:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


Zenices

Pensamentos de Zeno acrescidos de pérolas de igual verve vindas de procedência vária.


.:: mês anterior :: :: :: :: March 2010 :: :: :: :: próximo mês ::.

27 Março

Diploma Na Mão, Rumo Ao Futuro, ou Tudo Na Vida É Uma Questão De Escala

Relato de testemunha presente ao aniversário de 100 anos de Dona Maria Amélia, esposa do Sérgio Buarque de Holanda, em festa ocorrida no início do ano e que teve grande cobertura da imprensa. Dona Amélia chama o filho Chico e faz aquele pedido inconfundível das mães: “Chico, meu filho, aproveita que o Oscar [Niemeyer] tá aqui e conversa com ele, veja se ele consegue que você termine a faculdade, quem sabe ele não dá um jeito, aí finalmente você vai ter o diploma”. Chico, como bom filho, não contraria a centenária mãe e aproveita a chance prum papo com o arquiteto. Minutos depois, finda a conversa, Chico se levanta e Niemeyer observa à sua acompanhante: “Simpático, esse moço. Quem é?”.

(crdt: ogv)
11:58:56 - Zeno -

13 Março

Minutos de sabedoria

"Essa foi a grande libertação do Big Brother para mim: mostrar que a gente não precisa se levar tão a sério e que é bom não se levar tão a sério. (...) Foi quando me despi da posição de jornalista e percebi que isso não necessariamente ia arranhar a minha imagem. Esse papo de credibilidade... quem quer isso é pastor, padre. Não vou fundar igreja, não quero que acreditem em mim. Os jornalistas em geral se levam muito a sério."

—Pedro Bial, muy fidedigno biógrafo de Roberto Marinho, na Rolling Stone (uma espécie de Revista Capricho para maiores de 18 anos, mas com idade mental de 10) deste mês.
23:10:41 - Pinto -

09 Março

Roberto Carlos, parte I

Somos antenados. Aliás, somos do tempo em que se dizia “somos antenados”. A cidade, o país, o mundo comemoram os cinqüenta anos de carreira de Roberto Carlos. Nós também. A primeira idéia veio na reunião de pauta de ontem: postar a equipe do blog em frente à Oca, no Ibirapuera, onde foi inaugurada sábado passado uma exposição retrospectiva da trajetória do Moço de Cachoeiro, e vender cd’s piratas com a biografia proibida pelo Rei em versões pdf, doc e audiobook (com o Lama lendo). Sacola nos ombros, abordaríamos as velhinhas e os ônibus de excursão com sussurros: “Vai a biografia proibidona do Roberto? Só 10 real”. Depois neguim não entende que o que separa os visionários do restante da humanidade é a boa compreensão do momento justo, a hora certa e oportuna (kairós, em grego). Mas isso o Roberto sabe.
20:36:12 - Zeno -

08 Março

Brasil e Argentina

"Se os franceses têm repugnância às viagens tanto quanto os ingleses têm propensão para elas, é bem possível que eles tenham razão de parte a parte. Pode-se encontrar em todo lugar qualquer coisa melhor que a Inglaterra, ao passo que é extremamente difícil encontrar longe da França os encantos que esta apresenta".

(crdt balzac, honorina)
16:40:22 - Zeno -

06 Março

The book is on the table

Diálogo entre dois cães, pai e filho:

(Cachorro Pai) - Você tem estudado muito?
(Cachorro Filho) - Tenho.
(Cachorro Pai) - Matemática?
(Cachorro Filho) - Não.
(Cachorro Pai) - Ciências?
(Cachorro Filho) - Não.
(Cachorro Pai) - Geografia ou filosofia ou história?
(Cachorro Filho) - Não.
(Cachorro Pai) - Afinal, que é que você tem estudado?
(Cachorro Filho) - Línguas estrangeiras.
(Cachorro Pai) - E o que é que você aprendeu em línguas estrangeiras?
(Cachorro Filho) - Miau.

