:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Todos

Todos os posts do mês. Para selecionar uma seção, clique no menu ao lado.


.:: mês anterior :: :: :: :: April 2008 :: :: :: :: próximo mês ::.

30 Abril

Suderj informa

Sai: Ordem e Progresso.

Entra: Um País de Standards & Poors.
16:44:05 - Pinto - 10 comentários

Capoeira que é bom não cai, mas se um dia ele cai...

"O baiano toca berimbau porque só tem uma corda. Se tivesse mais [cordas], não conseguiria"

Antônio Dantas, coordenador do curso de medicina da UFBA, comentando o baixo desempenho da Universidade Federal da Bahia no Enade, na Fôia.
11:06:09 - Pinto - 8 comentários

29 Abril

Máximas contemporâneas

No mais, é como diz Maria Rita Créu, mulher-melancia e terapeuta de escolha deste blogue:

"O problema não é o sujeito levar a sogra para passear na Europa. O problema é trazê-la de volta".
16:20:55 - Pinto - 5 comentários

Plus ça change

Deu no Globo On Line:

BRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse hoje que a inflação poderia ser de 2,5% a 3% se não houvesse fatores como a pressão do preço de produtos como feijão, leite e derivados. Tirando o feijão, o feijãozinho que todo mundo come, nós teríamos uma inflação de 4,4%. Se tirássemos leite e derivados, diminuiria mais 0,3 [ponto percentual] , disse.
Segundo o ministro, a inflação está controlada e perfeitamente bem comportada.


E eu me lembro do Mantega desancando o Simonsen e a inflação do Xuxu no jornal Movimento, mas isso faz taaaanto tempo...

Modernidade à paulistana

Iphanticídio?
10:37:22 - Pinto - 8 comentários

28 Abril

Eu sou pobre, pobre, pobre

"Declaração de Hiposuficiência Financeira"

Ouvi outro dia, de uma alma abnegada que iria prestar concurso público com vagas destinadas às diferentes minorias, como se pobre minorasse alguma coisa neste país. Achei sensacional. Liqüidaram o bom e gasto Atestado de Pobreza.
22:07:29 - Zeno - 17 comentários

Fenômeno

Mulher de tromba

Mas vem cá: se o próprio delegado garantiu que Ronaldo não estava nem bêbado, muito menos entochicado, como é que ele não se deu conta que a moça aí da foto era um travesti?

É nosso candidato ao troféu Tolinho 2008.
21:06:40 - Pinto - 13 comentários

A galinha ou o ovo

Há, na verdade, uma compreensível confusão sobre a primazia do Hipopótamo, particularmente sob o aspecto musical.
Pesquisas recentes confirmam que, no longínquo ano de 1975, instalou-se uma pocilga no balneário, residência permanente do simpático paquiderme e poleiro regular de celebridades variadas de cá e d'alhures, como Elton John, Silvia Amélia de Mello Franco Chagas, Tarso de Castro, Danuza Leão, Jô Soares, Agildo Ribeiro, Émerson Fittipaldi, Gal Costa e Pelé.
O blog ViajeMusical (aparentemente fora do ar) ressucitou os 8 LPs com a trilha do que tocava na Hippopotamus. Desse lote, separei os dois primeiros, lançados em 1975. [Leia mais!]

Epifania, você ainda vai ter uma

Não sei se a nanoaudiência qualificadíssima deste blog deu pelota para uma tal SP Arte, ou por extenso Feira Internacional de Artes de São Paulo 2008, em sua quarta edição, que começou na quinta e terminou ontem no Pavilhão da Bienal, no Ibirapuera. Eu só fiquei sabendo por conta de um amigo que percorreu 450 quilômetros do Rio para cá a fim de conferir o troço, uma espécie de reunião estrelada de galerias de arte brasileiras e sul-americanas. Pois bem, nunca vi nada igual, nunca experimentei nada parecido. Pra quem não consegue juntar dinheiro nem pra comprar um HD externo de 500 pratas e estava lá a passeio, pensei que poderia encarar o evento como se fosse uma ida tranqüila a museu num sabadão à tarde. Ah, a jequice de quem não tem grana. Nenhum passeio cultural de qualquer tipo me preparou para aquilo. Imagine uma visita a um museu em que você pode pegar os quadros, esculturas e instalações, mexer, virar de um lado e do outro, olhar contra a luz, mudar coisas de lugar, etc. Imagine fazer isso com obras de Amílcar, Lygia Clark, Torres-García (pra contar para os netos: "eu segurei um Torres-García nas mãos!"), Oiticica, Basquiat, Mira Schendel, Soto, muitos Sotos, etc infindável. Imagine entrar num estande e dar de cara com uma parede oferecendo cinco grandes têmperas do Volpi para venda. Imagine virar de lado e trombar com três Iberês a vinte centímetros de distância. Ou ver um casal perguntando ao galerista, numa parede forrada de Portinaris e Dis e Anitas, quando custava "aquele Guinardzinho ali?". E segue a lista, uma linotipia da Mira por 7 mil dólares, um daqueles pendurados do Oiticica por 400 mil reais, um Torres-García por 470 mil reais, um bicho imenso da Lygia, que você podia mexer e conferir as articulações, por 1 milhão de dólares. E fotos do Sebastião Salgado, e aqueles chocolates do Vic Muniz, e muitos Barsottis, Fiaminghis, Sacilottos. E ver outro casal sacar um talãozinho simples e lascar uma assinatura pollockiana num cheque de 50 mil por um Palatnik. Imagine, por fim e como cereja do bolo, no lugar das gostosas descerebradas que enfeitam os estandes do Salão do Automóvel, gostosas cultivadas que sabem a diferença entre um cinzel e um buril e prometem delícias estéticas sob uma fachada de austeridade e recato universitários. Imaginou? Apresse-se, então: eu já reservei ingresso para a edição de 2009.
13:26:17 - Zeno - 8 comentários

