:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Todos

Todos os posts do mês. Para selecionar uma seção, clique no menu ao lado.


.:: mês anterior :: :: :: :: February 2007 :: :: :: :: próximo mês ::.

28 Fevereiro

Receita-minuto



(crdt pela lembrança e um dia inteiro de gargalhadas: nihongão)
20:08:39 - Pinto - 8 comentários

Hipopótamo Zeno e Christian Fittipaldi recomendam

O que aconteceria se o meu, o seu, o nosso Almirante Nelson se juntasse ao especialista, segundo ele mesmo, em "anões besuntados" e "a filha virgem da Gretchen", o primeiro e único Alexandre Pensador Inagaki, e ainda mais um monte de gente batuta que não conhecemos mas cuja procedência é garantida? A resposta está ao alcance de um clique: o melhor da blogosfera brasileira, agora sob um único portal guarda-chuva, apertadinho mas confortável, úmido, que troca facilmente de mão sem escorregar, de cabo grosso mas retrátil quando necessário e com as varetas saindo pra fora aqui e acolá - o que uma tia minha costumava designar como "lambança boa de sexta-feira". Com vocês, os Interney Blogs!!
14:36:55 - Zeno - 2 comentários

27 Fevereiro

E por que mudou de idéia?

13:41:21 - Pinto - 2 comentários

Nós não, mas ele sempre se supera

Toninho é que é malvadeza?

Falando nele, André Dahmer é nosso pastor e gargalhada não nos faltará.
12:52:55 - Pinto - 1 comentário

A Atlas imita a vida

Dando seqüência aos posts com nome de elevador, resulta que© uma simpática senhora vem a ser ascensorista do prédio onde funciona a fiRma. Mulher humilde nas aparências, adora ler. E os condôminos do prédio, à falta de idéia melhor (pagar o mesmo salário para ela concluir os estudos, por exemplo, que ascensorista é como jaboticaba: só tem aqui), lhe presenteiam com livros que ela consome ávida e, pelo jeito, indistintamente. Aí se revela a ironia da coisa. Ela alterna "Pantaleão e as visitadoras" com romances água-com-açúcar do gênero Barbara Cartland e outros de tom religioso, como livros psicografados, e manuais da auto-ajuda mais sem-vergonha que há.

Sobe ou desce?
10:15:37 - Pinto - 1 comentário

O nome da rosa

Procura-se um microconto inspirado nos quadrinhos do André Dahmer que comece (e que termine?) assim:

Teixeira, Duarte e Pestana se encontram e resolvem fundar uma Associação com fins lucrativos para as pessoas que se chamam Teixeira, Duarte e Pestana. O sucesso da empreitada é ansiosamente aguardado.

(recordar é viver: além da série dos "Procura-se", imitada até pela revista piauí, houve um tempo neste botequim em que se cometiam microcontos pastichentos de grandes escritores. Já fomos melhores, nós e o país).
09:36:55 - Zeno - 3 comentários

24 Fevereiro

Existencialista de Schindler

"Can't keep my eyes off of you"

— Esse é o tipo de problema que requer uma abordagem sartreana sartriana.

— Como assim?

— Um olho no gato e outro no peixe.
16:00:14 - Pinto - 3 comentários

21 Fevereiro

Tradição, família e propriedade com arquitetura de péssima lavra

CREA não, CREIA!

