:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Tectum Intuentes

Ociosidade produtiva - textos reflexivos, anotações íntimas, sacanagens e demais ressentimentos.


.:: mês anterior :: :: :: :: June 2009 :: :: :: :: próximo mês ::.

24 Junho

Jabá múltiplo

Tem pra todo mundo
16:05:06 - Zeno - 3 comentários

Sorry, folks.

Eu ando irritado. e admitir isso é maius dificilk do que vcs imaginam. 2 posts abaixo fui deselwgante com um redator deste blog que se eu dissesse que adfimiro, respeito e tenho um carinhpo sincero seria eufemismo barato. mas ando irritado e isso não é bom. entao resolvi botar pra fora os motivos da minha IRRITAÇÃO. me irrita a greve n a usp. me irrita a inocencia, a tentativa que alguém acredite em motivios como aumentos salariaius, ensino a distancia ou eleições diretas para reitor (m,eu deus, isso tem 25 anos...). Anacronismo compreensível entre jovens de 20 anos que leem Klurtz e ainda acreditam na luta de classes mas desconcertante entre doutotres e pósdoutores de 45. sejamos claros: A briga é por quem vai gerir 2,8 bilhões de reais destinados anualmente pra USP e ponto. simples assim. como diria marlowe: folow the money. me irrita quem acha que o PIG existe. quem nao percebe que a idéia do pig é uma construção, uma contra-revolução organizada, construida e arquitetada, um contra-peso. chaves ataca a imprensa, ajhmaahed ataca a imprensa, wu fu mierda ataca a imprensa.peloamordedeus, vcs sao inteligentes. atacar a imprensa é modus operandi, sempre foui. vcs nao percebem? ´~e o 1o passo da não democracia..me irritam os petistas que ignoram o lula denfendendo o sarney. me irritam os tucanos qe leem o reinaldo azevedo e se pautam nisso. me irritaM AS MULHERES. DE 20, 30 E 40. as de 20 menos, mas ainda assim me irritam. me irrita a incapacidade de entender a ironia, o sacarsmo. me irrita o piza, e quem ainda acha que ele é assunto. senadores me irritam. mercadante, suplicy e azeredo. sarney é hour concurs. me irrita esse teclADPO q nao obedece. só nÕ ME IRRITa minha filha. essa jóia que se auto-lapida, que me dá o que vale meu dia, cabeça no travesseiro, cobertor no queixo, beijo de boa noite.
01:06:49 - Lama - 28 comentários

23 Junho

Plano B



(crdt : mario amaya)
20:35:06 - Pinto - Comentar

22 Junho

A.I.

Quando assisti A.I. (Inteligência Artificial, Spielberg, 2001), aquele pinóquio moderno, vi a cena que colocaria como a mais triste do cinema até então: o menino-andróide preso no fundo do mar, com uma bateria infinita, e em frente ao seu objeto de esperança mas sem poder alcançá-lo. E, obviamente, só.

O que tem aí embaixo é o que vai ter na sua casa em alguns anos. Em muitas em alguns meses, mas como imagino que vc ainda vai resistir um pouco, tô dando um corpo de vantagem pros mais afoitos. Há certa melancolia nisso tudo. E uma pergunta: pq são sempre meninos de impúberes?

12:51:37 - Lama - 5 comentários

21 Junho

the birth of an on(co)tology

"A data da partida é histórica para as equipes: no sábado, completam-se 39 anos da final da Copa de 1970, quando o Brasil sagrou-se tricampeão Mundial sobre os italianos, vencendo por 4 a 1."
(fonte ig)

noooossinhora, eu 'tava c/ 11 anos... novinho in folha...
12:58:30 - George Smiley - Comentar

16 Junho

Este é um post pessoal. Porra.

Razões externas, notadamente (ops) as referentes a uma mudança de casa, com mudança de conexão, mudança de cama, mudança de mesa e mudança de banho, fizeram com que as últimas semanas fossem mais turbulentas que o normal.

Razões internas, e acho que a casa nova tem a ver com isso, me fizeram lembrar daquela série do Angeli sobre 2 coisas de que não ele gostava e 1 de que gostava. Sempre achei uma idéia matadora, porque a proporção dois terços/um terço dá bem a medida do nosso azedume cotidiano sem entregar a rapadura para o nihilismo do "é tudo, sem exceção, uma merda". Mas como a vida anda melhor que o esperado (e o governo Lula há de concordar), achei mais batuta se a série do Angeli fosse temporariamente trocada para 1 coisa não e 2 coisas sim. Tipo:

Eu não gosto do papa Ratzinger (pra homenagear a foto abaixo e fazê-la descer um bocadinho). Aliás, eu não gostava do Wojtyla, também.

Eu gosto de beber água depois de tomar banho.