121 centímetros de informação

Eu me envergonho de ler, na rede, notinhas e referências a uma tal Mulher Melancia e me perguntar: "Mas de quem eles estão falando?".

Duas ou três googladas depois, minha ânsia de saber começou a ser satisfeita, ainda que outras ânsias menos nobres fossem despertadas. Como dizem os caras do Speedy, assine banda larga e aumente os conhecimentos do seu filho.
09:00:47 - Zeno - 4 comentários

26 Abril

Houve uma vez um outro hipopótamo



Criatividade é isso. Nosso Peter War achou familiar o novo leiaute e nos desmascarou.

Captcha, AP, Iarart e, last but not least, Janaína Leite, além das demais interessadas: estamos abrindo concurso para ajudantes de palco, ditas "zenetes", ou talvez "hipetes". Fotos artísticas, porém de corpo inteiro, por favor.
19:08:58 - Pinto - 6 comentários

25 Abril

Ainda a Geografia

Pega pra capar!

Do JC OnLine

O radialista Dênis Araújo, editor da Revista Fatos, denuncia que foi vítima de tentativa de homicídio por parte do prefeito de Carpina, Manuel Botafogo (PSDB), na manhã desta sexta-feira (25). Dênis contou que fazia uma reportagem em frente à sede da administração municipal quando foi perseguido pelo prefeito, armado com um facão.

De acordo com Dênis, a confusão começou quando ele e outros repórteres entrevistavam integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) que reivindicavam a entrega de casas prometidas por Manuel Botafogo. "De repente o prefeito desceu do carro com um facão, correndo para me matar. Precisei correr cerca de 200 metros para não morrer e fui salvo por um moto-taxista que passava pelo local", contou o radialista.

Dênis Araújo foi levado pelo moto-taxista até a Delegacia de Carpina, onde prestará queixa contra o prefeito. De acordo com a polícia, cerca de cem pessoas estão concentradas em frente à delegacia em apoio ao radialista.

O prefeito Manuel Botafogo ainda não foi localizado. Na prefeitura de Carpina, ninguém está autorizado a dar informações.


---------------------------------------------------------------

E eu aqui com meus botões: o sujeito queria cortar o Dênis por ser nordestino, botafoguense ou tucano?
17:57:32 - Pinto - 2 comentários

Mora na Geografia

Outro dia uma colega de trabalho da minha senhôra, profissional de saúde de uma universidade, graduada, perguntou se nosso bebê já estava na escolinha. Diante da negativa, preocupou-se em advertir: "Ah, mas você deixa com a babá o dia inteiro? Imagina, uma pessoa assim, assim... uma nordestina!".

O mais irônico: a babá nasceu no sul de Minas, não tem nem a desculpa do Vale do Jequitinhonha. Quem vai estragar o menino é mesmo o pai, fortalezense. Ou a mãe, que com os olhinhos puxados denuncia logo: é carioca da gema, nascida no Leblon.

Tudo isso para falar dessas derrapagens do preconceito geográfico que acometem qualquer um no geral, sudestinos umbigados em particular. Como Marcelo Tas, que há algumas décadas é festejado como a grande novidade da TV brasileira, uma espécie de Hebe Camargo sem laquê. Em seu blogue, ele começa um texto muito bem e deixa a lambança para o final. A pretexto de criticar acertada e virulentamente o ex-presidente Sarney (coisa que já fizemos aqui com mais estilo), associa suas más-práticas ao "nordeste", com n minúsculo mesmo.

Em São Paulo, por exemplo, não tem disso, não.
15:48:00 - Pinto - 17 comentários

E ainda em três parcelas sem sair de cima

Precisando de um motel bem baratinho? É só falar com o Franciel que ele arruma.
08:45:42 - Zeno - 2 comentários

24 Abril

18 aninhos



O telescópio Hubble completa hoje sua maioridade tendo visto muita coisa nessa vida. Para marcar a data, um pequeno vídeo sobre um dos seus grandes entusiastas, Carl Sagan, com seu Pálido Ponto Azul.