Ali habitariam demônios? Nas masmorras que se supõe haver no retiro espiritual dos Arautos do Evangelho, em Ubatuba, o único demônio aprisionado deveria ser o projetista —arquiteto é pedir muito— que rabiscou um castelo medieval no meio de um remanescente de Mata Atlântica quase virgem à tentação dos homens. Digo masmorras porque ninguém ergueria um castelo naquele feitio e iria esquecer logo delas. Sem mencionar, por assim dizer, outros "acessórios" quetais —grilhões, fosso etc.—, considerado que seus freqüentadores são uma gente que vive num mundo assombrado por demônios, capaz de meter medo até mesmo no pessoal da TFP. Nada mais natural que seu medievalismo se manifeste e tome forma, e que forma. Mesmo os mais santos precisam de um descanso para seus pensamentos mundanos, e vão buscá-lo justo em meio àquela lúbrica natureza, logo onde. Praia é pública e o Criador quis que ali coubesse todo mundo, muito embora até os laicos mais abastados mostrem um pouco de respeito e construam seus retiros minimamente integrados ao contexto. Como se trata de obra para louvá-Lo, o castelo rivaliza com Sua criação e é onipresente na paisagem. Até aí tudo bem, mesmo que com cinco séculos de atraso. Arte e arquitetura sacras, aé um certo tempo indissociáveis, já nos deram grandes legados e seria o caso de arriscar, mas...

A única questão é a seguinte: precisava mesmo ser um troço tão medonho?
22:49:45 - Pinto - 26 comentários

Cure sua ressaca com Hipopótamo Zeno



A década de 1980 fez muito mal a muita gente, é verdade. Repare só naquele cabelo oxigenado (pelo menos os mullets já tinham se ido) e, pecado dos pecados, no lencinho de poás combinando com a gravata: não há bom corte de terno que releve. No entanto, The Style Council interpretando "It's a Very Deep Sea" sobrevive às eras. No YouTube ainda não achamos a versão original de "The Paris Match", só uma alternativa com o Paul Weller que não faz frente aos vocais da Dee Dee Myers. Ficamos devendo para a próxima Quarta-Feira de Cinzas.
11:37:43 - Pinto - 3 comentários

16 Fevereiro

blogue inânico

iscrusive, aonde anda nosso churrasqueiro predileto, aquele que mata os boi a bala?
13:34:04 - George Smiley - Comentar

pifpaf

pterodáctilo, fui gostar do motta, na falha de hoje, falando maravilhas das cantoras de trielétrico (esqueçam, ñ tem na rede, só em papel).
[Leia mais!]

15 Fevereiro

Olha a Dieta do Dr. Atkins aí, genteeeee...!

— Hoje faz uma semana que estou de dieta.

— E aí, perdeu quanto?

— Sete dias.
10:30:00 - Pinto - 7 comentários

Shall We Dance?

Agora que você comemorou direitinho o Valentine’s Day, fique com conselho da Casa de Tolerância HZ e seus consultores Fred Astaire e Ginger Rogers:

Tomêitou, tomátou
Potêitou, potátou
Let’s Call the Whole Thing Off

14 Fevereiro

Colorama

Deu no Globo: vocalista do J. Eqüestre perde 30% da audição.

Mas a voz —ah, a voz!— continua aquela maravilha.
15:50:51 - Pinto - 5 comentários

Pautando sempre para pautar melhor

E continuando com os gerúndios e prosseguindo em nossa modesta contribuição de melhorar as pautas da grande imprensa, eis que mais um veículo nobre copia idéia deste bloguezinho nanico (e velha, ainda por cima, de dezembro de 2003): a Piauí deste mês lança concurso entre os leitores, convidando-os a enviar relatos que aproveitem uma frase proposta pela revista. O prêmio será a publicação do texto do leitor no mês seguinte. Desejamos à revista melhor sorte que a nossa, já que a série "Procura-se" suscitou apenas um punhado de contribuições de nossos comentadores à época.
12:17:23 - Zeno - 7 comentários

Acadêmicas de início de ano

— dias depois da aula inaugural, o professor é abordado por aluno: "Puxa, fiquei sabendo que foi muito boa a Aula Magda deste ano!".

— em convite recente para a nova edição de uma revista, lê-se que o lançamento será precedido por "uma conversa informal a respeito da idéia de infinito".

[nota: já existe movimentação entre os membros da Redação no sentido de adotar a última frase como bordão multiuso aqui no botequim]
11:19:00 - Zeno - 10 comentários

Elogio em boca própria é vitupério

Você está ali?

