:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Jornal Velho

Recortes e papéis de ontem, de duas décadas, do mês passado, de hoje - o pesadelo do pessoal de limpeza.


.:: mês anterior :: :: :: :: April 2008 :: :: :: :: próximo mês ::.

30 Abril

Capoeira que é bom não cai, mas se um dia ele cai...

"O baiano toca berimbau porque só tem uma corda. Se tivesse mais [cordas], não conseguiria"

Antônio Dantas, coordenador do curso de medicina da UFBA, comentando o baixo desempenho da Universidade Federal da Bahia no Enade, na Fôia.
11:06:09 - Pinto -

28 Abril

Fenômeno

Mulher de tromba

Mas vem cá: se o próprio delegado garantiu que Ronaldo não estava nem bêbado, muito menos entochicado, como é que ele não se deu conta que a moça aí da foto era um travesti?

É nosso candidato ao troféu Tolinho 2008.
21:06:40 - Pinto -

25 Abril

Ainda a Geografia

Pega pra capar!

Do JC OnLine

O radialista Dênis Araújo, editor da Revista Fatos, denuncia que foi vítima de tentativa de homicídio por parte do prefeito de Carpina, Manuel Botafogo (PSDB), na manhã desta sexta-feira (25). Dênis contou que fazia uma reportagem em frente à sede da administração municipal quando foi perseguido pelo prefeito, armado com um facão.

De acordo com Dênis, a confusão começou quando ele e outros repórteres entrevistavam integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) que reivindicavam a entrega de casas prometidas por Manuel Botafogo. "De repente o prefeito desceu do carro com um facão, correndo para me matar. Precisei correr cerca de 200 metros para não morrer e fui salvo por um moto-taxista que passava pelo local", contou o radialista.

Dênis Araújo foi levado pelo moto-taxista até a Delegacia de Carpina, onde prestará queixa contra o prefeito. De acordo com a polícia, cerca de cem pessoas estão concentradas em frente à delegacia em apoio ao radialista.

O prefeito Manuel Botafogo ainda não foi localizado. Na prefeitura de Carpina, ninguém está autorizado a dar informações.


---------------------------------------------------------------

E eu aqui com meus botões: o sujeito queria cortar o Dênis por ser nordestino, botafoguense ou tucano?
17:57:32 - Pinto -

23 Abril

Mais um ato-folho, digo, falho

É reveladora a cobertura sobre a Sabatella, digo, sabatina de Ciro Gomes na Folha, na análise da colega Lúcia Hipopótamo, digo, Hippolito, grifo nosso:

Da Redação

O deputado Ciro Gomes, do PSB do Ceará, declarou nesta terça, durante sabatina da Folha, que poderá ser candidato à presidência em 2010. O deputado agradeceu pelo fato de não ter sido eleito em 2002 e disse que aprendeu muito com seus erros.

Para a cientista política Lucia Hippolito, esses "erros" a que Gomes se refere são a destemperança e o "pavio curto", que comprometeram sua candidatura à presidência em 2002. Segundo a cientista política, apesar do reconhecimento desses erros ser positivo, Ciro Gomes mostra que melhorou "mas não muito". Em fevereiro, o deputado se envolveu em uma discussão com a atriz Leticia Sabatella, sobre a transposição do Rio São Francisco, e, em entrevistas recentes, Gomes tem feito críticas contra o governador de São Paulo, José Serra.


-----------------------------------------------------

Comentários cheios de dívidas, digo, dúvidas:

1) "Cientista político" é uma coisa toda jaboticaba. Mas imagina a cena: a referida Lúcia Hipócrita, digo, Hippolito, toda paramentada, num laboratório macabro, cheio daqueles frascos de nomes esquisitos, cada um contendo um Maluf, um Quércia, um Sarney, e ela fazendo experiências "mis" em meio a risadas histriônicas, tendo Serra como seu ajudante. Se fosse um filme seria certamente de terror e não precisaria nem de maquiador nem de defeitos, digo, efeitos, especiais.

2) Há quem muito agradeça a Deus pela não-eleição de Ciro além do próprio. Nosso futuro ardido, digo, adido-cultural em Darfur, por exemplo.

3) Berrar, digo, errar é humano. Criticar Serra é que é Frias, segundo seu house-organ. Dá margem a todo tipo de sarrafo depois, repara bem.
19:09:14 - Pinto -

22 Abril

Aconteceu, não virou manchete

De como a míjia com sua incorrigível tendência negativa ignora as coisas boas: ontem, na missa do Padre Marcelo para 3 milhões, a alturas tantas estavam juntos no palco, além do próprio religioso, Xuxa, Ivete Sangalo e Hebe Camargo —fora os menos votados na coxia.

Não caiu nenhum raio, o palanque não desabou, nenhum homem-bomba agiu.

E não saiu uma linha sobre isso no noticiário.

CNN News Update: na nossa impontualidade ibérica, nem os terremotos vêm na hora certa.
11:35:01 - Pinto -

19 Abril

Haja hoje para tanto hontem*

Viva a vivandeira!

*Como dizia o Leminski.
09:55:57 - Pinto -

15 Abril

Poderiam milhares de pixels estar errados?

Pois é. Fizemos a maior campanha pró-Nassif no episódio contra a Veja e agora surge nosso Idelber contando um outro pedaço da história...
23:32:50 - Pinto -

.:: mês anterior :: :: :: :: April 2008 :: :: :: :: próximo mês ::.