Me lembro de acordar cedo nas manhãs de domingo e assistir maravilhado ao "Cosmos". Por causa disso, tenho dele todos os livros (o mais recente leio neste momento, trazido da Amazon a 10 dólares, que a veneranda Cia. das Letras o vende aqui por 59 reais) e mantenho instalado nos computadores que uso o SETI@home.

Sagan morreu em 20 de dezembro de 1996 e, a despeito dos seus esforços, o mundo ficou ainda mais assombrado por demônios desde então. Já a Globo cativa a juventude nas manhãs de domingo com o programa "Auto Esporte".
21:23:04 - Pinto - 4 comentários

Diálogos Internos da Redação

[Redator] – É sério, o link para postar em determinadas páginas internas tá quebrado: nada acontece.

[Japonês do Suporte] – Ajudaria se "determinadas páginas internas" fossem, de fato, determinadas. Tipo cola o link e manda pra cá.

[Redator] – Ah, aconteceu nas que eu fui. Todas, basicamente.

[Japonês do Suporte] – Agora sim, muito bom. Bem mais preciso, agora. (pausa) Então, nas que eu fui, basicamente, estão todas funcionando. Acho que fomos em diferentes.

[E o complemento, off the record, do Redator: "Agora ferrô, não consigo nem comentar nem postar logado. Japonês é cruel, não aceita crítica. Vocês não sabem o que eu passo em casa".] (obs oportuna: nosso redator é casado com japonesa)
19:50:48 - Zeno - 4 comentários

Marmita greco-ítalo-jundiaiense

Pra repetir o texto do Jorge Amado abaixo, agora que o Luxemburgo voltou merecidamente às páginas principais dos diários, gostaríamos de requentar uma marmita de janeiro de 2006, feita aqui na cozinha do brógue, com a renovada esperança de que o Luxa esteja desfrutando atualmente de acepipes italianos do Brás, Bexiga e Barrafunda:

A Grécia é aqui, ou melhor, em Jundiaí

Neste dias de verão inclemente, com os duzentos quilômetros de distância de São Paulo a ajudar na hora em que você semicerra os olhos, escuta as ondas e imagina estar no Mar Egeu, tivemos agora à noite a chance de acompanhar a emocionante partida entre Santos e Paulista de Jundiaí, pelo emocionante Campeonato Paulista (aliás, no igualmente emocionante Campeonato Carioca, ouvimos que o Flamengo está disputando o torneio com seu time B, o que suscitou o comentário de um especialista praieiro "Mas se os caras não têm nem Time A?"). Pois bem, entre uma canelada e um tropeção, entre um Uésley e e um Geílson (grafias a corrigir), ficamos pensando na peculiar situação de um dos ídolos aqui do blog, Vanderlei Luxemburgo, o Luxa, rei das manicures e dos azulejos dos vestiários mundo afora e atual técnico do Santos. Há algumas semanas, nosso herói jantava nababesca e merecidamente em algum restaurante bacanudo de Madrid, com panelas tocadas pelo clone do momento do Ferran Adrià e com mesas animadas que reuniam deputados, donos de canais de televisão, ex-Spice girls, empresários do ramo de maracutaias e as três novas bimbos do Ronaldinho Gorducho. Os deuses do futebol, sempre atentos, decidiram que era chegada a hora de mais um Trabalho na carreira do nosso Hércules. Qual herói grego, Luxa degusta nesta abafada noite de quinta-feira os acepipes da Churrascaria do Jorjão, no km 32 da Anhangüera, com um cardápio eclético que inclui também sushis empanados, pizzas cinco queijos e aquele camarãozinho fritinho na hora, com cada uma das sete barbas a lembrar a seu fígado que o destino (tyké, na língua divina) é mesmo folgazão. O aço inox das dificuldades e das bandejas do Jorjão forja os grandes titãs da mitologia.
19:21:34 - Zeno - Comentar

Prazer, Susana Baca

Semana passada, passou por São Paulo, quase clandestinamente, uma das maiores cantoras do mundo, na minha arrotante opinião. Fez dois shows no mesmo dia no Centro Cultural do Banco do Brasil, a ridículos R$ 6 o ingresso (vocês se arriscam a pagar até R$ 200 para ver a Maria Bethania com a Omara Portuondo). No teatrinho cabem umas cem almas. Ainda assim, não estava lotado.
Pra quem não conhece a peruana Susana Baca, um mexidinho com sete de suas gravações: Negra presuntuosa (5MB), Luna Llena (4,2MB), Estrela (4,7MB), Valentim (7,3MB), La Macorina (5,4MB), Les Feuilles Mortes (7MB) e 13 Maio (5,2MB). Tudo separadinho pra quem não tem paciência pra baixar tijolão.