(crdt clarice lispector, a descoberta do mundo)
08:28:37 - Zeno -

04 Março

O futuro, hoje

Quem, por infelicidade ou destino ou por não ser do sexo feminino, não priva da amizade calorosa do Lama, aqui do blog, não sabe a dor e a delícia de ser o que é e de ouvir em mesas de bar as diversas e surpreendentes previsões que nosso novo rapaz de TI solta entre um chiste e outro, uma espécie de NipoNostradamus sem o inconveniente dos incensos e demais artefatos falsamente premonitórios – um substituto à altura do sumido Sorel, que desde que se locupletou no governo e instalou um bina em casa não atende mais as nossas ligações. Lembro do Lama, ainda imberbe, profetizando que o mundo vivido (sim, ele também domina conceitos e mumunhas da Fenomenologia) iria se tornar um apêndice do Second Life, um lugar em que poderíamos exercitar “nossas fantasias mais loucas” (cito de memória) e criar “novas experiências sensóreas” (idem). Que o recente sucesso do filme Avatar esteja ancorado nesta visão é um mérito ainda não reconhecido de nosso amigo. Lembro ainda do seu vaticínio positivo sobre o Friendster, que iria conectar a humanidade inteira num único lugar através de fotos, torpedos, mensagens, fluxos de informações, comunidades de amigos, enfim, tudo aquilo que hoje o Google Wave e o Buzz tentam timidamente copiar. Só o despeito de gente desclassificada, como o pessoal da Onion, para tentar desmerecer este que talvez tenha sido o maior dos acertos de nosso simpático colega.

Mas ele não está sozinho como alvo de calúnias descalibradas. Dia desses, emocionado, vi pela primeira vez numa livraria a coleção completa dos livros do Alvin Toffler, pujante escritor de um best seller dos anos 70 sobre a nova onda, ou a cauda ondulosa da onda, não me lembro bem, dispostos e arrumados numa nova seção da livraria intitulada Futurologia. Estava ainda inebriado com tamanha chance de aquisição de informações e previsões quando ouço ao lado o comentário de um moleque barbudo e mal vestido, com cara de estudante universitário nutrido a bandejão do Crusp: “Putz, tucanaram a profissão de pilantra”. Olhei para ele com toda a indignação dos justos e sai da loja pisando firme, rumo ao futuro.
17:00:04 - Zeno -

01 Março

Fica a dica

Caninos tucanos

Recomendamos aos marqueteiros, luas brancas, puxa-sacos e quetais evitar a qualquer custo associar a expressão "puro-sangue" ao nome de S.Exa. o sr. José Serra, governador de todos os paulistas.

Se possível, acrescentar a recomendação como norma do index prohibitorum das redações para aviar o processo. Nós aqui do blogue damos nossa contribuição espontânea (embora estejamos abertos a negociações para monetizá-la: pergunte-nos como) e não retornaremos ao tema. Pelo menos até a próxima parcial (põe parcial nisso!) do Datafolha.
22:14:13 - Pinto -

170 milhões de celulares são uma poderosa arma social

Com o perdão por invadir a seara do Pinto, mas queria registrar minha emoção toda vez que é exibido aquele comercial da Vivo: a menina bonitinha e antenada se indigna com o corte iminente da árvore, manda uma mensagem com fotinho para os amigos e a natureza escapa de mais uma serra elétrica. Meu entusiasmo, maior ainda que minha emoção, me fez mandar um e-mail de congratulações para a agência responsável e sugerir mais um comercial para a exitosa campanha: a menina bonitinha e antenada descobre, graças ao bem-sucedido Salariômetro do governo do Estado de SP, o salário médio dos operadores de telemarketing. Escandalizada, convoca os mesmos amigos para uma manifestação em frente à sede da empresa de call center terceirizada da Vivo. Após negociações difíceis, mas iluminadas pela boa vontade comum aos homens, os salários são reajustados e todos as partes se juntam para comemorar na praça de alimentação mais próxima. Ainda não tive resposta da agência, mas confio que serei ouvido.
08:35:08 - Zeno -

.:: mês anterior :: :: :: :: March 2010 :: :: :: :: próximo mês ::.