:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


A hora do DJ Mandacaru

Velharias musicais sempre fresquinhas.


.:: mês anterior :: :: :: :: March 2010 :: :: :: :: próximo mês ::.

31 Março

Pancada de amor dói?

null

Eles eram uma espécie de Kurt & Courtney do samba-canção. Viveram juntos, subiram juntos na carreira, tiveram filhos e se separaram, tudo isso com uma porradaria geral de pano de fundo.
A separação foi uma das mais produtivas do ponto de vista exclusivo da música brasileira. Amigos de ambos se entricheiraram e dispararam pelo menos dezessete clássicos a favor de um e outro. Detalhes desta guerra foram contados numa biografia escrita pelo filho dos dois Pery Ribeiro ("Minhas Duas Estrelas").
Vaí daí que o homem das Valentinas resolveu fazer o serviço braçal. Quem tinha razão, Dalva ou Herivelto, você decide.
[Leia mais!]
16:20:27 - DJ Mandacaru - Comentar

25 Março

Atendendo a pedidos

"Tá dando pra ouvir daí, George?"

Não se pode recusar um favor a um amigo que, de livre e espontânea vontade, resolveu se exilar na roça. Não se pode, ponto.
Indagorinha, ouvi o clamor do George, em pleno processo de terapia de regressão, por uma gravação da Nina Simone que impregnara sua jovem alma, portanto quase 40 anos atrás.
Do que entendi do panegírico do colega, que misturava cigarros Galaxy, agências de publicidade, o buraco da Sumaré e um irmã não identificada, ele dizia que nunca mais se esquecera da nêga cantando My Sweet Lord, do Harrison, que pegava um lado inteiro de um LP, "um troço que deus deve tá pedindo pra ela cantar todo dia lá no céu dela".

Se vocês quiserem saber mais coisas sobre o disco é só dar um pulinho aqui.

Se der lombriga em mais alguém pra ouvir é só dar um pulinho ou .
[Leia mais!]

14 Março

Uma no cravo, outra na Canela


A descoberta foi do meu amigo polímata Augusto César. Estava escrevendo um artigo sobre Estate - a cançoneta italiana dos anos 60 que foi tirada da vala comum por João Gilberto e alçada à condição de cult - e conhecera a cantora catalã Carme Canela. Tinha pouco material dela, me mandou o que achara pelaí. O artigo acabou sendo publicado na estreante Aldeota, a resposta do Ceará à Piauí. Estate será tema do próximo post do DJ, mas o tio encarregou um dos seus capangas, atualmente homiziado em Barcelona, de rapar a produção da moça. Acabaram de me chegar às mãos cinco bolachinhas da nêga, uma melhor do que a outra.

Pra vocês terem uma provinha da moça, separei o primeiro dela "Introducing Carme Canela & Trio", de 1996, com uma amostra do que está mais espalhado nos discos posteriores: standards de jazz, música folclórica catalã, música brasileira e música pop. Dona Carme brinca legal nas quatro.

Se o senhor é do alto comando da campanha de algum presidenciável, a doação está identificada. Se tu for da Bolsa-Família, meu filho, não há muito o que fazer por você. [Leia mais!]

10 Março

Cuba libre

Eu sei, eu sei, oposicionista em Cuba sofre mais do que bagos na mão da AP, mas essa é a editoria do Pinto.
Se você gosta de música cubana, la tenda que vocês devem frequentar é essa aqui. De coisa antiga a coisa nova, uma variedade expressolhante, inclusive um belo documentário sobre Los Zafiros. Está tudo guardado no Megaupload. Se você pretende se divertir à socapa, recomendo comprar ingresso para um mês.
09:06:26 - DJ Mandacaru - Comentar

.:: mês anterior :: :: :: :: March 2010 :: :: :: :: próximo mês ::.