:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Tectum Intuentes

Ociosidade produtiva - textos reflexivos, anotações íntimas, sacanagens e demais ressentimentos.


.:: mês anterior :: :: :: :: August 2008 :: :: :: :: próximo mês ::.

27 Agosto

Momento fofo HZ

Do caderno de adivinhas do meu filho de seis anos:

1) "O que o rato disse quando viu um morcego?"

2) "O que o porco-espinho perguntou para o cacto?"

Respostas abaixo. [Leia mais!]
10:18:10 - Zeno - 4 comentários

19 Agosto

d.n.a.da, era só um caoso mesmo

dias
em que a gente se divisa
si mesmos

chegado a uma borda
como se em praias ou mata

- falésias, talvez cuestas, algo mais apropriado -

e lá sentados
consideramos:
vastidôes oceânicas
?
dimensões continentais
?

isso tudo
e com uma vida sem n.d.a.

08 Agosto

Pujança citadina

Agora que Indaiatuba, Londres e demais megalópoles voltaram à pauta de discussão nacional, por conta do Índice Firjan e da (boa) revista publicada pelo Estadão no domingo último (comprem, comprem), lembramos que a Economist publicou, no ano passado (edição de 5 de maio a 11 de maio), um excelente dossiê sobre o assunto intitulado The world goes to town. O diabo é que os ingleses são bons em ganhar dinheiro há séculos, e o conteúdo da matéria especial só está acessível para os assinantes da revista ou para quem quiser comprar o PDF com os textos. Como dinheiro e blog são duas entidades não comunicáveis entre si, nós vamos estar tentando disponibilizar o tal dossiê para a nossa nanoaudiência em breve, via xeroxzinho escaneado ou cópia mimeografada com bastante álcool. Fica a promessa, pois.
10:59:52 - Zeno - Comentar

05 Agosto

O Índice Firjan e as atividades licenciosas - Parte II

A verdade está lá fora - no pasto

Confirmando o movimento rumo ao interior apontado pela Firjan, Botucatu abre alas e antecipa o lugar onde nenhum homem jamais esteve. A presença do nosso George Smiley como palestrante está garantida para o encontro do ano que vem, data estelar a confirmar. Não custa lembrar que as palestras em klingon terão tradução simultânea e que as cinquenta pratas da inscrição deverão ser pagas à vista, que ninguém sabe como será o amanhã, responda quem puder.
10:10:53 - Zeno - 7 comentários

O Índice Firjan e as atividades licenciosas

A dica veio do nosso George Smiley, puxando a brasa para a sua sardinha interiorana: publicado por estes dias, o tal Índice Firjan, "retrato mais fiel do que o IDH", propõe um ranking de 5.559 munícipios brasileiros com os critérios de educação, emprego e renda, saúde, etc (as diferentes listas e imagens podem ser baixadas e visualizadas aqui). Nem é preciso deixar a preguiça de lado para perceber, com o grão de sal devido, que a lista traz, no topo, um punhado de cidades próximas a São Paulo/Capital que só figuram aí por conta de aberrações mais ou menos esquizofrênicas, isto é, que não garantem às cidades mencionadas um mínimo de estabilidade ou permanência econômica não-parasitária.

Indaiatuba (meu deus, Indaiatuba - e mais não falamos porque o nosso Sorel nasceu lá e tem até hoje garrafa de uísque no único bar freqüentável da cidade), Vinhedo, Boituva, Barueri, Itupeva, etc são as pobres hospedeiras acidentais dos condomínios medonhos, das pistas de pólo, das casas de campo "provençais", dos helipontos e das multinacionais oportunistas que mantêm com as respectivas cidades a mesma relação "endógena" que eu mantenho com um iate, um Porsche Cayenne e uma conta de 15 milhões de dólares no Opportunity: nenhuma.

Das outras cidades, digamos, mais tradicionais (São José do Rio Preto, Bauru, Araraquara, etc), espero sincera e obviamente que a boa colocação seja fruto de políticas públicas mais ou menos suprapartidárias e iniciativas privadas mais ou menos permanentes, com os percalços sabidos. Sobre Araraquara, aliás, lembro a antiga piada: "Vam'embora pra Araraquara?", "Araraquara? Que é que tem pra fazer em Araraquara?", "Ah, não sei, dar o cu por lá, que ninguém conhece a gente".
09:50:50 - Zeno - 19 comentários

.:: mês anterior :: :: :: :: August 2008 :: :: :: :: próximo mês ::.