:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


A Busca do Graal

Incursões etílicas que não poupam esforços para determinar a exata localização do Bar Absoluto.


.:: mês anterior :: :: :: :: April 2010 :: :: :: :: próximo mês ::.

06 Abril

La vie est bonne, mais un peu chère pour moi



Como 80% da redação deste botequim é formada por visigodos, ostrogodos e hunos, este registro vai exclusivamente para a nanoaudiência apreciadora das coisas finas da vida: Brandy Valduga V.O.P., uma agradável surpresa nestes dias em que a temperatura cai para 15º e nem parece mais que estamos em Teresina São Paulo.

Não tem a intensidade do similar francês. É menos alcoólico (39º GL), mais fácil de ser saboreado em dias amenos. A tonalidade amarelo pálido ludibria (para melhor) os sentidos, que esperariam um pocuo mais de personalidade. Mas, parodiando o slogan daquele outro lá, desce macio e reanima. Vale os 100 contos que me pediram nele. Faço uma degustação às cegas agora quando escrevo e depois da terceira dose me sinto muito bem. Aliás, não estou sentindo nada. Hklkha08yoj pou10w9ur/ =0vpu ohqjgV0[Q8G -J'jP'V
21:06:36 - Pinto -

.:: mês anterior :: :: :: :: April 2010 :: :: :: :: próximo mês ::.