:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


.:: post anterior :: :: :: :: navegue pelos posts :: :: :: :: próximo post ::.

Inez who?




Escuridão total: já rodei tudo que é boteco, só consegui migalhas - quem é Inez Jones? Começou a carreira em Kansas, foi cantora de boates na região de San Francisco, na década de 50, aparentemente gravou só um disco, mas que disco! O Oscar Moore da guitarra é ele mesmo, o do Nat King Cole Trio.
Vejam aí se não é de chorar.


04. Where Or When by DJ Mandacaru

06. Moonlight In Vermont by DJ Mandacaru

A casa, penhorada, agradece a quem trouxer alguma informação sobre a Inez. Ou que explique a capa do disco.

Inez Jones - Have You Met Inez Jones feat Oscar Moore (1957)
(125MB FLAC)

Tracks

1 Too Marvelous for Words (Mercer, Whiting) 2:15
2 Until the Real Thing Comes Along (Cahn, Chaplin, Freeman, Holiner, Nichols) 2:48
3 Since I Fell for You (Johnson) 2:37
4 Where or When (Hart, Rodgers) 3:20
5 Dancing on the Ceiling (Hart, Rodgers) 2:52
6 Moonlight in Vermont (Blackburn, Suessdorf) 3:02
7 Don't Worry `Bout Me (Bloom, Koehler) 3:09
8 Don't Take Your Love from Me (Nemo) 2:07
9 Poor Butterfly (Golden, Hubbell) 1:50
10 Happy (Kaplan, Wyley) 2:28

Personnel
Inez Jones - voz
Oscar Moore - guitarra
Carl Perkins - piano
Curtis Counce - baixo
Bill Douglass - bateria

Recorded at Master Recorders, Hollywood, California; May 27, 1957
posted at 16:02:00 on 23-02-2011 by DJ Mandacaru - Category: A hora do DJ Mandacaru


Comentários

Zeno wrote:

Isso tá me parecendo "Perdi contato com ex-cacho e procuro informações".

Quanto à capa, bem, o alto-falante, de frente para nós, indica..., indica..., não sei, mas o cálice de brandy, ocupando o primeiríssimo plano, em posição equidistante ao cinzeiro, significa uma..., um..., desisto. Só a cadeira me parece clara: é pra sentar, mesmo.
24-02-2011 07:38:20

g.s, n-s. wrote:

a garrafa é a 3a., já pelo meio, e de jerez, primo do brandy, por isso o copo correto.
consta que o dificil p/ a produção foi o fotógrafo deixar o tal copo quieto.
por isso a composição inusual:

o autor, animado pela coisa, entrou numas c/ a inez, que ficou puta e simandou, e ele achou um baratão trocar ela pelo autofalante.
isso justo no 1o. disco.

na pressa foi pra impressão, saiu o disco, ela atropelou o cara na porta do estudio dele (várias vezes) e sumiu, pro interior do wyoming, parece.
24-02-2011 18:17:26

Zeno wrote:

Muito boa explicação, mas eu só queria voltar um bocadim pras músicas e pro mau humor: "Where or When" está bem bacana, mas que catzo é essa "Moonlight in Vermont" com esses gritos cada vez que ela tem de subir um pouco? O "hipnotized", por exemplo, é de lascar.

#prontofalei.
24-02-2011 19:11:28

DJ Callegaris wrote:

Os gritos são do fotógrafo no momento do atropelamento. Dona Inez alegou na delegacia que estava hipnotizada no momento fatídico.
25-02-2011 09:12:25


Incluir comentário

Este post está fechado. Não é possível adicionar novos comentários a ele ou votá-lo