Teresa Batista, cansada mas de roupa nova

Agora que a obra do Jorge Amado volta ao mercado editorial em edições caprichadas da Companhia das Letras, a editora preferida do Pinto, rendamos a devida homenagem com uma lembrança do Ivan Lessa (Pasquim de fev/março de 1973):

"Li o novo romance de Jorge Amado. Uma porção de vezes. Há muito tempo".
10:21:56 - Zeno - 3 comentários

23 Abril

Mais um ato-folho, digo, falho

É reveladora a cobertura sobre a Sabatella, digo, sabatina de Ciro Gomes na Folha, na análise da colega Lúcia Hipopótamo, digo, Hippolito, grifo nosso:

Da Redação

O deputado Ciro Gomes, do PSB do Ceará, declarou nesta terça, durante sabatina da Folha, que poderá ser candidato à presidência em 2010. O deputado agradeceu pelo fato de não ter sido eleito em 2002 e disse que aprendeu muito com seus erros.

Para a cientista política Lucia Hippolito, esses "erros" a que Gomes se refere são a destemperança e o "pavio curto", que comprometeram sua candidatura à presidência em 2002. Segundo a cientista política, apesar do reconhecimento desses erros ser positivo, Ciro Gomes mostra que melhorou "mas não muito". Em fevereiro, o deputado se envolveu em uma discussão com a atriz Leticia Sabatella, sobre a transposição do Rio São Francisco, e, em entrevistas recentes, Gomes tem feito críticas contra o governador de São Paulo, José Serra.


-----------------------------------------------------

Comentários cheios de dívidas, digo, dúvidas:

1) "Cientista político" é uma coisa toda jaboticaba. Mas imagina a cena: a referida Lúcia Hipócrita, digo, Hippolito, toda paramentada, num laboratório macabro, cheio daqueles frascos de nomes esquisitos, cada um contendo um Maluf, um Quércia, um Sarney, e ela fazendo experiências "mis" em meio a risadas histriônicas, tendo Serra como seu ajudante. Se fosse um filme seria certamente de terror e não precisaria nem de maquiador nem de defeitos, digo, efeitos, especiais.

2) Há quem muito agradeça a Deus pela não-eleição de Ciro além do próprio. Nosso futuro ardido, digo, adido-cultural em Darfur, por exemplo.

3) Berrar, digo, errar é humano. Criticar Serra é que é Frias, segundo seu house-organ. Dá margem a todo tipo de sarrafo depois, repara bem.
19:09:14 - Pinto - 1 comentário

Concurso Hipopótamo Zeno (ex-Periquito)

Promoção inédita na blogosfera nacional (se excluirmos os sites de rrrrelacionamento): acerte o maior número de coisas que saem da boca do Hipopótamo e receba um prêmio! Se for mulher, ganhará um beijo do nosso Redator Chefe Pinto!! Se for homem, também, que ele não liga pressas viadagens de gênero, cor, credo, etc.

Palpites na caixa de comentários, por favor.
16:49:44 - Zeno - 35 comentários

Colírio

- A mudança do Zeno é um colírio para os olhos.
- Ficou linda?
- Não, vem em gotas.

Depois de uma conjuntivite indecente e da vitória do Verdão, apresentamos uma nova cabeça para o Zeno, oferecimento do S.B., nosso francês preferido que já não aguentava mais uns e outros implorando por ajuda.
10:30:39 - Sorel - 33 comentários

22 Abril

Aconteceu, não virou manchete

De como a míjia com sua incorrigível tendência negativa ignora as coisas boas: ontem, na missa do Padre Marcelo para 3 milhões, a alturas tantas estavam juntos no palco, além do próprio religioso, Xuxa, Ivete Sangalo e Hebe Camargo —fora os menos votados na coxia.

Não caiu nenhum raio, o palanque não desabou, nenhum homem-bomba agiu.

E não saiu uma linha sobre isso no noticiário.

CNN News Update: na nossa impontualidade ibérica, nem os terremotos vêm na hora certa.
11:35:01 - Pinto - 1 comentário

Fiado, só amanhã

Favor não insistir

(Este post vai para Ricardo Soares, que além de levar um calote teve a Trolha roubada.)
10:00:00 - Pinto - Comentar

21 Abril

Damos o maiorrrrrapoio

Assista já!
11:00:00 - Pinto - 1 comentário

19 Abril

Haja hoje para tanto hontem*

Viva a vivandeira!

*Como dizia o Leminski.
09:55:57 - Pinto - 8 comentários

"Agora, quero ver tu fazer um cartum com essa merda de cor"

como era verde meu vale

(Da série: nunca provoque um profissional)

(crdt: Tacho, do inexcedível Planetacho)

08:09:11 - Zeno - 3 comentários

18 Abril

O Ministério da Justiça adverte

Se for matar, dope e esquarteje e, de repente, responda em liberdade. Esse negócio de esganar e jogar pela janela não só pode dar cana como é muito ofensivo à legião de pessoas que acompanham o Big Brother.
19:59:14 - Pinto - 1 comentário

Diga não às drogas

Joga pedra na Nair!

Nossos respeitos à comerciante Nadir Dias da Silva, suposta amante do suposto repórter que supostamente teria consumido um suposto pó branco, pelo seus supostos desprendimento e coragem em supostamente denunciar o caso, ainda que num suposto programa de quinta e levando um suposto cachê pela entrevista.

