:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


.:: post anterior :: :: :: :: navegue pelos posts :: :: :: :: próximo post ::.

curtistórias: lembrando como é bom qdo a america é(ra) o moderno

de volta de missão nos esteites, apresento um agente local, poderoso causador de bem-esteites, pq. um causeur danado:
joel mabus




um cara que faz coisas simples assim.

intão, pois é, imagina um ridiculo:
vc., ali, distraido que só, mizeravelmente carregando uma bateria de filmadora, das mais chinfrins iscruzive, e dá c/uns caras tocando um sonzim ali tranquilos, devagarzim que só eles, e vc. ali vendo e 'achando legal', até que vai virando um sonzão, e cada gesto deles se entendendo vai virando numa harmonia, e os caras só conversando e tocando assim meio aos pedaço de conversa: e tudo se encaixando devagarin que só, quase como um contando pro outro um causo daquele assunto, e ocê assim entrando num embestamento, e sem querê nada disso, po, que vc. tava ali só p/ otra coisa, que diabo de caras esses, sô....

e depois, o que é ainda pior, inda deu, mais ainda, c/o cara em pleno desempenho num palco, e donde ocê já tavas quasesseminligüindo.
foi, aí, meus amigos, quenosfodeudevez:



um copo d'água o mabus.
oquei, cum bourbon antes do café da manhã.

e manda, como manda mais desse cara?
cabei adquirindo o short stories.
do que, ouvindo-o, concluí: foi desse mato que saiu o cachorro do altman, certeza, carta tudo do mesmo baraio.

e, iscrusive, até disso o cara já falou:
há muros ou há mouros?

infim, é uma sorte disgraçada achar um cara legal e ele ser legal mesmo.
posted at 23:24:33 on 07-10-2010 by George Smiley - Category: Personagens


Comentários

norma wrote:

precisa de autorização pra gostar do cara ?
08-10-2010 00:47:26

g. s, n-s. wrote:

precisa e das pratéia, brigado meus amor.
08-10-2010 00:50:31


Incluir comentário