:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


.:: post anterior :: :: :: :: navegue pelos posts :: :: :: :: próximo post ::.

Richard Matheson (1926-2013)

Putz, e morreu o Richard Matheson. Quem? Seus ingratos, cliquem na Wikipedia em inglês ou na versão pobinha em português, ou mesmo na lista do IMDB. No registro depoimento boboca, posso dizer que ele foi o cara que, ao lado do Harlan Ellison , moldou a maneira pela qual comecei a entender e gostar desse negócio esquisito chamado ficção científica, normalmente um gênero que sofre com a ruindade reinante de modo até mais acentuado do que outras searas da cultura pop, mas isso é assunto pra outra hora. O que dizer de um cara que esteve envolvido numa lista de filmes e seriados de TV que vai de "Incrível Homem que Encolheu" ou de "Mortos Que Matam"(que depois virou "A Última Esperança da Terra" e desembocou no "Eu Sou a Lenda"), passa por episódios do "Além da Imaginação/Twilight Zone" e do "Star Trek", e chega até o "Encurralado" do Spielberg?

Matheson era o cara. E a melhor homenagem é ir atrás dos filmes e das séries feitas a partir das suas histórias. O Sindicato Informal de Roteiristas Injustiçados pelo Sistema (SIRIS) agradece.

posted at 20:19:41 on 25-06-2013 by Zeno - Category: Filmes esquisitos


Comentários

g. y los temores abissales wrote:

ah, então é esse o safardana que formatou meus piores pesadelos...
eu tinha esquecido desse sacatrapa.
pq. qdo pensei que passara (...) do 'além da imaginação', logo em seguida me aparece o cara 'que encolhia', até virar uma mosca.
p/ muleque foi um inferno.
era um perdeito felhadapota.
26-06-2013 22:13:48

g, elleryquinn wrote:

'perdeito'... fartô essa na análise.
26-06-2013 22:15:35


Incluir comentário