O suposto em questão merece.
19:56:08 - Pinto - 2 comentários

Os sinos dobrando, as bruxas de Salém e nós aqui travessos

Sobre o tal episódio, que me recuso a nominar, vi o noticiário agora dando conta de uma multidão diante da casa dos avós cantando "Parabéns pra você", por ser hoje o dia em que a menina faria aniversário. Achei algo tão sórdido quanto o crime em si.

Me lembrei de um outro episódio, de muito tempo atrás e igual sordidez. Um desempregado/desesperado escalou os 80 metros de uma torre de TV logo de manhãzinha e ameaçava se jogar. A multidão lá embaixo incentivava em vez de tentar impedi-lo. Era vizinho a um colégio. Ouviu-se um grito: "Pula logo que minha aula já vai começar". O sujeito não deve ter ouvido, mas obedeceu. Morreu na hora. Acharam farinha no seu estômago, e só. O fotógrafo que registrou a queda ficou tão abalado que, pouco tempo depois, teve um AVC ou algo que o valha, e ficou inválido.

Me lembrei também das aulas da mestra MH, alertando que a psiquê das multidões é toda outra: contra ela ninguém pode, e é bom se acautelar. Henry Miller e John Donne, a seu modo, também disseram coisas parecidas, mas o ruído da turba não os deixa ser ouvidos.
16:22:42 - Pinto - 3 comentários

Nomes aos bois

"Lei nº 11.655, de 15 abril de 2008

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA. Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1o - A Ordem do Mérito das Comunicações, de que trata o Decreto no 87.009, de 15 de março de 1982, passa a denominar-se Ordem do Mérito das Comunicações Jornalista Roberto Marinho.

Art. 2o - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 15 de abril de 2008, 187º da Independência e 120º da República.

LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA"

(crdt : fritz, unsere ombudsman)
15:06:04 - Pinto - 4 comentários

Quem avisa, amigo é

De bobeira no domingo, meio do feriadão? "Nino Rota por Músicos Brasileiros", no Sesc Pinheiros, às 18 hs. Laercio de Freitas (piano e arranjos), Proveta (sopros) e Daniel Amorim (baixo) reinventando as trilhas compostas por Rota para filmes de Fellini, Coppola, entre outros menos votados. Se você chegar um pouquinho antes, ainda dá para ver a exposição "O Mago da Luz - Mimmo Cattarinich", que fotografou para Fellini, Pasolini, capaz até de ter foto da Anita Ekberg.

O poder da linguagem

"A Liga Norte nunca comandou em cinco anos de governo. São pessoas que usam metáforas, mas são leais e muito regionais nas suas intervenções."

Silvio Il Cavallo Berlusconi, em matéria no Estadão.

A Redação aguarda ansiosa o uso regional de sinédoques e metonímias.
11:40:03 - Zeno - 2 comentários

diz-en-cana

yeah
(crdt. dayly mail-jul/07)

no instantâneo, a equipe do buteco sai, feliz, pruma banda no bardaexquina entre um poste e outro.

17 Abril

Busterskanzler

Acabei de travar o seguinte diálogo com um cidadão germano-brasileiro:

— Me admira você que é meio alemão não ter comentado nada do decote da Bundeskanzler.

— Pois é. Haja peito pra sair com aquilo.
17:59:20 - Pinto - 2 comentários

16 Abril

Onda Verde

anseios da nação alemã

(da sucursal HZ de Berlim): "Impressionada com a repercussão que o novo pré-layout do Periquito Zeno obteve na blogosfera mundial, a primeira ministra Angela Merkel acaba de anunciar que concorrerá pelo Partido Verde nas próximas eleições alemãs, deixando para trás sua sólida carreira na União Democrática Cristã, seu partido de origem. A Hope, empresa de lingerie conhecida por suas preocupações ecológicas e patrocinadora não-oficial da mudança de layout do blog, manifestou-se em comunicado que apoiará, ou melhor, sustentará a candidatura Merkel."

(crdt foto: ombudsman luiz franz)
12:12:14 - Zeno - 12 comentários

A mais completa tradução

Foi um amêgo do blogue, você não conhecem não, que, enquanto filosofava sobre canapés (!), deu a mais completa tradução presse Brasilzim de Meu Deus, e cito de memória:

Festa de pobre tem aqueles petiscos falsamente sofisticados com pretensão de ser chique. Festa de rico agora tem petiscos metidos a rústicos, "parecendo pobre" para amenizar o complexo de culpa.
12:01:30 - Pinto - Comentar

15 Abril

Poderiam milhares de pixels estar errados?

Pois é. Fizemos a maior campanha pró-Nassif no episódio contra a Veja e agora surge nosso Idelber contando um outro pedaço da história...
23:32:50 - Pinto - 33 comentários

De redação para redação

"Vamos fazer uma faxina na Band!"

