:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Todos

Todos os posts do mês. Para selecionar uma seção, clique no menu ao lado.


.:: mês anterior :: :: :: :: October 2009 :: :: :: :: próximo mês ::.

31 Outubro

alguém na escuta?

cumé que põe my foolish heart do bill evans no jazzonthetube aqui?
dijei, pinto, lama, bandini, alô, alô... --- ...

olha que coisa mais linda, mais ...

um texto enxuto.
de como sobreviver aqui.
17:15:06 - George Smiley - Comentar

29 Outubro

nipo-etilírica

uquê, o saquê?
pra mim,
mágico:
é abre e acaba.

28 Outubro

achei o pobrema dos amigo

é o novo tratamento preventivo que anda deixando eles meio assim.

26 Outubro

As notícias sobre nossa morte podem ter sido precipitadas



Estamos vivos e ativos. Como o rapaz aí de cima.
21:21:07 - Pinto - 2 comentários

Seis anos esta manhã

O Hipopótamo Zeno faz, ou melhor, fez exatos seis anos na semana passada, no dia 22 de outubro, mas quem ganha o presente é você: este é meu último post para o botequim. Seis anos atrás, eu estava às voltas com um doutorado encalacrado, uma vida encalacrada e um sujeito que me atazanava sempre que possível com a pergunta "vamos montar um blog?". Seis anos depois, Sorel, o autor da pergunta, Bandini, Pinto, George Smiley e DJ Mandacaru foram os responsáveis por alguns dos melhores momentos presenciais e virtuais que tive desde então, e a eles compete seguir com o balcão de bebidas aberto, para o deleite desta nano que foi sempre mais perspicaz e divertida que a gerência do lado de cá. Sorte a minha, de virar também leitor.
10:08:26 - Zeno - 22 comentários

24 Outubro

no meu caso é que ando treinando pra qdo ficá rico

esporte zen esse.

desenvolvimento imobiliário-ludopédico


parque seo jorge

qdo um empreendimento é batuta, ele fica assim.

23 Outubro

Efeméride

Tá ficando igual matrimônio, este blogue: seis anos esta noite e nem um postzinho pra comemorar.

Essa falta de romantismo é que mata as relações E as redações.
20:59:24 - Pinto - 9 comentários

22 Outubro

Distrito 9 (District 9, Neill Blomkamp, 2009)

O bonequinho viu e gostou, aplaudindo. E olha que os sujeitos enfrentaram uma das piores armadilhas pra quem faz cinema: uma idéia inicial tão boa, mas tão boa, que qualquer coisa que se faça com ela vai ficar aquém das potencialidades. O filme parece um catálogo de cenas que você já viu em outros lugares misturado a um punhado de boas idéias novas (mas não no sentido costumeiramente atribuído ao Roberto Campos, segundo dizem, numa banca de defesa de tese: "O seu trabalho tem coisas novas e boas. Pena que as boas não sejam novas e as novas não sejam boas"). Ligado o liqüidificador que processa as referências (lembrei até de "Inimigo Meu", ficçãozinha com o Dennis Quaid e o Lou Gosset Jr., este no papel do alienígena), é difícil distinguir o botão do pulse do botão de stop, e talvez esse seja o pecado maior, isto é, não saber o momento de parar: os clichês se acumulam no terço final e a cena da armadura robô, a la Robocop ou mesmo Transformers, francamente é de lascar. Outro problema, que não é do filme mas de quem assiste, é o tal "ímpeto interpretativo": sai-se muito melhor quem toma o filme pelo seu valor de face, por aquilo que ele apresenta, do que quem toma o filme por aquilo que ele representa, metaforiza, simboliza ou valha-me deus outros "iza"s. Pra encerrar, outra idéia boa é a de deixar a cargo dos depoimentos "fake" dos especialistas a função explanatória do filme, com os dados, informações, análises, etc, que tradicionalmente são jogados nas costas dos coadjuvantes com a ingrata tarefa de explicar as coisas. Se eu fosse a Aracy de Almeida, dava três galos, duas pernas e um troco. Como não sou versado em gíria carioca dos anos setenta, dou um oitão com louvor. Me diverti à beça.
22:15:11 - Zeno - 3 comentários