A exposição é legal. O organizador é que é um pulha, e o curador, esse então...
11:00:00 - Pinto - 4628 comentários

Tudo o que você sempre quis saber sobre Paris, a escravidão no Brasil, a política brasiliense atual e demais mumunhas, mas não tinha ninguém pra perguntar

Eu me lembro, ah, eu me lembro, de nossa primeira visita ilustre ao blog – sem deméritos aos atuais comentadores, valha-me. Num post sobre um artigo do professor Luiz Felipe de Alencastro, em janeiro de 2004, o próprio resolveu visitar o botequim e responder de punho ao texto. Os anos, como sempre, fugiram pelo horizonte e eis que nosso grande historiador, professor da Sorbonne da Cátedra de História do Brasil, resolveu montar seu blog (crédito à menção no número 4 da revista do churrasqueiro com conceito, a Piauí): é o Seqüências Parisienses, de onde retiramos/roubamos duas contribuições: o trecho abaixo e um link sensacional de mapas antigos (já era dele a dica, em 2004, do site com as obras completas do Voltaire):

"Libération é um grande jornal. Mas Libération agoniza. Está ferido de morte pelo noticiário via Internet e pelos tablóides gratuitos. Em São Paulo e no Rio estes jornais grátis não ameaçam a imprensa por razões logísticas ligadas à distribuição [nota da redação: os boatos são grandes na direção contrária, professor]. Contudo, em Paris, onde cada boca de metrô tem pilhas desta praga, os estragos são grandes na imprensa paga. Sobretudo, como acontece no caso que vitima Libération, quando um tablóide distribuído gratuitamente é editado por jornalistas experientes tirados do jornal pago concorrente.
Pertenço à geração meia-oito que, em Paris, compra há décadas o Le Monde (um vespertino) à tarde para entender o mundo de hoje, e de manhã lê Libération para compreender o mundo que vem por aí. Nesta sexta, Daniel Schneidermann, um dos melhores jornalistas de Libération, publica um artigo pungente sobre a crise do jornal. O que será de nós se Libération morrer?"
00:32:30 - Zeno - 22 comentários

13 Fevereiro

Notas relevantes

Até beijar na boca?

- Como fazer tudo? A revista Pequenas Empresas Grandes Negócios explica, na edição de capa deste mês, mais da equação que vem tirando o sono de Stephen Hawking desde criancinha. Deus está por aqui de irritado.

- Você não pode deixar de perder! Gabriel Charuta vai dar um ciclo de palestras na Casa do Saber. Consta que o tema é o amor. Amor e saber não costumam andar juntos, mas é sempre bom contar com as exceções.

- Magna cum laude. E tem aquele picareta que deu um golpe na Columbia University fazendo-se passar por professor de Cultura Brasileira, ou o que o valha, usando o CV da Lilia Schwarcz (sistema Lattes dá nisso). É acusado de desviar milhares de dólares dos fundos que recebia. Foragiu-se no Rio. Cátedra é cátedra.
18:32:46 - Pinto - Comentar

Kassabiana

É só no que se fala, toda a Paris comenta: o pefelê trocou de nome pra pedê.

(crdt : cynix, pela observação)
14:47:39 - Pinto - 1 comentário

Da nova série “Posts musicais dedicados a...”

...a Gilberto Kassab, que poderia ter sido backing vocal de Walter Franco, no Festival da Tupi, em 1979. Agora, todo mundo junto!

12 Fevereiro

Aquilo deu nisso

Vem cá, aquela revista que apoiou tão convicta o não no plebiscito das armas, por razões sabe lá quais, é essa mesma que agora se indigna civicamente com o trucidamento do menininho?
11:36:29 - Pinto - 14 comentários

10 Fevereiro

fresquinha

no sesquipompéia um bando de velinhas e barquinhos ñ caem nem deixam a noite idem.
e c/ miele de cama, mesa e banho, um cagliordi quindaé galante na cantada.
e uns arranjo de don filó que só.
e moças bonita ainda.
veja vc
02:40:12 - George Smiley - Comentar

08 Fevereiro

Piza na zelite

Um arrazoado contundente contra os boçais da imprensa você lê aqui.
16:33:54 - Pinto - 8 comentários

Grandes Nomes da Semiótica

Rum Montilla. Hoje alegre. Amanhã? Bem...