Nós, do Periquito Zeno, saudamos o colega Doris Casoy pela sua ribombante reestréia como âncora, afundando mais um telejornal e ajudando a renovar a programação televisiva deste país.
14:07:20 - Pinto - 6 comentários

Procura-se XV

Retomando nossa série dos Procura-se:

Estou à procura de um conto barthesiano-amoroso onde possa encaixar a seguite expressão: "elucubração decuplicada". Pago bem. Sigilo garantido. Cartas aqui pro blog.
11:06:54 - Zeno - 1 comentário

14 Abril

Formadores de opinião

Na próxima vez a gente põe a modelo junto

E nem bem nós lançamos o novo pré-layout (só o nosso rapaz do suporte sabe o que isso significa), a Hope lança uma linha de calcinhas intitulada Green. Segue o release:

"HOPE GREEN: CALCINHAS ECOLOGICAMENTE CORRETAS

A 'onda verde' chegou pra ficar [obs da redação: nós tbém achamos] e, principalmente, conscientizar a todos! A HOPE LINGERIE – marca expert em moda íntima – também faz sua parte e lança a coleção HOPE GREEN: um novo conceito em underwear.

Composta por duas versões de calcinhas – Fio-Dental e Tanga Brasileira -, as peças são elaboradas com o mais puro algodão (originado do plantio sustentável), de secagem rápida e alta respirabilidade natural!

As calcinhas da coleção, além de serem ecologicamente corretas, têm um design moderno e sensual.

Com detalhes em renda e sete opções de cores (dos básicos preto, branco e pele ao lima [e, em breve, o verde zeno]) as calcinhas da linha HOPE GREEN são encontradas exclusivamente nas lojas HOPE e custam R$ 24,90, o modelo fio dental e R$ 26,90 a versão tanga brasileira."

(crdt mandaca)
17:57:02 - Zeno - 9 comentários

Enfim nos curvamos a um adversário superior

Uncool de quem?

The Uncool Hunter. Dê uma passadinha lá e, entre tantas maravilhas, ajude Roberto Carlos a alcançar seu 1 milhão de amigos.

(crdt : o pai da elisa)
16:48:20 - Pinto - 3 comentários

Eu me lembro do K7



Eu me lembro do dia que descobri que minha filha nunca tinha visto uma dessas. E de um amigo contando que a sobrinha(?) o olhava atônita ignorando o que fazer diante de seus apelos: - Vira a fita, vira a fita que a música que eu quero está do outro lado!
15:11:51 - Sorel - 6 comentários

Carla, ma petite, j'arrive!

Suponho que a teoria dos seis graus de separação seja conhecida da audiência. Pois bem, graças à gentileza de nossa comentadora assídua AP, acabo de descobrir que sou amigo, vá lá, conhecido, de um sujeito que jantou com o pai da Carla Bruni na semana passada. Ou seja, entre mim e a Carlinha há agora apenas dois graus. Em semanas anteriores, um amigo mais próximo acabou fazendo amizade com o arroz de festa Vincent Cassel, o que me deixa também a dois graus da Monica Bellucci. Mais do que a constatação de que o mundo é uma grande Jundiaí, onde os seis graus pululariam a cada esquina, sou tomado pela mesma sensação que o Werther descrevia e o Barthes citava na abertura do livro sobre o discurso amoroso: "Nesses pensamentos, me abismo, sucumbo, sob a força dessas magníficas visões".

E boa segunda-feira pra vocês, também.
08:43:25 - Zeno - 7 comentários

13 Abril

Para melhor servir

Não, a mudança de cor não é a tão esperada renovação do blog. Apenas um refresco enquanto as mudanças, que não serão tão rápidas assim, estão sendo minuciosamente planejadas.

Nos próximos dias é esperada certa instabilidade em nosso sistema. Pedimos paciência.
23:06:40 - Sorel - 5 comentários

12 Abril

Cantando pro cabôco Goebbels subir

Ninguém notou porque:

1) ninguém mais vê TV como antes;

2) quem deveria refletir soobre o assunto —os jornalões e as revistinhas— soltaram o rabo, isto é, não têm mais o rabo preso com o leitor (taí o episódio do ombudsman da Fôia que não me deixa mentir...)

mas está no ar uma das campanhas mais fascistóides jamais exibidas na TV brasileira. Assina o arreganho a Associação Brasileira de Anunciantes (ABA), abrindo a caixa de ferramentas contra "a censura": uma tentativa legal (no sentido jurídico do termo) de pôr ordem nesse lupanar que é o mercado publicitário brasileiro, considerando principalmente os anúncios de bebidas.

Eles acenam com uma palavra bonita: autoregulamentação auto-regulamentação. NdaR: tem um hifen o troço, mas nem isso neguinho sabe regular...

Eu digo: success fee de agência é uma gorda porcentagem da responsabilidade pelos 60 mil mortos em acidentes nas estradas, boa parte deles causados por motoristas embriagados.
21:49:16 - Pinto - 7 comentários

Fiquem prevenidos

No afã de "bater suas metas" para 2008 antes do fim do semestre —este ano pagaremos bônus—, nosso "rapaz do suporte", o "japonês da tecnologia", Julien Sorel, garante que está finalmente "dando um tapa" no combalido Hipopótamo Zeno.