18 Outubro

Colaterais

Resignados com decantada vitória da oposição nas eleições presidenciais do próximo ano —já prevista por uma miríade de especialistas: do presidente do Ibope ao marqueteiro "Popularidade não se transfere" do Obama—, passamos a encarar tal fatalidade com outros olhos, pelo lado dos benefícios que a eventual recondução do PSDB à presidência irá nos proporcionar a todos. Relacionamos abaixo apenas alguns, mas deve haver outros. A saber:

1) Reinaldo Azevedo será de novo apadrinhado por algum prócer da esfera semipública e terá uma revista para chamar de sua, poupando-nos de assisti-lo babar no seu colarinho digital.

2) Arthur Virgílio Neto, reserva moral do País, sossegará sua franga cívica.

3) Privatizada, a Petrobras, último entulho getulista, tornar-se-á uma empresa moderna e bem administrada, a exemplo do que ocorreu com as telefônicas e concessionárias de eletricidade.

4) Ligaremos a TV para testemunhar Miriam Leitão, William Waack, Moanica Waldvogel e outros luminares sorrindo, e não por escárnio.

5) Leremos manchetes otimistas nos jornais mesmo se o país quebrar três vezes.

6) Líderes ponderados e sensatos como Katia Abreu e Ronaldo Caiado poderão assumir um ministério e conduzir de vez uma reforma agrária profícua.

Chega a valer a pena, né não?
21:32:01 - Pinto - 12 comentários

17 Outubro

Bastardos Inglórios (2009)

— O que o senhor ouviu falar sobre os Dreyfus, Monsieur LaPadite?

— Apenas rumores.

— Adoro rumores. Fatos podem ser tão enganosos, ao passo que rumores, verdadeiros ou falsos, são quase sempre reveladores. Então, Monsieur LaPadite, quais rumores o senhor tem ouvido sobre os Dreyfus?

Diálogo entre o coronel SS Hans Landa e o pecuarista Perrier LaPadite, na abertura de Bastardos Inglórios, extraído do livro-roteiro, que surpreendentemente traz algumas cenas-chave excluídas da tela.

O diálogo é pretexto para três coisas: levantar o nível do blogue, provocar o Zeno (que torce a boca quando ouve falar no nome do diretor) e comentar o melhor filme da carreira de Tarantino até aqui. Não por acaso, é uma fala do seu alter-ego Aldo Raine (Brad Pitt): "Acho que acabei minha obra-prima", no desfecho do filme.
19:58:11 - Pinto - 4 comentários

16 Outubro

Eu me lembro...

...que liberdade era passar a mão na bunda do guarda.
10:55:31 - Pinto - Comentar

15 Outubro

Liberdade é participação

Deve ser a melhor campanha de conscientização política que já vi.

Atenção: conteúdo pornográfico, impróprio para menores de 18 anos e para subordinados em hora de seLviço. Objetos podem parecer maiores do que são.

(crdt al)
20:02:12 - Zeno - 10 comentários

14 Outubro

Não é tão séria a crise da mídia

É o que nos garante a rapaziada sempre afiada da Onion: "93% das vendas de jornal impresso são atribuídas a seqüestradores, interessados em provar a data do dia em seus pedidos de resgate". Serve também para embrulhar orelha ou outra parte do corpo, a fim de enviá-la à família do seqüestrado. Há esperança, pois.
16:05:39 - Zeno - 5 comentários

estive no mancini e lembrei d'ocês

3 meses/as longe
3 anos co-lados [Leia mais!]

13 Outubro

Agora eu entendi

"Quem procura e pondera todas as circunstâncias de uma questão, não a leva a cabo; um espírito de mediana capacidade basta resolvê-la, e tudo pode realizar muito bem, tanto as coisas grandes como as pequenas. Atentai para os indivíduos que dirigem a contento seus negócios: são os menos à altura de nos dizer como o fazem. Ao passo que os outros, que tratam da questão com brilho, nada realizam de útil. Conheço um senhor mui eloqüente, que expõe à perfeição tudo o que concerne à economia doméstica; em suas mãos dissipou-se um patrimônio de cem mil libras de renda."

