:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Todos

Todos os posts do mês. Para selecionar uma seção, clique no menu ao lado.


.:: mês anterior :: :: :: :: February 2010 :: :: :: :: próximo mês ::.

28 Fevereiro

ah, todas aquelas brahmas da antartica

falando em mateus...

olha o cara, perdendo e ganhando o gol do curíntia, e ó só a arte dos muleke santiushta:
tizius fabulosos.

26 Fevereiro

São Mateus era twitteiro

Arrumação de livros em casa. Sai da prateleira um livrinho de provérbios em alemão, “Geflügelte Worte” (literalmente: “palavras aladas”), organizado por Georg Büchmann e sucesso nos asilos e nas casas de velhinhos alemães desde pelo menos a década de 60 do século 19 (marromenos o equivalente do nosso Magalhães Junior e seu dicionário de provérbios, ou então um Câmara Cascudo com mais cerveja e salsichão). Como os ditos e citações estão em ordem cronológica (só pra se ter uma idéia, a última entrada, nesta edição atualizada, é a explicação da expressão “Cortina de Ferro”*...), a coisa toda começa com a Bíblia e suas passagens mais conhecidas. Aí leio:

“Ninguém pode servir a dois senhores”
“Não jogue pérola aos porcos”
“Procure e encontrarás”
“Quem não está comigo, está contra mim”
“Um profeta não é reconhecido em sua própria terra”

, e assim por diante, todas assinadas pelo mesmo autor, Mateus, e rascunhadas em seu evangelho com menos (muito menos, aliás) de 140 caracteres cada.

Lôco, né?

(* com o seguinte comentário: “a expressão ‘cortina de ferro’ foi utilizada pela primeira vez por Goebbles, no jornal Das Reich, em 25/02/1945. Mais tarde, em 05/03/1946, Churchill a tornou popular, num discurso no Westminster College, em Fulton (EUA): ‘An iron curtain has descended across the continent’”. Hipopótamo Zeno também é cultura. Um país se faz com homens, livros, blogs e o Pinto reclamando dos serviços públicos desta cidade. Doe sangue – Pelé doaria.)
08:23:47 - Zeno - 2 comentários

25 Fevereiro

Put your records on



O marido morreu, ela sumiu, e voltou melhor. Acho que sofrimento amadurece. revi no blogue do Carlos Calado, que o Mandaca indicou pra gente. Vai lá.

http://www.carloscalado.com.br/
12:09:16 - Lama - 1 comentário

A volta dos que não foram

Eu me lembro, garoto ainda, de uma gozação favorita que pais, tios e demais adultos gostavam de impingir às crianças: perguntar a opinião delas sobre filmes supostamente famosos, se tinham visto, o que tinham achado, se eram bons mesmo, etc. Lembro de três pegadinhas dessas, “Poeira em alto mar”, “As tranças de um careca” e o que dá nome a este post, mas tenho certeza de que havia mais. De qualquer modo, resolvi voltar a colaborar neste prestigioso espaço internético pelas razões que se seguem:

-- para confirmar o veredito de um ex-blogueiro famoso, atual twitteiro de sucesso, que dizia ser impossível a um verdadeiro blogueiro negar sua própria essência bloguística;

-- por não ver, seja em veículo impresso ou em bits, nenhuma análise séria que mostrasse as reais ligações entre a ascensão de Dilma Rousseff e a queda de Muricy Ramalho do comando do Palmeiras;

-- por não ver, igualmente, ninguém fazendo a conexão óbvia entre a futura captação de 51 bilhões de dólares pela Petrobrás e as recentes declarações de Luiz Gonzaga Belluzzo sobre o futuro da agremiação palestrina;

-- por perceber que são poucos os comentadores atentos dispostos a admitir que o destino do país, sua inserção mundial pós-Copenhagen, a correta avaliação do impacto do pré-sal e demais questões deste novo milênio verde-amarelo estão em estreita dependência da trajetória tortuosa, imprevisível e no entanto fascinante do time alviverde da Rua Turiassu;

-- enfim, para que eu pudesse ter, a cada dois ou três dias, algo agradável e divertido de se ler na internet, além das colunas do Luis Nassif e do Reinaldo Azevedo.