Assim, se subitamente o cidadão passar aqui e der de cara com fotos de homens pelados, links para sites estranhos (Ovário de Cavalo® e congêneres), textos de spams sobre aumento de pênis ou doações de celulares, apresentações piegas com direito a musiquinha do Richard Clayderman, já sabem o porquê.

Ele jura que será momentâneo. Esperamos que não tanto quanto a reforma deste prestigioso sítio, que chega com dois anos de atraso, pelo menos.
18:56:47 - Pinto - 1 comentário

O Biolay do Benjamin

Benicio del Toro cover

Benjamin Biolay e sua bosse française estarão dia 23 de abril, uma quarta-feira, no Sesc Vila Mariana.

Amiga-irmã dona de casa: se seu marido perguntar, diga que vai para ouvir a música dele, que é muito bacana (deixo a cargo do DJ Mandacaru uma amostra-grátis). O fato de o rapaz ser uma versão melhorada do Benício del Toro, encare como bonus track.
17:12:08 - Pinto - 5 comentários

11 Abril

Bon appétit

Do coluna do Oscar Piroga no Guia do Estadão:

"Hoje: Lua quarto crescente em Câncer. A mistura de carência emocional e força dos desejos transforma o dia em manifestação de antropofagia sexual".
===============================

Todo nosso apoio ao Carlos

Plurais como há muito não se via
00:35:30 - Zeno - 7 comentários

10 Abril

Bancada da oposição



Em outros tempos defendia a candidatura à presidência do precocemente falecido jornalista Roberto Marinho, sob o lema "Chega de intermediários!".

Agora que ele, digamos assim, saiu do ar, renovo o pensamento propondo que Arthur Virgílio e Agripino Maia se revezem no jogral noturno junto com Fátima Bernardes.

Os sujeitos aparecem ali toda santa edição. A indignação cívica do Arthur franzindo as sobrancelhas, ou o lugar onde deveriam estar, só se compara em comoção às frases definitivas do Agripino sobre qualquer coisa.

São meu candidatos a William Bonner para 2008.

A lamentar: tinha também o ACM Neto, cuja semelhança física com o atual âncora desequilibraria as coisas a seu favor. Como está em franca campanha, anda sendo poupado dos holofotes. Em compensação, Salvador haverá finalmente de ter um prefeito à sua altura.
23:20:59 - Pinto - 4 comentários

O país cresce, a carestia também

"– Vinte e um reais um dry martini?!? Se for molhado, sai quanto?"

[ouvido no bar Dry, na Alameda Tietê/SP]
11:16:08 - Zeno - 18 comentários

Nunca na história desse país

Manchetinha do Valor Econômico de hoje:

"Com mais dinheiro, brasileiro compra papel higiênico de folha dupla"
--------------------------

Estróinas.

Moi aussi, je me souviens

a maior contribuição de Ruy Castro ao jornalismo nacional

Meados da década de setenta, sai na revista Status uma matéria assinada pelo Ruy Castro sobre atrizes famosas do cinema que mostraram na tela mais do que seus dotes de interpretação: de Hedy Lamarr a Raquel Welch, passando por Marilyn e Sofia Loren, a matéria era uma festa para os olhos de um garoto punheteiro. Mas havia uma foto lá que era diferente, uma mulher que parecia mais gostosa do que as outras, ou melhor, um tipo de gostosura que era mais do que o desnudar de peitos e bundas: era Anita Ekberg. Procurando a imagem pelo Google, descobro que só uns poucos abnegados lembram-se dela, porque só depois de umas vinte e cinco páginas de pesquisa ela aparece. Para que mais um patrimônio histórico da humanidade não desapareça, publicamos abaixo a reprodução fotográfica do monumento:

prova fenomenológica da existência de Deus
08:35:27 - Zeno - 14 comentários

09 Abril

Je me soutiens

La dolce di latte vita

Falando em Roma, eu logo me lembro da Anita Ekberg, fazer o quê?
14:23:28 - Pinto - 1 comentário

Ministro Amorim estuda retaliações

"Estou cansado de Roma e de Paris. Quero morar no Rio de Janeiro".

Vincent Cassel, em conversa com um amigo do blog, durante as filmagens do novo filme de Heitor Dhalia.

