:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Zenices

Pensamentos de Zeno acrescidos de pérolas de igual verve vindas de procedência vária.


.:: mês anterior :: :: :: :: February 2008 :: :: :: :: próximo mês ::.

25 Fevereiro

É por isso que ele é tutty

"Segunda-feira nervosa. A crise americana pegou em cheio a economia informal brasileira. Já tem camelô por aí vendendo dólar a R$ 1."
18:43:52 - Zeno -

19 Fevereiro

Abaixo da terra

Na linha verde do metrô lotado noto uma pichação sobre o mapa indicando a estação Sumaré, onde também se lê, em letras miúdas, "Santuário Nossa Sra. de Fátima": "Abaixo a idolatria!". E me pego pensando se o maior idiota foi o sujeito que pichou, o que quis o letreiro assim ou eu, que perdi meu tempo reparando nisso.
22:39:21 - Pinto -

15 Fevereiro

Servindo bem para servir sempre

Reunidos até altas horas num bar da moda, ontem, boa parte da equipe editorial deste espaço junto com a deste aqui chegou à original conclusão: o que insere a cidade de São Paulo no "Primeiro Mundo" (perdão, leitores) é a qualidade do serviço de seus bares e restaurantes. O resto é rebotalho, nóis é nóis e o resto é bosta e ingual que nóis aqui mais perto só tem nos USA.

Explico: a leva de imigrantes atende muito bem os comensais aqui circunscritos, garantindo a qualidade dos repastos e jamais permitindo uma espera de, digamos, 30 minutos —ao contrário do que sói acontecer fora dos limites desta metrópole e, curiosamente e sobretudo, na terra de origem destes mesmos serviçais.

O fato de os mesmos 30 minutos não serem suficientes para, digamos, cruzar dois quarteirões num engarrafamento qualquer e chegar a um desses bares e restaurantes é um detalhe irrelevante e não foi, claro, levado em conta nesse certame.

Em tempo: procuramos ouvir a opinião de Letícia Salmonella, especialista em gastronomia, urbanismo e recursos hídricos, mas ela não estava "imediatamente disponível para comentários" —alguém aí mais se sente agredido com essa tradução fajuta dos despachos das agências de notícias? E alguém mais aí se sente admoestado com a súbita sapiência de Letícia Salmonella na grande míjia? E alguém aí se sente instigado com o resultado da nossa análise?
11:05:47 - Pinto -

14 Fevereiro

Zebra

Veja como é ruim a imprensa nativa: na nonagésima-sétima capa que dedica à personagem —desta feita "num Safári de Luxo"—, a presente edição de Caras, nosso hebdomadário de escolha, não precisa de qual lado do rifle Gadriane Alisteu se encontraria.
14:46:47 - Pinto -

12 Fevereiro

Cultura, Filosofia, História da Arte e outros víveres

Eis que chegou nas nossas mãos o catálogo impresso de 2008 da Maison du Savoir e —meninos eu vi!— é um espetáculo. O passaporte para todas as sessões sai por módicos R$ 4 mil, incluindo duas que não se pode deixar de perder, nas quais nosso dileto Gabriel Chalita discorrerá sobre "Angústia e Liberdade em Sartre" e, talvez melhor, "A Arte de Convencer" —tema caríssimo a uma possível platéia de eleitores do Alckmin, aliás.

Mas o objeto deste registro é outro. É o de arrumar pretexto para continuar nossa série de posts do gênero "dondoca vai às compras culturais" ("dondoca cultural vai às compras"?), iniciada aqui, com dois novos episódios:

1) a da madame no curso de História da Arte, atenta ao "planejamento" da santa barroca, ainda que o professor tratasse do panejamento da obra. Ah, o estruturalismo é o pior dos vícios... De mais a mais, o importante é que no final ficou bonito. E devocional.

2) e o do aspirante a filósofo que, incomodado com o reducionismo, contestou as tantas menções a Plotino: "Não seria Platão?". "Não, é Plotino, cretão", foi a resposta do mestre.

Os relatos são fidedignos, dou fé.

Em tempo: convém não caçoar, que um dia ainda veremos um dos nossos redatores mais sagaZEs NO rol de professores da Maison, enchendo as burras e se divertindo horrores.
12:35:21 - Pinto -

10 Fevereiro

Tudo é uma questão de perspectiva. Gástrica.

"O Chile te dá uma boa impressão no início, uma má impressão depois de um certo tempo e indigestão ao fim de dois anos."

(crdt: i am evil, mas tem um lado poliana)
21:43:37 - Zeno -

09 Fevereiro

Mais uma utilidade para o iPod

Os burguêis que perfazem 99,9% da nanoaudiência deste espaço estão perdendo, mas vou contar. Ocorre uma revolução que ocorre no sistem de transporte coletivo de São Paulo. Desde o advento do Bilhete Único não se via nada igual.

Refiro-me, claro, à Bus TV. Sim, a ubíqua tela plana não poderia deixar de azucrinar também a vida de uma multidão que, à falta de um transporte coletivo decente e de um trânsito minimamente fluido, agora também tem que conciliar os engarrafamentos assistindo a videoclipes vagabundos, informações de almanaque e propaganda de quinta, de Casas Bahia pra baixo. Dependendo da audiçao do motorista, a alto volume. Que eu saiba era lei: não é permitido fazer uso de aparelho sonoro (nem fumar cigarro de palha, cachimbo, charuto e, mais recentemente, cigarrinho mesmo) no transporte público.

As empresas estão faturando o seu, a prefeitura também, e não deve ser pouco, que agora é frias fazer propaganda no meio da rua. Então tome escarniçar mais quem já sofre tomando ônibus (eu, por exemplo).

Agora reduzir o valor da passagem que é bom, necas...
18:37:37 - Pinto -

07 Fevereiro

Não perda!

Enfim estréia um espetáculo à altura desta vasta metrópole paulistana: Alergia!, do Cirque du Soleil (Soleil que, inclusive, não vai poder aparecer por estar ofuscado pelo smog).

Tome seu anti-histamínico e vá.
17:47:38 - Pinto -

.:: mês anterior :: :: :: :: February 2008 :: :: :: :: próximo mês ::.