:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


A hora do DJ Mandacaru

Velharias musicais sempre fresquinhas.


.:: mês anterior :: :: :: :: May 2007 :: :: :: :: próximo mês ::.

25 Maio

Achados e perdidos

Onde tu tá, neném?

A distinta nanoaudiência pode até duvidar, mas eu também tenho um coração.

Quando pequeno, ele batia no ritmo de xote, xaxado e baião.

Os tios ensinavam como o avô, que morreu bem antes de nascer, escutava Luiz Gonzaga em casa, com filharada em volta (foram 18, de duas viuvezes e um derradeiro em que viúva ficou a esposa), trocando as agulhas do gramofone à medida que iam se gastando.

E tinha o outro avô, este que eu conheci e morreu com 93, tocando as mesmas músicas no violão para os 16 filhos, desta feita com a mesma mulher, afora alguns possíveis clandestinos.

E o tal coraçãozinho batia feliz, eu achando aquilo tudo uma maravilha e aprendendo a enxergar beleza na vida daquele jeito. Poesia, enfim.

Aí veio o CD e a coleção de vinis do Velho Lua perdeu-se com o tempo. Algumas coletâneas fajutas suprimiram a falta, outras edições saíram avulsas. Mas um álbum em especial jamais havia recuperado: Chá Cutuba. Procurei, procurei e nada. Faz o quê? Uns dez anos que o DJ Mandacaru sabe dessa conversa, mais de 20 que eu procuro.

Pois não é que o homem achou o troço hoje?

Alguém sabe como faz pra gravar o stream? Melhorar a qualidade? Ter em CD nem pensar né?
11:36:52 - Pinto - 4 comentários

10 Maio

Dominus vobiscum

Ratão na área, infernizando a vida dos paulistanos e palpitando adoidado sobre o uso do aparato reprodutor que deus nos deu.
Para manter a homeostase do sistema e honrar a tradição democrática do HZ, vamos dar a palavra ao outro lado.
O Satanique Samba Trio é de Brasília. Mistura punk, samba e clássicos na sua música. Do seu disco Misantropicália (2004), separei Seis temas tropicais para Mestre Lúcifer (1,4MB), Dança das quiumbas (15,6MB) e Deus odeia samba-rock (1,5MB).

Amém.

08 Maio

Convite para ouvir Maysa n4 (1959)

Faixas

1. Você
(Maysa / Henrique Simonetti)

2. Pelos Caminhos da Vida
(Tom Jobim / Vinicius de Moraes)

3. Noite de Paz
(Dolores Duran)

4. Exaltação ao Amor
(Tom Jobim / Vinicius de Moraes)

5. Tema da Meia-noite
(Nazareno de Brito)

6. Nego Malandro do Morro
(Maysa)

7. Amargura
(Alberto Ribeiro / Radamés Gnattali)

8. Deserto de Nós Dois
(Maysa / Henrique Simonetti)

9. Toda Tua
(Maysa)

10. Outra Vez
(Tom Jobim)

11. Malatia
(Armando Romeo)

12. Dois Amigos
(Ary Barroso)

Aqui.

07 Maio

Convite Para Ouvir Maysa n3 (1958)

Faixas

1. Mundo Vazio
(Amauri Medeiros / Antônio Bruno)

2. Saudades de Mim
(Maysa)

3. Candidata a Triste
(Paulo Tito / Ricardo Galeno)

4. É Preciso Dizer Adeus
(Tom Jobim / Vinicius de Moraes)

5. Eu Não Existo Sem Você
(Tom Jobim / Vinicius de Moraes)

6. Pedaços de Saudade
(Édson Borges)

7. Fala Baixo
(Maysa / Henrique Simonetti)

8. Suas Mãos
(Antônio Maria / Pernambuco)

9. As Praias Desertas
(Tom Jobim)

10. Maria Que É Triste
(Maysa / Henrique Simonetti)

11. Bom É Querer Bem
(Fernando Lobo)

12. Conselho
(Denis Brean / Osvaldo Guilherme)

Aqui.
10:19:00 - DJ Mandacaru - Comentar

04 Maio

Convite Para Ouvir Maysa n2 (1958)

Faixas:

1.Meu Mundo Caiu
2.No Meio da Noite
3.Bronzes e Cristais
4.Por Causa de Você
5.Bom Dia Tristeza
6.Felicidade Infeliz
7.Bouquet de Isabel
8.Mundo Novo
9.E a Chuva Parou
10.Caminhos Cruzados
11.Meu Sonho Feliz
12.Diplomacia

Aqui.

03 Maio

Maysa lida, Maysa ouvida

Preparem-se para ouvir falar muito em Maysa, a grande cantora cantora brasileira que se estabacou na ponte Rio-Niterói trinta anos atrás. Maysa é tema de uma grande biografia do nosso chapa Lira Neto, que será lançada até o final do mês (a canalha da imprensa já recebeu o livro para resenhas -- todas, sem exceção, altamente elogiosas). Parece que a Globo também está preparando uma minissérie sobre a moça, a ser dirigida pelo seu filho Jayme Monjardim.

A idéia é a seguinte: para variar, praticamente não existe nada de Maysa nas lojas de disco. Pode até ser que o furdunço gerado pela biografia acabe despertando as gravadoras do seu sono letárgico. Enquanto não passa o efeito do Lexotan, o blog de serviços HZ está tomando suas providências. Postarei com periodicidade errática a discografia completa da moça. Parte desse material foi desentranhado de sebos diversos all around the world pelo meu amigo Sérgio Ximenes (www.sombras.com.br), a quem rendo meu preito de eterna gratidão.

Os detalhes de cada disco podem ser lidos no "Maysa - Só numa multidão de amores", em breve nas melhores casas do ramo. Quem acha que isso aqui é merchandisng disfarçado do livro, pode ficar sossegado: é mesmo. Os discos estão ripados em 224 kbps, mais do que suficientes para a idade média dos tímpanos complacentes da nano. Os arquivos estão compactados em formato RAR e depositados no armazém digital MediaFire. Os downloads são gratuitos.

E o primeirão é...o primeiro da Maysa "Convite Para Ouvir Maysa", de 1956. A pressão do marido e família era tanta, que nem a foto da moça pôde ser colocada na capa. O repertório, todo composto por ela, uma garota de apenas 19 anos, é formado por: Ouça, Marcada, Adeus, O Que, Resposta, Não Vou Querer, Agonia, Quando Vem a Saudade, Tarde Triste, Rindo de Mim, Voltei e Vem Comigo. De deixar a mocinha do Evanescense parecendo uma catita Carmen Miranda. O arquivo tem 53 MB e inlcui algumas faixas-bônus que não constavam do 10" original.

Aqui, o link.

.:: mês anterior :: :: :: :: May 2007 :: :: :: :: próximo mês ::.