:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


.:: post anterior :: :: :: :: navegue pelos posts :: :: :: :: próximo post ::.

Porque hoje é quarta-feira

Porque hoje é quarta-feira, e o dia está escandalosamente ensolarado, e me encontro provisoriamente de volta a SP e ao blog antes de mais um punhado de merecidas férias, deixo a vocês a descrição batuta do Joseph Conrad para um outro dia de janeiro, em latitude diferente:

"Saí para encontrá-lo num daqueles dias de janeiro, em Londres, um daqueles dias de inverno, compostos dos quatro elementos demoníacos: frio, umidade, lama, sujeira, combinados com uma particular viscosidade da atmosfera, que adere como uma peça de roupa suja em nossa própria alma."

(P.S. indignado: Do final de dezembro até ontem, o saldo de treze filmes vistos e cinco livros lidos deixa a inevitável pergunta: por que não inventam esse negócio de férias mais amiúde?)

posted at 11:24:46 on 14-01-2009 by Zeno - Category: Tectum Intuentes


Comentários

fat james wrote:

Outra descrição batuta do Conrad (em A Linha de Sombra): “Ali estão: estrelas, sol, mar, luz, escuridão, espaço, grandes águas; o fantástico trabalho dos Sete Dias, para dentro do qual a humanidade parece ter-se intrometido sem convite. Ou então por sedução.”
14-01-2009 14:14:58

Pedro wrote:

"Ela era baixinha, altinha, magrinha, gordinha, bonitinha, feinha, e não gostava de mim. E é porque o meu pai tinha um parente que era amigo de um soldado que morava em frente à casa de um vereador". Descrição batuta do Falcão, o compositor, não o jogador.
14-01-2009 14:25:54

Renato K. wrote:

Complementando Pedro, o Grande: "Mas eu vim-me embora e você não passa de um ponto preto posto por uma mosca no meu pensamento. E eu vim contando jumento na estrada pra lhe esquecer."
Definitivo.
14-01-2009 15:19:31

Zeno wrote:

Eita audiência qualificada!
14-01-2009 17:11:47

g. de la cuerte wrote:

pedro querido, indeed 'el corto y grueso', manda mais aí meu.
carai.
14-01-2009 23:39:51

g. francis-aoavesso wrote:

e o seo konrad é o sábio praqui debaixo da cintura do mundo.
lembrei dele num livro, aqui namérica da costa do pacífico, ach que chile de então.
15-01-2009 00:02:24

Zeno wrote:

Qual livro?

E faltou o crédito da citação, tirada do conto "Freya das Sete Ilhas".
15-01-2009 07:58:19

g. taifu wrote:

esse eu não li, vou atrás.
é o nostromo, e o pacífico, acredito, saiu na liberdade de mnemoginação...
15-01-2009 20:26:46


Incluir comentário