:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Tectum Intuentes

Ociosidade produtiva - textos reflexivos, anotações íntimas, sacanagens e demais ressentimentos.


.:: mês anterior :: :: :: :: May 2007 :: :: :: :: próximo mês ::.

21 Maio

Insulfilm ou vidro jateado?

"O grande período da visão se inicia, em verdade, no século XIX, com a modernização das cidades, quando as grandes estruturas de ferro e vidro abrigam as exposições internacionais, as bibliotecas, as lojas de departamento (os grands magasins), e se generaliza nos lugares públicos o emprego das janelas rasgadas e das vitrinas. A caricatura, a crônica, o romance da época irão comentar com extraordinária agudeza o engodo dessa conquista recente que, na expressão de Baudelaire, irá permitir ao pobre, enfim, contemplar de perto a alegria do rico."

Gilda de Mello e Souza, "Variações sobre Michelangelo Antonioni".
19:37:29 - Zeno - 4 comentários

14 Maio

Está faltando homem neste blog

A Inbox recebeu, semana passada, o texto a seguir e faltou redator com coragem de assumir a autoria da postagem, por razões que ignoramos, mas arriscamos associar com a visita papal. Assim sendo, omitiremos também a autoria do remetente, mas publicaremos o texto na íntegra, num ato de rebeldia contra a censura que se abate na imprensa urbi et orbi. [Leia mais!]
10:24:03 - hubbell - 2 comentários

11 Maio

A terceira margem da Dutra

Nós, que tantas vezes fizemos e fazemos o mesmo trajeto, descobrimos e recomendamos, para deleite da nanoaudiência, Dois rios e uma ilha de concreto, do Lucas Dantas Loureiro (nome de deputado, prefeito ou juiz, embora suspeitemos que não seja nada disso).

A entrevista dele ao "monologue show" do Jô Soares é coisa fina.
11:58:34 - Pinto - 1 comentário

10 Maio

Sabe a última do Papa?

Sempre alentei o sonho de ter um negócio próprio, uma lanchonete no melhor estilo leblonense, chamada "Sumo Pontífice". Mas digressiono.

O propósito deste post é contar aquela do Papa diagnosticado doente, tal como me foi relatada pelo amigo Armustus (aquele dos arbustos, que por sinal não tem Jesus no coração): [Leia mais!]
18:50:15 - Pinto - 3 comentários

Navegue na internet você também!

Passeando preguiçosamente pelo blog LLL, do inenarrável Lúcio Lasca o Léxico, trombamos com a seguinte nota, com a gentil menção a um de nossos bordões:

Um lugar para se viver

Surge um novo Eldorado brasileiro. Um lugar cheio de belezas e oportunidades, onde a esperança de igualdade há de renascer. Um lugar onde a pujança econômica não deixará para trás seus filhos menos afortunados. Um lugar onde os homens públicos se comprometerão com o exercício pleno do altruísmo, na luta pelos direitos de seus concidadãos. Enfim, um lugar que resgatará o verdadeiro espírito dos brasileiros de boa índole. Bem-vindos, então, ao Maranhão do Sul! E você ainda pode morar em um município chamado Nova Iorque. Lôco, né?

Se você clicar no link da Wikipedia sobre "Maranhão do Sul", descobre coisas batutas como "Tenha cuidado ao ler as informações do verbete, que não respeitam o princípio da imparcialidade". Ao clicar no verbete "Sebastiã* Madeir*", o deputado proponente da criação do novo Estado, você será brindado com a informação de que um algoz do deputado, José Henriqu* de Carvalh* Paiv*, foi morto em circunstâncias, hum, misteriosas. Uma googlada além e você pode encontrar uma fala do deputado Francisc* Escórci*, também do Maranhão, sobre o nebuloso caso. Ah, essa internet, sempre uma caixinha de surpresas, com cartuchos e asteriscos de diferentes calibres.
07:55:00 - Zeno - 1 comentário

.:: mês anterior :: :: :: :: May 2007 :: :: :: :: próximo mês ::.