Eu gosto de prédio em que a pizza sobe pelo elevador, sem que a gente tenha de descer.
18:35:47 - Zeno - 30 comentários

o assunto era outro

o dia vinha bem, ate melhor que o esperdao, mas tropeçou as 19:07 e se estatelou no chão. sozinho, levantou e fingiu que nao acontecia nada. mancando foi até as 20:12. as 21 mostrva sinais preocupantes. 22h destino selado. 23h e nenhum restaurante aberto. 1:50, 5 doses, vira um post. amanha vai acordar mancando, mas e dia de pore estreia e pode acabar ate bem.
;
PS o assunto era a dani_luxo, 1a puta confessa do twitter br, mas fica pra outro dia que esse ja ta bem povoado.
02:01:05 - Lama - 3 comentários

11 Junho

O cara

"Sobe cobra, a cobra tem que subir..."

Quem acha que Lula fala bobagens deveria prestar mais atenção no que diz o bonitão aí em cima. Ele, Jobim das Selvas, o General Genérico. Aquele que, no meio da comoção das vítimas do AF447 evocou "tubarões" e "abdômens dilacerados", afora manchas de óleo e pedaços de madeira, enfim, tão genéricos como a sua patente.

É nosso eterno Ministro da Defesa da Inguinorança.

(crdt : rc gualda, pelo briefing)
19:12:16 - Pinto - 3 comentários

09 Junho

Balança o chão da praça

Fausto Nilo

Mais um jabá. E da melhor qualidade: cearense. Lançamento do novo CD "Fausto Nilo", em show de bolso na Fnac Pinheiros (Pça dos Omaguás, 34), com a presença de Zeca Baleiro. Nesta segunda, dia 15, a partir das 19h. Não perco por nada.
06:00:00 - Pinto - Comentar

05 Junho

Fuck the system

16:20:36 - Lama - Comentar

04 Junho

Putaria da fina

ôba!
19:50:18 - Zeno - 2 comentários

03 Junho

Sem perder a ternura jamais



(crdt : malvados)
18:40:50 - Pinto - 5 comentários

Bombacha

Desde que li "Um certo capitão Rodrigo" aprendi que em briga de gaúcho a gente não mete a mão (nem nenhuma outra parte do corpo), mas neste caso é impossível não fazê-lo: toda a nossa solidariedade a Milton Ribeiro.
14:10:03 - Pinto - 1 comentário

Reaproveitamento de energia

Acho que ando navegando muito pela internet. Devia ir pra rua como aconselhou o pres, do google.



13:56:04 - Lama - 1 comentário

for yooour eyes only

amar é verbo.
Amor é nome.
nome não tem tempo.
verbo tem.
amar é humano.
Amor não é.
amar é mortal.
Amor não é.
amar é parte: daqui até aqui.
Amor é indefinição. Mas significado.
amar é bolha de sabão: piscou, estoura.
.acaba.
Amor não sei

crddt:pv
01:26:41 - Lama - 3 comentários

01 Junho

A volta da teoria da escada

Ela andou sumida da redação, nestes últimos anos, mas não de nossos corações. Por conta de uma amiga mais versada, em conversa nem tão recente assim, exponho a ela o problema ("De onde eu tirei essa idéia..." etc) e recebo uma resposta indignada: "É o bom e velho esprit d'escalier, cê esqueceu?! Aquele da frase matadora que só nos ocorre quando já estamos na escada, indo embora!". Tomei a bronca mas fui estudar. Descobri que tem também em alemão, já que o esprit francês é o bom e velho witz alemón (que vem da mesma fonte do wit inglês, donde o witty, espirituoso), e que em alemão a expressão é a mesma, Treppenwitz (Treppen é escada). Desde então saio todo garboso às ruas, sem conseguir a resposta na ponta da língua mas pelo menos sabendo qual é o nome disso. Umas semanas atrás, o assunto do esprit d'escalier volta na pena do Luis Fernando Veríssimo, em sua coluna de 30 de abril no Estadão. Dizia ele ter criado certa vez um personagem para o Jô Soares que sofria da síndrome, e que ao ouvir uma ofensa só conseguia balbuciar "Ah é, é? Ah é, é?". Só depois de dias é que o sujeito, do nada, exclamava "Só se sua mãe for junto", ou coisa parecida, para um interlocutor inexistente. O Luis Fernando comenta também que deveria existir uma expressão em alemão para descrever isso, uma daquelas "intermináveis palavras compostas com que os alemães transmitem o máximo de sensações possíveis sem o uso de vírgula, hífen ou violino ao fundo". Bom, a palavra existe, como vimos, mas não a solução para a síndrome, em português, em francês, em alemão ou, que é onde eu queria chegar, em espanhol:

Apareceu aqui no botequim, num post passado, o bordão irritante de um psicanalista argentino, usado por ele cada vez que um paciente reclamava da vida, do emprego ou da esposa/marido: "¿Que te impede?" Pois bem. Só agora atinei com uma resposta à altura: se ele dissesse isso pra mim, ah, se ele dissesse isso pra mim, eu responderia "Las relaciones sociales de producción, boludo!", na lata, na bucha, e me levantaria todo pimpón do divã e do consultório. Seria a vingança de todos os escadeiros analisandos deste país. Rá.
20:29:41 - Zeno - 3 comentários

.:: mês anterior :: :: :: :: June 2009 :: :: :: :: próximo mês ::.