Moshe Dayan, saussurando em som surround.

(este post é dedicado a anaag, kalu e outras sem-miólogas que, na falta do que mais fazer, freqüentam esta freguesia)
05:44:26 - Pinto - 3 comentários

07 Fevereiro

Rapidinha

— Cê viu o Kassab partindo pra cima do Kaiser?

— Kaiser da Silva. Queria ver ele avançar no Kaiser Guilherme II, por exemplo.

CNN News Update, com a frase do Mino que resume tudo:

O prefeito Kassab, pefelista, só esquenta a cadeira, os jagunços do governador Serra cuidam dele. Talvez isso explique tanta raiva.
18:32:40 - Pinto - 4 comentários

Plano de Saúde com baixos teores

(Fumante 1) — Sempre carrego pedrinha sobressalente pro isqueiro, pra não ficar na mão.

(Fumante 2) — Rapá, que idéia boa! Esse é o problema do zippo, uma hora acaba o fluido, outra a pedra, etc. Por isso tenho sempre um isqueirinho Bic de reserva, guardado na pasta.

(Fumante 3) — É como diz o ditado: um fumante prevenido vale por meio.

(crdt o meu, o seu, o nosso george smiley)
09:24:59 - Zeno - Comentar

06 Fevereiro

Conselho municipal

Prefeitos do Brasil, uni-vos: ao perder a cabeça, tenham pelo menos a decência de segurar a franga. Do contrário, vosso eleitorado, que é meio conservador, periga não reelegê-los. (Se bem que teve a Clodovéia...)

Fazei como o Gabriel Charuta: endurecei, mas sem perder a ternura jamais.
10:18:05 - Pinto - 1 comentário

São Paulo, São Francisco e Santa Ignorância

Agora virou moda "revitalizar" as ruas de São Paulo retirando postes, enterrando fios e dando uma mão de cal nas fachadas.

Melhorar, melhora, mas a premissa não é essa. E está virando lugar comum. Vem a iniciativa privada, como no caso da Oscar Freire e da Avanhandava, faz aquele rebuceteio e acha que pronto, voilà, urbanizou-se o caos.

O Minhocão e as marginais, por exemplo, não têm postes nem fios por perto. E são aquelas maravilhas.

E São Francisco é entrecortada de fios. E é São Francisco.

E Santa Ignorância? Passa bem, obrigado.
10:15:11 - Pinto - 3 comentários

05 Fevereiro

o homem que odiávamos amar*

aqui ele não podia faltar, inda mais pelos amigo, inda mais hojendia. [Leia mais!]

04 Fevereiro

À la recherche de l'élégance perdue



(crdt pela dica : cf lui même)
20:17:55 - Pinto - 5 comentários

03 Fevereiro

A cara da nossa política

Quando eu achava que era o FHC quem estava cada vez mais a cara do Clodovil (ou vice-versa, sei lá, mil coisas), me aparece um Arlindo Chinaglia. No duro, no duro, vai ver que essa moda pega. Repara bem.
15:53:15 - Pinto - Comentar

odobrounada

ele então parece
tinha enteendido
que cara metade
dava conta engraçada [Leia mais!]

01 Fevereiro

Desconto para estudantes

Aponte aqui seu lápis

(E as perguntas que não querem calar: que é "apontos"? que é "legeran"? "que é "eclipse"? que é "organização"? E a resposta a todas elas: puteiro no centro de São Paulo)
20:11:34 - Zeno - 4 comentários

.:: mês anterior :: :: :: :: February 2007 :: :: :: :: próximo mês ::.