:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


A hora do DJ Mandacaru

Velharias musicais sempre fresquinhas.


.:: mês anterior :: :: :: :: September 2010 :: :: :: :: próximo mês ::.

28 Setembro

Vim, tanta areia andei

Um passinho à frente, dois atrás

Eu não tenho a menor ideia de como a Betty Roché andava, sentava ou caminhava (aliás, Jorjão ainda vai me explicar a diferença entre andar e caminhar). Eu só sei que quando a nêga ficava parada em pé na frente de um microfone a humanidade fazia jus às observações de Darwin. Desde quando ganhou um concurso de amadores no Apollo Theater, até quando assumiu a espinhosíssima tarefa de substituir a Ivie Anderson como cantora da orquestra do Duke Ellington, em 1943, poucos dias antes da estréia do velho no vetusto Carnegie Hall.
Mas gravou pouco, só três discos, antes de afundar no anonimato, o último em 1961. Separei dois procês avaliarem, mas com direito a duas provinhas.


[Leia mais!]

24 Setembro

Toma que o filho é teu

O menino em casa chorando com fome e tu jogando sinuca, Zeno?

Eu não gosto de me meter na criação de filho dos outros.
Mas se o filho fosse meu, eu botava para o moleque ouvir o Count Basie - Basie Meets Bond, de 1965.
A essa altura, havia apenas quatro Bonds na praça: O Satânico Dr. No, Moscou contra 007, 007 contra Goldfinger e 007 contra a chantagem atômica. E foi deles que o Conde pinçou os dez temas do disco e botou nas mãos do Chico O'Farrill e do George Williams pros arranjos.

Em matéria de swing, John Barry não dá nem pra saída.

(crdt: a postagem original é do recente e excelente Minha Vitrola Virtual)
[Leia mais!]

20 Setembro

Relaxa, nano




Se teu negócio é free jazz alemão, nem chegue perto da Jacintha Abisheganaden. Ela canta afinado, tem voz agradável, o repertório é ótimo, mas tudo dentro das regras da lei. Vejam Our Love Is Here To Stay como provinha e o resto do álbum todo com o repertório do Ben Webster.
Ah, sim, o nome: ela é de Cingapura, a mãe é da China, o pai do Sri Lanka. Globalização é isso aí.

[Leia mais!]
15:33:01 - DJ Mandacaru - Comentar

07 Setembro

O quinto

08:00:00 - DJ Mandacaru - Comentar

03 Setembro

O quarto



O quinto - e último - só depois do feriadão.
[Leia mais!]
13:53:49 - DJ Mandacaru - Comentar

02 Setembro

O terceiro

20:00:00 - DJ Mandacaru - Comentar

01 Setembro

Segundão




Eu achei justa a observação do amigo: "Mané, se tu colocou o único disco do velho que foi lançado em CD, por que não bota os outros, que nunca sentiram o gostinho de um bit?".

Então, taqui o segundo: Moacir Santos - The Maestro, de 1972. No chorus line, Frank Rossolino, Bill Henderson, Clare Fisher, David Duke, Joe Pass, só procêis sentirem o prestígio do cabra. A provinha é Nanã, que vocês podem ouvir como Coisa n.5, lá do outro CD.
[Leia mais!]

.:: mês anterior :: :: :: :: September 2010 :: :: :: :: próximo mês ::.