Abraços e beijos,
Zeno Cosini
P.S.: Aproveito também para desmentir boatos de que eu teria me transferido para a Grande Mídia, desde o final do ano passado, mediante soma vultosa. O dinheiro era mixo, mas eu aceitei mesmo assim.
11:14:28 - Zeno - 10 comentários

24 Fevereiro

Questões intestinas da democracia candanga

O que é pior: ficar com o Arruda preso por bem mais tempo ou soltar um Paulo Octávio em hora e local impróprios?
08:36:46 - Pinto - 4 comentários

22 Fevereiro

occitaines

bom, carnaval, todos vivendo coisas, ela resolveu ir prum retiro, que o tio aqui andava um penta de galocha branca, daquelas de laticínio.
depois conto o porquê da pentice. [Leia mais!]

Uma aula de como tratar o consumidor

Recebi o seguinte email da Mistral, onde costumo comprar vinhos "de excelente relaçao custo-benefício" (ou seja "por esse preço, você queria o quê?") sempre que sobra um troco em casa (ou seja, quase nunca).

Resolvi reproduzir aqui na esperança de que inspire algum ás do marketing dessas empresas que vivem anunciando suas qualidades na midia a peso de ouro, mas na o frigir dos ovos ignoram quem lhes paga as contas.

Aí vai, com os grifos mantidos:

Prezado Sr. Pinto, boa noite.

Muito obrigado por seu interesse em nossa promoção de vinhos em Ponta de Estoque.

Recebemos a confirmação de seu pedido XXXXXXXXXX

A Ponta de Estoque é composta por vinhos já maduros, de safras que já saíram do catálogo, ou pelas últimas garrafas de um determinado lote, garrafas com pequenos defeitos e assim por diante. No entanto, são todos vinhos em perfeito estado, que estão ótimos para o consumo imediato, embora alguns ainda possam ser armazenados por mais algum tempo em adega.

As garrafas de Ponta de Estoque são analisadas uma a uma por nossos sommeliers e, se desconfiamos que um vinho pode apresentar um problema ou estar passado, não colocamos esta garrafa à venda na ponta de estoque.

Em relação a seu pedido, nossos sommeliers ficaram em dúvida a respeito do seguinte item:

Produto: Moulin a Vent 1997 (Faiveley) (Ponta de Estoque) Quantidade: 1 Preço Unit.: R$ 25,58 (*)

É possível que este vinho já esteja além de seu prazo ideal de consumo ou que a garrafa esteja sujeita a algum tipo de problema. Sem abrir a garrafa, é impossível obter uma opinião conclusiva. O vinho pode estar ótimo, ou pode ser que haja algum problema, e o estágio atual de maturação da garrafa só permite que isto seja descoberto quando esta for aberta.

Esperamos que tenha uma surpresa positiva, mas como não é possível ter certeza e não desejamos decepcioná-lo caso este vinho apresente algum problema, lhe enviaremos esta garrafa GRÁTIS, sem custo algum. Este vinho será entregue junto com os demais itens de seu pedido, mas não será cobrado.

Desta maneira, se a garrafa estiver boa, esperamos que possa apreciar um bom vinho maduro; e se não estiver em sua plena forma, isto não representará nenhum tipo de ônus.

O valor desta(s) garrafa(s) será abatido da Nota Fiscal na forma de desconto integral.


Quanto aos demais vinhos de seu pedido de Ponta de Estoque, segundo a análise de nossos sommeliers, todos devem estar em perfeitas condições de consumo.

Como explicamos em nossas regras de fornecimento para vinhos de Ponta de Estoque, as garrafas que fazem parte desta promoção apresentam uma condição muito especial de preço e pagamento e, por representarem finais de estoque, não poderão ser trocadas por outros produtos.

Caso tenha qualquer dúvida ou comentário, estamos a sua inteira disposição para mais esclarecimentos.

