácio Lula da Silva juntou a fome com a vontade de ser presidente da República'. Na noite da chegada de [Mário] Rosa [repórter] a Vitória da Conquista, na Bahia, o deputado Jaques Wagner (PT-BA) esperava na fila para usar o telefone na portaria do hotel e ouviu uma conversa do enviado especial com algum de seus superiores, na qual ele relatava as dificuldades encontradas para ridicularizar a viagem de Lula mas dizia que mais adiante ainda conseguiria fazê-lo, conforme determinava a pauta. Para contornar o mal-estar causado por seu descuido, no dia seguinte o repórter enviou um bilhete ao candidato, assegurando que estava ali para fazer um 'trabalho sério'. Atendendo um pedido meu, Lula falou com Rosa por mais de duas horas no ônibus, entre uma cidade e outra. Nada do que foi dito apareceria na 'reportagem' —um texto 'editorializado' com o único objetivo de desmoralizar o candidato e a Caravana da Cidadania. Quando perguntei a Rosa por que não tinha aproveitado nada da conversa com Lula em sua matéria, ele sorriu e disse: 'Eu estava interessado em fazer apenas uma primeira análise psicológica do candidato'."

(completando nossa série sobre resenhas iniciada aqui, foi aí um ilustrativo trecho de do golpe ao planalto, de ricardo kotscho, cia. das letras, págs 189-90, em que se aprende muito sobre rosas, reputações, trabalhos sérios e psicologias em geral)
00:24:10 - Pinto - Comentar

13 Dezembro

Acostume-se a isso

Na ausência do titular da coluna, este escriba permite-se sente-se quase que na obrigação de recomendar Get Used to It, faixa-título do novo CD do Brand New Heavies.
10:55:07 - Pinto - Comentar

Tolkien revisitado

Bar. Três homens e três mulheres.

(Ela1) - Cês viram essa história do piercing da menina da Playboy, a tal...?

(Eles) - Karina Bacchi.

(Ela2) - Pra mim é golpe, parece aqueles de pressão, não de furar.

(Eles) - Hmm.

(Ela3) - E não atrapalha? Não obstrui nada por ali, não?

(Eles) - Não.

(Ela1) - E essa história de leiloar o piercing, pra mim é truque de marketing.

(Eles) - É.

(Ela2) - Além do mais, quiéqui o cara que ganhar o leilão vai fazer com o piercing? E como ele sabe que é o verdadeiro, o usado nas fotos?

(Ele1, telepaticamente para os outros dois) - Falo eu ou falam vocês?
10:46:08 - Zeno - 5 comentários

12 Dezembro

Haganá com descontos incríveis!

"[Guilherme] Fiuza relata o caso ocorrido com David Zylbersztajn, levado à direção da Eletropaulo: encontrou um fabuloso contrato com uma empresa de vigilância no qual cada hora de trabalho de um vigilante representava o inacreditável valor de 28 dólares. 'O responsável explicou-lhe que, infelizmente, não existiam no mercado seguranças confiáveis por um valor inferior àquele. Zylbersztajn não prolongou a conversa: '— Não tem mais barato? Ok, então rescinde todos os contratos. Acabou a segurança. Por esse preço, prefiro o ladrão'".

(da resenha de Paulo Roberto de Almeida, no nomínimo, sobre o livro do jornalista Guilherme Fiuza, "3000 dias no bunker - Um plano na cabeça e um país na mão")
17:58:38 - Zeno - 3 comentários

10 Dezembro

Fidel já pode ir

A torcida era tanta que estimamos antes, mais de ano antes, mas foi só hoje.

Que sua alma —se a possuía— arda nos confins do inferno —se o há— até o fim da eternidade —se acabar, que tenha prorrogação.
16:26:51 - Pinto - 13 comentários

tratado e bem

pois bem.
levados a circunstancias fotointelectoalimentares, demos c/ nosso grupo submerso em simpatia, eficácia e estética culinária na baixa bela cintra, já chegada no fim, e sentados num quintal coberto brincando e rindo quinem crianças feliz.
era o tordesilhas, cercando-nos de sabores brasileiros q'eu só sabia tão gostosos e diversos na boca da minha infancia.
[Leia mais!]

Senta que o Timão é manso*

Assopro & assento

São Paulo (HZ) — Uma decoração original tomou conta do Parque São Jorge neste domingo. Para celebrar a sofrida manutenção do Corinthians na primeirona e atrair mais público aos jogos, fiéis torcedores do Timão resolveram inovar e promoveram um "assentaço" no estádio, não sem antes acender uma vela em cada cadeira. A inusitada mobilização serviu também para aliar as preces de agradecimento pelo feito ao costume daquela torcida de ver os jogos levando algo no traseiro antes mesmo de a bola rolar.