(da série: "E a patroa, vem também?")
11:10:10 - Zeno - 1 comentário

08 Abril

Eu ontem me lembrei de um bocado de coisas

Eu me lembrei do Carioca, no potinho de papelão, e do gosto do sorvete de chocolate que a Maguary/Kibon parou de fabricar faz uns 30 anos. Lembrei de ter então testemunhado um Xavante da Força Aérea dividir o céu ao meio numa nuvem de fumaça preta para se espatifar numa rua a alguns quilômetros dali. Lembrei da imensa casa da avó, com seu muro baixo encimado por pedrinhas de granito, à guisa do que hoje seria uma cerca elétrica, e dos ladrilhos hidráulicos no chão, dos arcos abobadados e das paredes grossas como não existem mais. Ia esquecendo que lembrei da imensa árvore no meio do jardim, que semprei achei belíssima, mas jamais soube o nome até o mês passado: falsa seringueira. Do meu avô eu não lembrei porque não o conheci, mas soube outro dia que ele despediu-se da casa para nunca mais voltar batendo a mão direita em cada uma das tais paredes, pra ter certeza que elas seriam sólidas o suficiente. Resistiriam ainda por mais 18 anos. Na mão esquerda ele carregava um molho de chaves. Tinha mania de chaves, disseram. Eu me lembrei da mercearia do tio Joaquim, do outro lado da rua, onde se torrava café em grão e depois se moía e onde os secos a granel eram vendidos naqueles medidores de latão: arroz, feijão, açúcar. Não havia sacos plásticos, eram de papel. Do sabor da primeira Coca-Cola não lembrei. Do pão com manteiga, sim. E lembrei da destreza dos meninos da favela vizinha com o pião e a pipa ("arraia", para mim). Com a bola de gude ("bila") e o estilingue ("baladeira"), não: eu era o cara. Sempre tive boa pontaria. Até o dia em que um cartucho calibre 12 deixou de estourar nas minhas pernas, coisa do anjo da guarda, e eu parei de atirar. Me lembrei do eco das músicas cafonas do cabaré e do rádio da vizinha tocando Roberto Carlos, que até o disco de 1977, o da capa laranja, era o máximo. Depois, afundou com as baleias. Me lembrei da minha imensa coleção de carrinhos Matchbox, da qual não sobrou um, nem da de chaveiros, nem da de maços de cigarros. Os carrinhos que meu pai trazia de viagem e ele me erguendo na cacunda ("tum-tum") para descer uma escada e roçar a mão no teto –"Pegou, Pimpão?!"– são das raras boas memórias que eu tenho dele. Me lembrei da chuva torrencial que inundou a casa, da água escorrendo em bicas pelos globos dos lustres. E do cheiro de outras chuvas, essas boas, e do barulho da água na telha. Eu pegando na mão da primeira namoradinha ou subindo nos cajueiros e sirigüeleiras. E lembrei do choque que tomei cutucando (adoro essa palavra) a tomada elétrica com uma minichave de fenda. Eram 220V. Podia ter morrido. Chorei como se tivesse. Lembro das pesadas botas feitas à mão para corrigir a postura do meu frágil pé esquerdo. Eram um incômodo naquele calor, até que descobri que podiam ser usadas como arma de defesa, mais propriamente de ataque. Me lembrei do Fusca, mas não da cor, acho que era azul-bebê, do Corcel vinho como meu Corvette de 6cm, do Opala dourado, placas BT-6331, no qual aprendi a dirigir aos 12 anos, e muitos anos e donos depois vi destroçado num acidente. Me lembrei de tantas outras coisas, boas, ruins, curiosas, pitorescas, com saudade, com afeto, com raiva, mas sem arrependimento, mas acho que já chega por aqui.

Pocoyo

Não sei por quê. Acho que era só insônia. Ou então a presença aqui em casa, há oito meses, desse sujeito aí da foto, que desde antes de chegar me faz imaginar as coisas do jeito de sempre ou de um totalmente diferente, desde que seja para fazê-lo feliz.
23:15:40 - Pinto - 16 comentários

05 Abril

jackaree

vai um vinho?

yeees

crdt. dlisted.com

04 Abril

estadão do seixonoiado

é vero, só tem chuteiras.

03 Abril

"É necessário o sr. estar aguardando"

Interrompemos nossa programação normal mercê da gloriosa NET Vírtua, que deveria se chamar NET Vícia, que me deixa praticamente sem acesso desde o dia 12 de março. Primeiro com lentidão e agora com total interrupção do serviço, isso depois de cinco visitas técnicas, umas seis horas de ligações gerundianas, queixas ao ombudsman (hahahaha!), à Anatel (brrrrrwaaaaahahahahahahaha!), ao Estadão e, logo mais, ao Juizado Especial Cível.

Isso não se faz! Logo comigo, que modestamente contribuo para os rendimentos desse blogueiro, seja com o Deus Me Livre, o telefone fixo da Embratel, com a TV a cabo ou com o celular da Claro. E o Kiko? Bom, tenho certeza que você, vítima cliente de outras companhias ou não, corre o risco de passar pelo mesmo perrengue e não ter outra coisa a fazer a não ser estar aguardando.
10:19:37 - Pinto - Comentar

01 Abril

A falta que uma quenga faz

Do professor associado de etnomusicologia da UFRJ Samuel Rosa, dissecando a música Fruto do Nosso Amor, de Amado Batista, in "Lendo Música - 10 Ensaios sobre 10 Canções" (Publifolha, 2007):

"O brega, um dos frutos do nosso amor à brasileira sob os augúrios neoliberais em torno da sociedade pós-industrial, empurra à boca-de-cena do interesse público a perplexidade denegada em outras esferas da circulação de conhecimento".
=============================

Meu candidato a acadêmico do ano.

All About Edith - IX

Et Zé Finí! [Leia mais!]
08:00:00 - DJ Mandacaru - Comentar

.:: mês anterior :: :: :: :: April 2008 :: :: :: :: próximo mês ::.