Do ex-blogueiro, atual twitteiro, Michel de Montaigne, lá pelo ano de 1580 ou 436 a.O. (antes da Olimpíada).
11:28:36 - Zeno - 8 comentários

09 Outubro

Prazer, Liv Tyler

null

Atriz do Bertolucci, filha do sujeito lá do Aerosmith que me recuso a escrever o nome e intérprete de uma musiquinha do Leonard Cohen.
21:52:25 - Pinto - 24 comentários

A Igreja dos Últimos Dias do Monge Cohen

Esse botequim tá virando o fã-clube do sujeito. Este post é apenas para concordar discordando da afirmação de que Leonard Cohen é o melhor intérprete das músicas que compõe. Concordava em gênero e número, excetuando talvez a versão para Hallelujah de Jeff Buckley, até porque já morto. Eis que descobri o momento extático do vivo e ativíssimo Antony Hegarty em If It Be Your Will e me pus a duvidar das coisas. Infelizmente os clipes não podem ser incorporados, mas vale cada clique. E eu mesmo queria uma segunda opinião.
21:46:52 - Pinto - 2 comentários

O Leonard lá e cá

No Reservations

Então, tava lá o tio DJ cavoucando a internet em busca de diversão para a nano quando topei com o blog de um ex-colega de escola. Se você se interessa por política e mais alguns assuntos variados, vai gostar de dar uma passada por lá. À semelhança do nosso querido editor-em-chefe, para ajudá-lo na árdua tarefa de atualizar o diário íntimo o PTB convocou cangaceiros variados, um deles com perversão na mesma área que o tio aqui. O problema com o colega é o excessivo pundonor: exemplos para a turma só os achados no YouTube.
No post mais recente, o premiado foi o bardo canadense Leonard Cohen, santinho do pau oco da devoção de diversos redatores do HZ. Concordo que Leonard é o melhor intéprete de suas músicas, mas uma coletaneazinha também tem lá seus méritos, especialmente para apresentar o cabra à juventude estudiosa do meu país. Essa aqui foi montada por uma revista francesa de alta-costura intelectual e distribuída em uma de suas edições mais recentes. Tirando o João e o Joãozinho, não tenho a mais remota de quem está cantando. A nano deve saber. [Leia mais!]

08 Outubro

Se beber, não dirija

10 drogas que você deve evitar ao dirigir. Sensacional. Faz parte de uma série, com outros tão hilários quanto: 10 coisas que você não pode dizer a um traficante, 10 coisas proibidas numa discussão de relação, etc.

(crdt em)
15:56:05 - Zeno - 3 comentários

05 Outubro

How it would be, if a house was dreaming



The conception of this project consistently derives from its underlying architecture - the theoretic conception and visual pattern of the Hamburg Kunsthalle. The Basic idea of narration was to dissolve and break through the strict architecture of O. M. Ungers "Galerie der Gegenwart". Resultant permeability of the solid facade uncovers different interpretations of conception, geometry and aesthetics expressed through graphics and movement. A situation of reflexivity evolves - describing the constitution and spacious perception of this location by means of the building itself.
13:21:01 - Sorel - 3 comentários

Na França, como os franceses



(d'après Blue Bus)
12:53:59 - Pinto - 1 comentário

04 Outubro

rio, daqui pa frente

no leia mais, uma palavrinha do buteco ao nirvana dos butecos. [Leia mais!]

02 Outubro

Parem as máquinas!!

