:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


A hora do DJ Mandacaru

Velharias musicais sempre fresquinhas.


.:: mês anterior :: :: :: :: August 2014 :: :: :: :: próximo mês ::.

28 Agosto

Está mais não



Mais uma das que foram enquanto eu estava ocupado ali fazendo umas coisas.
Elaine Stritch se mandou quando estava com 89 doses de vida. Bebia mais do que a redação do HZ considerada em conjunto.
No vídeo em tela, a velha senhora canta "I'm still here", acompanhada pela banda New York Philarmonica, na festa dos oitenta do Stephen Sondheim, comemorada no Avery Fisher Hall em 2010. As adolescentes vestidas de vermelho, entre 40 e 60 aninhos, prestando a maior atenção, são Patti LuPone, Marin Mazzie, Donna Murphy, Laura Benanti, Bernadette Peters e Audra McDonald. É mais ou menos igual a botar na platéia Elis Regina, Gal Costa, Nana Caymmi, Rosa Passos e Ângela Maria pra homenagear Aracy de Almeida. Dona Stritch estava com 85.

Tem um perfil dela aqui, o show a que me referi está inteiro aqui (conselho de amigo, baixem tudo, são quase duas horas de puro encantamento).

[Leia mais!]

25 Agosto

Águas barrentas, volume morto e a eleição em Sampa


20140825-01muddy.gif

E só pra juntar vaso com flor: o cabra que entra cantando aos 5 minutos do video em tela dois posts abaixo é um dos meus favoritos eternos. Andava meio por baixo no final dos anos 70, o que só prova que os tais dos anos 70 não foram esses balaios todos, não.
Aí o recém-falecido Johnny Winter (desça mais quatro posts) largou de seus cuidados e foi produzir discos pro professor. Pelo que lembro, foram três, todos magníficos.
O mais bacana deles é um ao vivo. Tá no anexo para escrutínio popular.

[Leia mais!]
00:54:53 - DJ Mandacaru - Comentar

Laura is the face in the misty light

20140825-03nyro.jpg

A notícia não é boa, Jorjão: tu vai que entrar na fila. Tanto faz se a Laura se mandou há 17 anos -- a fila de apaixonados não andou um passo. Tanto faz, também, se tu tá na fila dos XX (começo da vida dela) ou dos XY (final): ninguém arreda um pé.
Pro pessoal que está chegando, a Barsa dos pobres dá uma boa geral.
Pessoal que arrastou asa pra ela está super bem representado pelo cabra do Birds With Broken Wings. No .doc que está no pacotão (250MB) ele explica a origem da avassaladora paixão. E mais dois discos com as escolhas dele tiradas desses discos: More Than A New Discovery (1966)/Eli & The Thirteenth Confession (1968)/New York Tendaberry (1969)/Christmas & The Beads of Sweat (1970)/Gonna' Take A Miracle (1971)/Smile (1976)/Season Of Lights (1977)/Nested (1978)/Mother's Spiritual (1984)/Walk The Dog And Light The Light (1993)/Angel In The Dark (Recorded 1994/1995) (Released posthumously 2001)/Live: The Loom's Desire (Recorded 1993/1994) (Released posthumously 2002).
Uma bela introdução, que só vai aumentar as filas. [Leia mais!]
00:12:34 - DJ Mandacaru - Comentar

24 Agosto

ai deu uns retorno

qdo eu vi a 1ª vez a palavra 'cantar bonito', foi ouvindo a laura nyro.
na verdade isso veio duma vez, '...vai cantar bonito assim na pqpqpqpqpq...'

22:39:27 - George Smiley - Comentar

água barrenta

faláuquê
depois dumas dessa:

uns hamburguer cum aspargo,
umas cerva cuns vinho
e uns véiozinho,

numas conversa daquelas

detarde sincumprindando
causo a causo
e dourando umas cadencia
meio que perdida por aí:


20:43:38 - George Smiley - Comentar

02 Agosto

louise woolley

um amigo me apresentou,
ouvi,
vi,
e osovidodespenharam
a seguir:



e o manda que sexprique depois.
22:55:53 - George Smiley - Comentar

.:: mês anterior :: :: :: :: August 2014 :: :: :: :: próximo mês ::.