:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Tectum Intuentes

Ociosidade produtiva - textos reflexivos, anotações íntimas, sacanagens e demais ressentimentos.


.:: mês anterior :: :: :: :: March 2007 :: :: :: :: próximo mês ::.

30 Março

Classificados (ou "Pra que serve mesmo essa merda de internet, hein?")

Senta aqui e balança

De um amigo atormentado por dívidas de jogo, mulheres e drogas (não necessariamente nesta ordem) adquiri esta maviosa cadeira do Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo, circa década de 1920 —pelo menos foi essa a lorota que ele me contou—, e estou enfrentando certa dificuldade em arrumar alguém que faça o restauro do sistema de molas, conforme foto acima.

Uma futura lactante agradece enternecida qualquer ajuda nos comentários.
14:21:59 - Pinto - 10 comentários

a SUDERJ informa: 999

Circunstâncias trabalhistas me fazem passar três dias por semana na aprazível cidade do Rio. Não sei quanto ao Romário, mas fiquei emocionado à beça por entrar no Maracanã pela primeira vez domingo passado e por vê-lo marcar o 999, ainda que do lado errado da História (assisti ao jogo nas novas cadeiras azuis, antiga Geral, embaixo da torcida Raça Rubro-Negra, que bota a percussão pra tremer o estádio inteiro e junto as novas reformas do Pan). Neste próximo domingo faço as pazes provisórias com Eurico Miranda e vou ver o jogo ao lado dos meus recém-irmãos vascaínos, à espera de que a História entre novamente em campo e abençoe umas 50 mil pessoas pelo resto de suas vidas um tanto mais felizes por obra e graça Dele (Romário, claro).
13:03:17 - Zeno - 3 comentários

27 Março

Quem manipula quem

Uma metaexplicação (perdão, leitores!) sobre o mundo digital e mais um pouco que vale por um bifinho, cortesia do amigo Armustus (o dos arbustos). Pode perder os 4'30" que vale:

11:14:56 - Pinto - 3 comentários

21 Março

Aconteceu num blogue que não é meu

O sempiterno Pedro Doria evoca, como sempre, um assunto bacana: a semelhança genética entre judeus e palestinos. Mas bom mesmo foi o comentário (cometido às 2 da manhã!), que reproduzimos aqui na íntegra, da lavra de um certo Mico Monoteísta em Devaneio: [Leia mais!]
15:00:00 - Pinto - 2 comentários

08 Março

Paciência. Uns podem, outros têm

Jó durante o job

Roubado daqui.
21:45:50 - Pinto - 1 comentário

07 Março

arquieetimologia p'os-birinaites

amplo-sexões falam 'spirit'.
depois de vários spiiriits falam 'gimme morshpirittes'.
depois ainda, semi-empenados, shbiridids.
mais adiante, seus amigos corrigem, 'non nom izzbírides'.
do grego, entendi? ladtinos.
ainda além -pós diversas- da imaginaçhão do grubo, isbiritash.
no dia seguinte, ash birítash, q'era no rio.

e no houaiss etc (que só tomavam vinho) sai umas 'biritas'.

05 Março

Tão triste como ele

Desde que os 47 Contos do Juan Carlos Onetti foram lançados, no fim do ano passado, estamos devendo uma resenha à altura do impacto absurdo que a leitura nos causou/tem causado/ainda vai causar pelos próximos anos, a confiar no que diz o autor do belo prefácio da edição da Companhia das Letras. Enquanto isso não acontece, queríamos deixar a preciosíssima dica de um site espetacular, garimpado nas águas da rede por conta desta paixão onettiana recente, que é o Onetti. Juan Carlos Onetti, com tudo, absolutamente tudo sobre o escritor uruguaio, e ainda por cima com o melhor layout de site que vimos nos últimos tempos: todas as informações arrumadas à esquerda, com menus perfeitos, navegabilidade limpa e direta, trabalho abnegado de fã modestíssimo (não conseguimos localizar os créditos de autoria), de tirar o chapéu. E o endereço do site, então, é puro trocadilho onettiano: onetti.net. Cliquem, cliquem, cliquem: não há rigorosamente nada mais importante a se fazer nesta segunda-feira do que passear pelas páginas do site.

E de quebra, um protesto de quem já foi acusado, aqui no botequim, de mania de arrumação de livros: quando comprei o livro de contos, eumesouviei de ter um romance do Onetti em casa, comprado ainda na década de oitenta, mas chequei na seção da estante de livros latinoamericanos e nada. Devo estar enganado, Tico e Teco enferrujados, etc. No fim de semana, resolvi arrumar a parte da estante com literatura brasileira e eis que o Junta-Cadáveres pula à minha frente, ultrapassando com galhardia os muitos volumes do Graciliano e do Machadão. Moral da fábula: quem tem TOC ganha sempre livros novos-antigamente-desaparecidos.
13:00:56 - Zeno - 1 comentário

03 Março

Mais uma vez o mundo se curva

Pra você ver o que é a "cognosciência preemptiva", aliás "chute certeiro", no popular: "cagada". No Seminário Web 2.0 promovido pela fiRma outro dia, os caras agora se referem (a sério) à dispersão motivada pelo excesso de emissores como... "nanoaudiência".

O termo apareceu pela primeira vez aqui, da lavra do nosso redator-chefe Zeno, por puro chiste betuminoso (como de resto tudo o que aqui se faz), logo depois do anúncio do iPod nano, coisa de... dois anos atrás, talvez? Tudo bem, pode ter aparecido simultaneamente em zilhões de lugares, era natural. Mas que eu li primeiro neste tímido e espalhafatoso blogue, isso eu li.

Outra coisa: Marcelo Coutinho, cabeça pensante do Ibope e um dos melhores palestrantes do evento, demoliu o deslumbramento de boa parte dos presentes com os EUA, avisou que o buraco da net brasileira é bem mais embaixo (números são números) e saiu-se com a melhor frase do seminário, sobre o cultuado Second Life, algo assim: "Quando há tanta gente procurando uma segunda vida, a primeira não deve estar lá essas coisas".
10:57:51 - Pinto - 3 comentários

.:: mês anterior :: :: :: :: March 2007 :: :: :: :: próximo mês ::.