Não é por causo de que tem aí o resseço dos jogo onde que a gente vamos perdermos essas mania e rompermos com as tradição do crube —, declarou um animado alvinegro.

— E a vela não incomoda? — quis saber a reportagem do HZ.

Se nóis apagar a chama antes, até que não — atestou o torcedor.

(crdt pelo título a posteriori : iarart)
11:16:26 - Pinto - 1 comentário

Provérbios contemporâneos anotados

A elite branca faz bronzeamento artificial.
00:16:03 - Pinto - Comentar

08 Dezembro

a pedra do rim

hannah arendt
é stone flower

sendo o tom o do trabalho
assim acabo pra ela

assim
sonho-me nelas e
enquanto tento entende-las
elas me realizam aos risos

e assim sendo
nem meus fins cabem nelas

sim
assim é a coisa mais feminina que existe

06 Dezembro

Acho que vou querer uma segunda opinião

Só ontem recebi três desses na minha caixa postal. Acho que meus amigos querem dizer alguma coisa, mas com carinho e com o Lou Rawls: "You'll never find someone who loves you the way I do".

Clique aqui, gentilmente, por favor.
17:08:30 - Zeno - 1 comentário

A cidade é um copo

E deu no Uol, sempre uma garantia de diversão matinal: "SP: Plano antienchente está na metade". Otimistas, perguntamos: a cheia?
09:30:00 - Zeno - Comentar

03 Dezembro

Bumerangue

"Are u talkin' to me?"

(crdt : roubado do picaresco LLL, que roubou de nós aqui)
15:30:23 - Pinto - 2 comentários

Código de Defesa do Consumidor é isso aí

Deu na mídia: A fábrica de defumados Black Mountains, em Powys, País de Gales, recebeu intimação para mudar o nome de um dos seus embutidos a fim de obedecer à legislação de embalagens e rótulos. "'Dragão galês' não é um nome apropriado", segundo a notificação recebida, "porque a carne usada na salsicha é de porco, não de dragão". "Não acho que nossos clientes imaginem que usamos carne de dragão em nossas salsichas", protestou o proprietário, Jon Carthew, "usamos a palavra porque a imagem do dragão é associada ao nosso país". Não interessa, afirma o Conselho do Condado de Powys. "O nome do produto não era suficientemente preciso para informar o comprador da real natureza da comida", afirmou um porta-voz.
Achamos que o nome "Conselho do Condado de Powys" não é suficientemente preciso para informar o público sobre a real natureza de sua função. Daqui pra frente, deverá trazer o nome "Conselho de Babás de Powys".

(crdt da nota e da obs: o americanista e galista mateus s.)
13:10:07 - Zeno - 3 comentários

01 Dezembro

Nada como uma boa concorrência

Os efeitos colaterais do excesso de passageiros extrapolam os congestionamentos no ar e nos aeroportos e vêm ao bolso. E de maneira sutil.

O programa de fidelidade da TAM alterou suas regras à discrição da empresa e agora diz a que veio com todos os clichês do engabelamento: "novo perfil", "especialmente criado para você", "adequar-se melhor às suas necessidades", "mais conforto e comodidade" etc.

A parolagem é a seguinte: um "desconto" ou acréscimo no preço já módico da passagem irá refletir-se no cômputo das milhas. Pagou menos, acumulou só 20% do trecho voado. Secou as burras com as tarifas cheias, levou até 150% das milhas respectivas.

Como as companhias nunca revelam a composição de tarifas X assentos em cada vôo, não seria lícito supor que a TAM vai reduzir a quantidade de assentos "promocionais" nem aumentar aqueles apropriadamente de "Top" —nenhuma alusão ao Fradinho do Henfil ("Top, top, top!"), por certo.

Não é ótimo?

O site da TAM pergunta, cândido: "Agora você escolhe de acordo com suas necessidades. PROMO, LIGHT, FLEX, MAX e TOP, como você quer comprar sua passagem?"

Eu quero comprar numa outra companhia. Mas não posso.
12:12:54 - Pinto - 2 comentários

Futuro do presente

Economia de FHC foi duas vezes mais medíocre do que a de Lula, diz Paulo Henrique Amorim.
11:20:50 - Pinto - 1 comentário

Futuro do pretérito

Amigos para sempre

Quem diria?
10:45:56 - Mathieu - 2 comentários

.:: mês anterior :: :: :: :: December 2006 :: :: :: :: próximo mês ::.