:: home :: posts passados :: etilíricas :: je me souviens :: microcontos ::


.:: post anterior :: :: :: :: navegue pelos posts :: :: :: :: próximo post ::.

que vergonha

que vergonha:
não temos sistema algum de controle institucional,'fazendas','donos', patrões, 'mandantes'.
cagamos p/ nossas leis, erramos todo o tempo nas nossas escolhas de quem as defendam, nossos escolhos ...
estamos diante de nós mesmos, isso ainda nos mata.
somos uns bananas, excelentes, mas inca-pazes.
lembrem o quanto esqueceram os índios.
e os capatazes deisso tudo.
esse batbosa é o 'créme de lá créme' dessa hhisstória:

chegado na porta dos priviléju, dobrouse, e vendeu-se na praça das necessidade, e fodeuse o resto da história:
o famoso chegueilá, na arta crasemerdia - agora foderamse, to igual os cara, 6 q se ford, rarará.
to por cima da carne seca e pau nos seus c...
somos nós os idiots: não nos triamos direito:
não por cor, por ideologia, por o ccete que seja, não nos sabemos ainda, então não nos filtramos.
qqer porcaria da hora entra, bom, to morto, vou dormir.
mas o batbosa é uma das mais profundas besta que eu já vi na nossa história.
só p/ ilustrar: o machadão se fez naquela qualidade, pq vários idiotas desse tinham sido eliminados nas disputs de puxasacos do pudê dos pedros todos, então:
machadão, que de besta tinha nada, viu logo: que monte de nego burro..., idiotas puxasacos, quero mais é tá fora disso!

posted at 02:28:49 on 22-11-2013 by George Smiley - Category: Tectum Intuentes


Comentários

Sem comentários


Incluir comentário