Depois das divertidas viadagens cearenses descritas abaixo, a baitolice agora se espalha pela Bahia e uma banda de Sergipe: o meu, o seu, o nosso Franciel Cruz, alegando falta de tempo, tesão e demais besteiradas, anuncia o fechamento de um dos botequins mais animados da rede. Corra, proteste, ligue para o seu senador, peça ao Lula e ao Nuzman para interceder, declare seu amor imorredouro por aquele timinho de várzea rubro-negro que o França carrega no peito, enfim, vale qualquer coisa para fazê-lo mudar de idéia.Como diria o bando de aberrações circenses naquele filminho batuta, Freaks, do Tod Browning: "He's one of us! He's one of us! He's one of us!".
17:01:42 - Zeno - 3 comentários

Diálogos na redação

- Tô saindo agora pra Fortaleza com a missão prepúcia de auditar os estragos que o Lama fez na sua passagem pela cidade. Volto na terça e aí posto umas musga.

- Olha, vou te dar umas dicas:

A lagosta ao mocororó do faustino é excelente, mas não aceite uma dose de mocororó pra experimentar por mais que o graçon ofereça.

A 2a no Pirata continua a mesma, mas cuidado na entrada/ saída que as meninas te puxam pelo braço e é duro dizer não (não que eu tenha tentado, mas me contaram)

Esqueça os caranguejos e suas patinhas. Comi todos. Parece que a nova geração só fica adulta em 3 meses.

Não acredite na previsão do tempo. Eu vi uma nuvem lá. tenho certeza que vi, Tava meio escondida, mas estou certo que tinha uma. essa historia de céu de brigadeiro é td mentira.

Se for na barraca ao lado da croco beach na praia do futuro (esquerdo de quem entra), não diga que me conhece. O dono da barraca não gostou muito da conversa que eu tive com a sobrinha dele.

E se for puxar papo, já meio bêbado, 2h da manha, com um local, meio que pra conhecer a cultura e o povo da região, tenha certeza de que ele vai entender que é só conversa de bebado e que voce não espera ter um fim de noite agradável em sua companhia rolando pelas areias do aterro de iracema.

Não aceite caronas. principalmente do cara acima.

E o mais importante: não fale pra ninguem que conhece o Pinto. Depois eu explico.

e boa viagem
10:22:25 - Lama - 4 comentários

A inteligência e a honestidade

— Te acho um cara super inteligente.

— Quiéisso, 'brigado, você é muito gent...

— Não, sério, numa escala de 0 a 10 você leva um 8.

— 'Magina, também acho você muit... Êpa, peraí, 8? O que aconteceu com o 10, tá em falta?
09:58:47 - Zeno - Comentar

01 Outubro

Desasnamento intensivo

E por falar em inteligência, o Instituto Goethe de SP promove de outubro a dezembro deste ano um segundo ciclo sobre o "Pensamento Alemão no Século XX", com palestras de especialistas brasileiros sobre autores alemães de diferentes áreas. Tem pra todos os gostos, da física à literatura, e a programação completa pode ser conferida aqui.
21:36:58 - Zeno - 5 comentários

Ao mestre com carinho

Ganha um doce, ou uma noite de diversões cearenses com o Pinto, quem adivinhar o(a) autor(a) da frase abaixo:

"Apesar de não a possuir no grau que me conviria, sempre gostei muito da inteligência."

(o outro doce foi "disponibilizado" aqui)
21:18:37 - Zeno - 4 comentários

vindas e idas*: stammtisch: p/ se ler devagar

sem perceber
a-gente vai ficando amigo
só vivendo junto coisas
n'aparencia quase simples. [Leia mais!]

Ó mundo tão desigual



(crdt : leo_triviado, em homenagem ao retorno do lama a sp city, a louca emotiva do brasil)
12:34:40 - Pinto - 4 comentários

De quatro na boate

Ele: Por favor, onde é o banheiro?

O Segurança: Número um, dois ou três?

Ele (curioso): Três!

O Segurança: Número três é na pista.

O presente diálogo foi relatado pelo próprio e ocorreu ontem, na The Week, durante o show do Franz Ferdinand. Significa?

(crdt : peter war que agora faz companhia a lll e geraldo gilberto kassab no rol dos solteirões convictos.)
12:09:17 - Pinto - 4 comentários

.:: mês anterior :: :: :: :: October 2009 :: :: :: :: próximo mês ::.