Atenciosamente,

Equipe de Comércio Eletrônico
Mistral - A Importadora dos Melhores Vinhos
21:03:50 - Pinto - 12 comentários

Em busca do Millenium passado

Recebi por email um convitinho e decidi repassar aqui. Acho que é o tipo do programa que não se pode deixar de perder, ainda mais por 500 pratas.
15:33:20 - Pinto - 1 comentário

Da série: Alegria, alegria

felicidade é uma casinha em Braunlage

E a gente passando esse calorão por aqui.

Mais aqui.

Crdt Foto: Stefan Simonsen/AFP
14:28:47 - Lama - 4 comentários

19 Fevereiro

curtindo o carná adoidado

tão pensando que a turma aqui só pensa em pulítca?
colhidos em plena vadiagem, eis o porquê do silencio da editoria no tríduo momesco:

12:51:40 - George Smiley - Comentar

10 Fevereiro

Lost

A pretexto de criticar as declarações enlatadofóbicas de Marco Aurélio Garcia, o luminar Fernando Rodrigues escreve hoje na página de opinião da Folha, sob a epígrafe "Esterco político":

Eis o pensamento do assessor de Lula: "Eles [canais de TV dos EUA] realizam, de forma indolor, um processo de dominação muito eficiente. Despejam toda essa quantidade de esterco cultural".
Mais um pouco: "Estamos vivendo um momento grave do ponto de vista de uma cultura de esquerda. A crise dos valores do chamado socialismo real e a emergência desse lixo cultural nos últimos anos nos deixaram numa situação grave".
Qual seria a preferência do doutor? Talvez o "Big Brother", produção brasileiríssima da maior rede de TV do país. Marco Aurélio, é bom lembrar, coordenará o programa de governo de Dilma Rousseff.


Merece nossas congratulações. Destacar-se falando bobagens num espaço dividido com Josias de Sousa, Eliane Cantanhêde, Clóvis Rossi e outros notáveis não é feito de pouca monta(ria).

A menos que, a exemplo de sua colega Lúcia Hippolito, Rodrigues atue sob efeito de Endemol etanol e esteja ele também com o telefone pishcando.
16:53:27 - Pinto - 6 comentários

06 Fevereiro

O assédio matou o gato

Entrevista obrigatória no português Público, por dois fatores: pela profundidade e gravidade do tema e pela aula de como deveriam se pautar os jornais brasileiros.

Leia já sobre por que o suicídio no trabalho é uma mensagem brutal, e como ficamos reféns do manajument.
14:18:09 - Pinto - 3 comentários

05 Fevereiro

No osso



Aqui, ó, que eu vou explicar pra vocês quem foi Thelonius Monk. Aliás, acabou de sair uma excelente biografia do cabra, dezoito doleta compra na Amazon.
Mas a conversa aqui é outra. Todo mundo sabe que o segundo instrumento preferido do Duke Ellington era a orquestra (o primeiro só era usado nos Warm Valleys), arranjos grandiosos, complexos e cousa e lousa. Aí, em 1955, o maior construtor de acordes-bonsai do jazz, inaugurando sua fase na Riverside Records, gravou oito faixas, todas do Duke, só que em registro mínimo (piano, baixo, bateria), reduzindo ao talo a essência das músicas. Coisa de gênio.

Se você é do ramo certo da família Setúbal, sabe onde ir. A hora do pobre também está disponível.
[Leia mais!]

04 Fevereiro

esse ano promete

o negóço agora é histerese.

vc. não está estressado, isso é coisa do passado, nada é como parece, a coisa toda está sendo bem resolvida por gente muito preparada.

comprende?

tudo tem ixplicação, não se preocupe, tem sempre alguém pensando por vc..
20:47:19 - George Smiley - Comentar

03 Fevereiro

falando em propaganda p/ adultos/as

qdo é bem feita é duro.
mesmo que vc. jamais adquira os podruto, ache coisa de veados, o dunquerque seja de seu gosto, é duro, equivale a tomar uma cantada quase irrestível por inesperada.
as moças me entenderão (e alguns rapazes mais modernos tb.):

um reles cafezinho, quem diria...

acompanhe até os fins e divirta-se.
11:25:15 - George Smiley - Comentar

.:: mês anterior :: :: :: :: February 2010 :: :: :: :: próximo mês ::.